Publicidade:

Está pelos lados de Bragança? Tem que comer uma posta no Abel

O restaurante Abel é especial e a sua posta popular e famosa. Se anda pelas imediações de Bragança, rume a Gimonde e prove esta delícia.

Está pelos lados de Bragança? Tem que comer uma posta no Abel
Se for a Bragança, prove a posta à Abel

Quem anda por Bragança e tem uma vontade imensa de comer uma posta à transmontana, pode inquirir a população sobre o melhor local. Quase certeza que a generalidade das respostas vão dar a Gimonde, mais concretamente ao restaurante O Abel. Não há muito que enganar para lá chegar. A volta é que pode ser mais pesada, mas é uma daquelas refeições que se deve fazer pelo menos uma vez na vida.

Caso o repasto saia um pouco das regras, fique também a saber que O Abel dispõe também de um hotel. Tudo conjugado para uma jornada gastronómica inesquecível.

Saiba por que deve ir a Bragança comer uma posta no Abel


abel

Este acolhedor restaurante familiar surgiu no dia das mentiras, 1 de abril, decorria o ano de 1984. Tanto Abel como Clóris, um casal com quatro filhos, dedicaram toda a sua paixão a este negócio que esteve na origem de uma mudança radical nas suas vidas.

Ela era doméstica, ele camionista. A aposta neste espaço revelou-se acertada e o prémio está na sua longevidade e no sucesso construído ao longo dos anos e em inúmeras críticas esmagadoramente muito positivas. Em 2001, o restaurante Abel conheceu um novo lugar, mantendo a essência do anterior.

A data escolhida para a mudança foi também o dia das mentiras. Desde então, o sucesso foi crescendo e até teve direito a um Diploma de Mérito concedido pela Câmara Municipal de Bragança, em 2009, como forma de agradecimento pelo contributo dado à região, através de uma oferta gastronómica de elevada qualidade.

O espaço

As belas paisagens do Parque Natural de Montesinho servem de complemento a um espaço que reúne todas as condições para se passarem dias tranquilos, maravilhosos e envolvidos num ambiente familiar que é incomum.

Ali, pode usufruir de refeições que possuem as melhores carnes transmontanas, normalmente grelhadas na brasa e sabiamente temperadas com ervas aromáticas. Uma experiência gastronómica absolutamente imperdível que permite a cada garfada saborear o que de melhor a região tem para oferecer.

Oferta gastronómica

São muitas as razões que tornam este espaço numa referência para a região. Além das já mencionadas carnes de origem transmontana, há sobremesas tradicionais irresistíveis e uma seleção de vinhos que agradará até ao degustador mais exigente. Os vinhos são provenientes de diferentes regiões (entre elas o Douro e o Alentejo) e cada dia é dedicado um preço especial a uma das garrafas que integram a lista de vinhos.

No setor dos vinhos, brilham os transmontanos, mas a carta é abrangente o suficiente para satisfazer praticamente todos os paladares vinícolas.

Menu

Nas entradas, há variedade e qualidade. Entre as opções disponibilizadas, poderá pedir presunto, patês ou, claro, a alheira, um produto tradicional da região, embora com epicentro em Mirandela.

Nas carnes, não faltam opções de assados de qualidade, entre elas a protagonista, a Posta à Abel, que é uma posta de vitela bronzeada na brasa e temperada com as melhores especiarias. Entre outras opções, estão o cordeiro e a costela de vitela. O bacalhau assado na brasa revela-se a melhor opção para quem privilegia o peixe.

Conhecer O Abel é um forma de conhecer um bocadinho melhor o Nordeste Transmontano.

O hotel

O Abel Hotel Rural revela-se a melhor opção para quem pretende explorar as riquezas de Gimonde, em Trás-os-Montes, um espaço que conjuga tranquilidade e conforto. Uma aldeia maravilhosa, com uma paisagem inacreditável, e que está integrada no Parque Natural de Montesinho.

Os quartos estão apetrechados com tudo o que necessita para gozar da sua estadia da melhor forma (ar condicionado, internet, casas de banho com secador, televisão LED e cofre para guardar com toda a segurança os seus pertences). Estão também adaptados para quem possui mobilidade reduzida e possuem cama extra ou berço. O acesso direto ao jardim é outra das mais valias do espaço, imperdível em noites quentes de verão.

O Abel

Roteiro local


Bragança possui um património valioso e um centro histórico que vale a pena percorrer. No extremo nordeste de Portugal, esta é uma cidade antiga cujo castelo mantém ainda um núcleo urbano medieval dentro das muralhas.

Ao entrar na cidadela, visite o Pelourinho, a Torre de Menagem e o museu militar. Além disso, é indispensável ficar a conhecer a Igreja de Santa Maria e a Domus Municipalis. Já fora das muralhas, encontram-se casas nobres e monumentos como a Sé Catedral, a Igreja de São Vicente, a Capela da Misericórdia e a Igreja de Santa Clara.

Na zona do antigo paço episcopal, fica ainda o Museu Abade de Baçal e o Centro de Arte Contemporânea Graça Morais. Para os amantes de Natureza, há também nos arredores da cidade o Parque Natural de Montesinho.

Veja também: