Publicidade:

Bilinguismo: vantajoso na educação infantil?

Saiba em que consiste o bilinguismo na aprendizagem das crianças e reflita sobre as suas vantagens - ou se, por outro lado, poderá ser negativo.

Bilinguismo: vantajoso na educação infantil?
Conheça melhor este conceito

O bilinguismo é a propriedade de uma população ou de um indivíduo, quando usa, alternadamente e de forma corrente, duas línguas diferentes.

É do conhecimento geral que, devido à plasticidade cerebral, as crianças têm mais facilidade em se tornarem fluentes numa segunda língua – quando comparadas aos adultos. Mas, que vantagens pode o bilinguismo trazer na educação infantil? Existem desvantagens? Confira a informação que lhe deixamos de seguida sobre este tema e que o podem ajudar a refletir sobre o mesmo.

Bilinguismo: quais são as vantagens?


1. Desenvolvimento mais cedo de capacidades cognitivas

bilinguismo

As crianças bilingues, uma vez que falam mais de uma língua, desenvolvem mais rápido aquilo a que a psicologia chama de “controlo inibitório”. Isto significa que enquanto falam uma língua, naturalmente inibem a outra, o que funciona como auxílio quando temos muitos estímulos e precisamos de nos focar apenas num deles.

2. Estímulo da flexibilidade do pensamento

Na verdade, a criança bilingue entende que o mesmo objeto pode ter mais do que um nome, dependendo da língua falada. Este fator potencia uma espécie de travão nas chamadas respostas automáticas, pois desenvolve-se uma capacidade de pensar em soluções diferentes, refletidas, e de dar respostas que são mais criativas.

3. Capacidade de comunicação mais abrangente

bilinguismo

A criança que fala duas línguas revela maior capacidade de comunicação quando viaja ou convive com pessoas estrangeiras. Paralelamente, o seu conhecimento é mais abrangente, pois possuem um maior acesso à informação global.

4. Mais oportunidades no futuro

No futuro, uma criança bilingue conviverá com as duas línguas de forma tão espontânea que lhe será mais fácil vir, por exemplo, a conseguir, quando adulto, uma posição de trabalho no mercado internacional ou numa universidade de prestígio num outro país.

Existem desvantagens evidentes?


bilinguismo

Se até aos anos 60, se pensava que o bilinguismo traria confusão cognitiva à criança e atraso na aquisição de vocabulário mais amplo na língua materna, estudos mais recentes provam o contrário, mostrando que o bilinguismo melhora, na verdade, o modo como funciona o cérebro e a forma como o sistema nervoso reage aos sons.

Efetivamente, apesar de existirem estudos que, durante anos, apontavam algumas desvantagens do bilinguismo, a grande maioria dos pediatras e dos especialistas no assunto defende que o conhecimento simultâneo de outra língua ajuda a que se desenvolvam mais as funções do cérebro.

Parece, pois, ficar claro, que as vantagens do bilinguismo podem ser muitas, desde que a aprendizagem de ambas as línguas seja orientada de forma correta e consistente.

Veja também:

Catarina Mesquita Catarina Mesquita

Licenciada em Línguas e Literaturas Modernas, variante de Estudos Portugueses e Ingleses, Pós-Graduada em Linguística Portuguesa e Mestre em Estudos Portugueses Multidisciplinares, possui experiência de mais de quinze anos ao serviço da educação, da tradução e da escrita.