Publicidade:

Caixas ATM: fuja das comissões-surpresa

As caixas ATM estão por todo o lado e cobram comissões de cada vez que levanta dinheiro. Saiba como distingui-las e proteja-se de surpresas desagradáveis.

Caixas ATM: fuja das comissões-surpresa
Esteja muito atento na hora de levantar dinheiro

A polémica estalou quando um jornal português lançou o alerta: há caixas ATM a cobrar comissões pelos levantamentos sem os utilizadores darem conta.

Quais são, afinal, estas caixas? Como distingui-las das outras? Porque cobram comissões? Trazemos-lhe as respostas essenciais para que nunca mais caia na armadilha sem saber.

O que são caixas ATM?


caixas ATM

As caixas ATM são máquinas semelhantes ao nosso multibanco. Foram criadas na Hungria em 1994 e são pensadas, sobretudo, para os turistas, porque só permitem fazer levantamentos, transferências e carregamento de cartões pré-pagos.

Precisamente por terem sido feitas para os turistas, estas caixas estão mais presentes em cidades onde o turismo é forte. Em Portugal, encontra-as sobretudo em Lisboa, no Porto, em Coimbra, em Braga e, claro, no Algarve. Geralmente, estão instaladas nos aeroportos e nas estações de metro, mas pode encontrar algumas na rua também.

Qual a diferença entre as caixas ATM e o multibanco?

A grande diferença entre as caixas ATM e o multibanco a que estamos habituados é a pré-definição das operações. As caixas multibanco, criadas e geridas pela SIBS, estão pré-definidas para funcionar a débito, ou seja, quando levanta dinheiro ou paga um serviço o valor é imediatamente tirado da sua conta. Isto acontece porque a máquina assume que o seu banco é português e a operação é feita em Portugal, logo o processo é imediato e direto.

As caixas ATM, por outro lado, estão pré-definidas para funcionar a crédito, porque são pensadas para serem usadas fora do país de origem do utilizador. A vantagem destas caixas é que funcionam com praticamente qualquer tipo de cartão, mas a desvantagem é que simplesmente assumem que a operação é internacional e por isso não pode ser feita de forma direta.

Porque é que as caixas ATM cobram comissões?


caixas atm ou multibanco

Pense que, independentemente do valor em causa, uma operação a crédito é um empréstimo de dinheiro. Se vai a uma caixa ATM e pede dinheiro a crédito, vai ter de pagar comissões pelo empréstimo – que neste caso são pagas à empresa que gere as caixas ATM (por lhe dar o dinheiro sem saber se tem cobertura) e ao seu banco (que arriscou permitir o levantamento sem verificação prévia do saldo).

De quanto são as comissões das caixas ATM?

As comissões que paga pelos levantamentos variam consoante o banco de que é cliente. De um lado, tem as taxas da empresa que gere as caixas ATM; do outro, tem o preçário do seu banco, que também é proporcional à quantidade de dinheiro que levantou.

No Portal da Queixa existem dezenas de relatos de consumidores que pagaram comissões sem saber. Se ler algumas, vê que o total pode variar entre os dez e os vinte euros por levantamento.

Posso levantar dinheiro numa caixa ATM sem pagar comissões?

Pode. As caixas ATM estão pré-definidas para operações a crédito, mas se o seu cartão for só de débito o sistema vai alterar as definições automaticamente – da mesma forma que, se usar um cartão de crédito num multibanco, ele lhe dá o dinheiro assumindo que é uma operação a crédito.

A armadilha destas caixas está nos cartões duais, que permitem operações a débito e a crédito (cash advance). Nestes casos, o cartão permite que a máquina mantenha as pré-definições e a operação vai ser executada a crédito sem que o utilizador possa escolher.

Como distinguir uma caixa ATM de um multibanco?


A boa notícia é que é muito fácil saber se a caixa que está a usar é da SIBS. Antes de inserir o cartão, observe a estrutura da máquina: se, no topo, a placa for amarela e disser “ATM” em letras pretas, é uma máquina a crédito.

Para se manter longe das comissões indesejadas procure as máquinas multibanco da SIBS (a placa é azul e diz “Multibanco”) ou as máquinas específicas dos bancos portugueses, que estão instaladas nas sucursais.

Em todo o caso, mantenha-se atento e não use o cartão se tiver dúvidas. Lembre-se que as comissões não são calculadas a pensar no bolso português e que qualquer passo em falso lhe pode custar várias dezenas de euros.

Veja também: