Publicidade:

Benefícios da música no desenvolvimento das crianças e jovens

Os primeiros anos de vida são essenciais para o desenvolvimento futuro das crianças. E os benefícios da música podem ajudar muito! Saiba como.

Benefícios da música no desenvolvimento das crianças e jovens
Saiba as capacidades que a música potencia

A música tem o poder de nos fazer relaxar, sentir felizes, tristes ou melancólicos. Desperta-nos sentimentos e emoções que guardamos, por vezes, a sete chaves. E entre os muitos benefícios da música conta-se também a importância que esta tem para o bom desenvolvimento cognitivo infantil.

Há muito que a música e o desenvolvimento do cérebro infantil são conhecidos por estarem intimamente ligados, permitindo desenvolver a linguagem, a concentração e até as capacidades de aprendizagem, tendo, por isso, um papel fundamental na área da educação.

Quanto mais cedo a música entrar na vida de alguém melhor, mas lembre-se: nunca é demasiado tarde para aprender.

Os benefícios de aprender música para o desenvolvimento infantil


Ainda nos encontramos na barriga da mãe e já somos expostos a sons. Afinal, quantas vezes não viu uma mãe a colocar música, pois sente que o bebé reage? E quando os pais “falam para a barriga” é ver os bebés a dar pontapés, como que querendo dizer: “sim, estou a ouvir-te”.

criança a tocar tambor

Música e desenvolvimento de capacidades

Além de melhorar a criatividade, aprender a tocar um instrumento musical ou a cantar é algo que se revela como extremamente útil para o desenvolvimento de diversas capacidades. Conheça os benefícios da música e as capacidades por eles desenvolvidos:

1. Concentração e Raciocínio

Aprender um instrumento musical ajudará qualquer criança a desenvolver as capacidades de concentração e de raciocinar, dado que é uma tarefa que exige bastante atenção e dedicação. Tal irá refletir-se noutras áreas, como por exemplo, na matemática, e é algo que fica com a criança ao longo da vida.

2. Coordenação

A prática de instrumentos musicais melhora a coordenação visual e táctil.

3. Relaxamento

Cada vez mais, a música como terapia é usada para complementar as formas mais tradicionais de medicina. Alguns sons podem ajudar a relaxar, diminuindo os batimentos cardíacos e a pressão arterial.

4. Paciência e perseverança

Para aprender um instrumento musical, qualquer pessoa precisa de ser bastante paciente e quanto mais cedo se aprender isso, melhor. Ajudará a enfrentar outros desafios ao longo da vida.

5. Autoconfiança

O ato de aprender e tocar um instrumento, o encorajamento de um professor e o entusiasmo de um pai orgulhoso irão dar despertar em qualquer criança um sentimento de orgulho e confiança. Além disso, o aumento da autoconfiança ajuda a estimular a criatividade e capacidade de expressão.

Como a música ajuda a desenvolver o cérebro e suas capacidades


As crianças são felizes quando cantam, dançam ou simplesmente ouvem música. Aliás, isto é algo que, felizmente, a maior parte dos adultos consegue conservar, tendo na música um escape para a rotina ou stress do dia a dia.

Mas os benefícios da música no desenvolvimento do cérebro dos mais pequenos não se ficam por aqui.

  • Aprender a cantar quando se é criança faz com que o cérebro aprenda a realizar mais facilmente várias tarefas ao mesmo tempo, dado que estimula a capacidade de memorização. Não só a memorização das letras, mas também a memorização sugestiva, ou seja, ser capaz de ouvir ou vivenciar algo que faz lembrar determinada canção;
  • Cantar ajuda a estimular a respiração profunda, o que permite levar mais oxigénio para o cérebro. Esta situação favorece o desenvolvimento natural, o bem-estar emocional e a concentração;
  • O canto ensina às crianças exemplos práticos de conceitos importantes e que não se relacionam apenas com a música, como rápido e lento, alto e silencioso, conceitos que facilmente são transponíveis para outros campos da vida humana;
  • O envolvimento com a música ajuda a melhorar o humor da criança, o que leva a um estado emocional mais saudável;
  • Cantar ou tocar instrumentos potencia a aprendizagem a um nível mais profundo, sendo, assim, possível, estabelecer e criar objetivos mais complexos;
  • As aulas de música ajudam a desenvolver a imaginação e a criatividade da criança;
  • A aprendizagem musical ajuda a compreender o lado mais técnico das coisas.

E além da parte mais intelectual, cantar e tocar música são atividades físicas que requerem o desenvolvimento dos principais músculos do corpo. Assim, poderão tornar-se crianças mais fortes e saudáveis, e aprender a usar adequadamente o diafragma e os pulmões.

Benefícios da música na linguagem de uma criança


Benefícios da música

O desenvolvimento da linguagem é um dos benefícios da música mais característicos. Veja como:

  • Cantar ajuda as crianças a expressarem-se melhor, quer de forma verbal e não verbal, quer através dos sentimentos e emoções;
  • Estar familiarizado com os sons, ajuda uma criança a entender melhor as diferenças entre eles e a saber imitá-los;
  • Cantar estimula a autoconfiança e, nesse sentido, faz com que as crianças sintam mais à vontade para se expressarem e comunicarem com outras pessoas;
  • O contacto com músicas e letras ajuda a aumentar o vocabulário continuamente e, inclusivamente, facilita a aprendizagem de outras línguas;
  • Este benefício da música pode surpreender: cantar ajuda a fortalecer os lábios e a língua através do exercício, que fica armazenado na memória muscular;
  • O ato de cantar ajuda também a criança a falar com mais clareza, bem como a perfecionar a dicção;
  • Estudar música ajuda a aprender a sensação de ritmo;
  • A grande parte das músicas possuem rimas, o que permite às crianças aprenderem a rimar com mais facilidade;
  • Com o canto, as crianças aprendem a importância da audição cuidada e da autodisciplina para aprender as músicas favoritas;
  • Fazer parte de um grupo ou coral pode proporcionar às crianças um sentimento de pertença e pode ajudá-las a fazer amigos mais facilmente, logo é ótimo para facilitar os processos de socialização.

Os benefícios da música são imensos e permitem criar crianças mais alegres e pacientes, bem como estimular as funções cerebrais e melhorar a autoestima.

Veja também:

Saiba tudo sobre emprego