Publicidade:

Como cancelar o cartão multibanco

O procedimento para cancelar o cartão multibanco é bastante simples: saiba mais sobre o processo e garanta que o seu pedido é feito de forma rápida e eficaz.

Como cancelar o cartão multibanco
Conheça os procedimentos

Os cartões de pagamento chegaram para facilitar as nossas vidas. Seja qualquer for o motivo, já quase ninguém é capaz de viver sem eles. Ainda assim, quem nunca teve de cancelar um cartão multibanco? Esta é uma situação recorrente e que é resolvida de forma bastante simples e prática.

Em Portugal, a rede Multibanco foi lançada em 1985 e se, durante os primeiros anos, este tipo de solução bancária era utilizada por uma pequena elite do país, hoje em dia, o cenário é bem diferente: há 33 anos existiam nove equipamentos em Lisboa e no Porto (que permitiam fazer levantamentos, consultar saldos e movimentos e alterar o código secreto do cartão). Atualmente, existem 20 milhões de cartões de pagamento em circulação (com mais de 60 funcionalidades) e cerca de 13 mil caixas de multibanco em todo o território nacional.

Mais recentemente, o serviço Multibanco passou a estar disponível nos telemóveis, através da aplicação MBWay, e conta já com mais de um milhão de utilizadores. À distância de um clique e no conforto de casa, é possível efetuar pagamentos, dividir despesas, transferir dinheiro a custo zero e fazer levantamentos sem cartão.

Com mais novidades a caminho, este serviço promete continuar a inovar e a acompanhar as tendências do mercado. Fiquemos atentos a 2019 – estão já prometidos novos serviços.

Cancelar o cartão multibanco: procedimentos


cancelar o cartão multibanco

Se perdeu o cartão multibanco, foi roubado ou simplesmente ficou retido em qualquer terminal, não se preocupe: o procedimento para garantir que a sua conta fica protegida é bastante simples.

Contudo, o prazo para receber o novo cartão pode chegar às duas semanas. Se não tem mais nenhuma conta em seu nome e precisa de movimentar o valor em causa, deverá solicitar um cartão pré-pago à sua instituição bancária. Este cartão custa 6,5€ (confirme os valores praticados pelo seu banco) e tem uma validade de três anos.

Cancelar o cartão multibanco: como posso fazê-lo?

Para cancelar o seu cartão multibanco (seja de débito ou crédito) deverá avisar o seu banco, o mais depressa possível. O seu banco deve sempre ser comunicado sobre a perda ou roubo do cartão com a maior brevidade, pois só assim é que o cartão é bloqueado e todas as utilizações do mesmo a partir desse momento deixam de ser da sua responsabilidade.

Para efetivar este processo deverá ter consigo o número do cartão e o número de telefone da sua instituição bancária. Todas dispõem de uma linha de apoio que funciona durante 24 horas (os contratos de abertura de conta indicam qual o número que deve ser contactado neste tipo de situações).

Em alternativa pode, ainda, apresentar o número da conta ou o NIB – dessa forma também conseguirão proceder ao cancelamento do cartão.

Se precisar de contactar a SIBS (808 201 251) ou a rede UNICRE (213 159 856), lembre-se que também só cancelam o cartão através do respetivo número (principalmente se tem mais do que um cartão multibanco com a mesma entidade bancária).

Cancelar o cartão multibanco: qual o número para o qual posso ligar?

Em alguns casos, o cartão multibanco também pode ser cancelado através da aplicação móvel do seu banco. Para isso, basta escolher o respetivo cartão e explicar o motivo para o cancelamento.

Se não tem acesso à aplicação ou ao serviço de homebanking, basta ligar para o seu banco:

Caixa Geral de Depósitos
218 422 424

Millennium BCP
214 704 402

Montepio – das 08h às 00h
217 241 635
707 102 626

Santander Totta
217 807 364
707 212 424

BPI
217 207 700
226 072 266

Novo Banco
707 247 365
218 557 705

Cartão multibanco: cuidados a ter


Deixamos-lhe, agora, algumas dicas para que faça uma boa gestão do seu cartão multibanco:

1. Preste atenção aos prazos indicados pelo seu banco para a chegada do novo cartão multibanco. Caso não o receba na data prevista, avise a instituição bancária;

2. Assine sempre o seu cartão multibanco no verso e guarde-o num local longe de objetos metálicos;

3. Guarde todos os documentos do seu cartão junto de talões, extratos de conta ou recibos – dessa forma saberá sempre onde pode encontrar os dados de que necessita para cada ocasião;

4. Confira os movimentos do seu cartão pelo menos uma vez por semana e não se esqueça de danificar a pista magnética quando o prazo de validade do respetivo cartão for atingida – assim tem a certeza de que fica definitivamente inutilizável.

5. Assim que recebe o seu cartão, deverá seguir alguns passos para salvaguardar a sua segurança e a da respetiva conta bancária. De acordo com o Banco de Portugal, deverá memorizar o PIN e destruir o papel que é entregue com o código secreto original. Se optar por trocar o PIN original, lembre-se que o novo código não deverá ser facilmente identificável, como é caso das datas de nascimento ou de códigos postais.

Veja também:

O E-Konomista disponibiliza e atualiza informação, não presta serviços de aconselhamento fiscal, jurídico ou financeiro. O E-Konomista não é proprietário nem responsável pelos produtos e serviços de terceiros apresentados, por conseguinte não será responsável por quaisquer perdas ou danos que possam resultar de quaisquer imprecisões ou omissões. A informação está atualizada até à data apresentada na página e é prestada de forma geral e abstrata, tratando-se de textos meramente informativos, pelo que não constitui qualquer garantia nem dispensa a assistência profissional qualificada. Se pretender sugerir uma atualização, por favor, envie-nos a sua sugestão para: [email protected].