Cancro nos cães: sintomas comuns e as 10 raças mais afetadas

Tal como acontece com os humanos, o cancro nos cães pode ser uma doença devastadora. Listamos as raças com maior predisposição e os sintomas associados.

“sponsored by fidelidade”
Cancro nos cães: sintomas comuns e as 10 raças mais afetadas
Descubra os sintomas da doença

Não é raro sabermos de animais que desenvolvem algum tipo de tumor. Na verdade, o cancro nos cães é mesmo uma doença diagnosticada com alguma frequência e, de certa forma, os veterinários acreditam que o problema está relacionado com o envelhecimento desses nossos melhores amigos de 4 patas.

O alerta, dizem os especialistas, está nos sintomas mais comuns que os tumores podem provocar. Também a raça do animal é algo a ter em conta, por isso, descubra quais são aquelas que estão mais sujeitas a desenvolver algum tipo da doença.

Cancro nos cães: saiba mais sobre este tema


Os cancros, nos seus diversos tipos, não constituem uma exclusividade dos humanos; afinal, sabemos que os cães, por exemplo, também podem vir a ter a doença – e isto não é tão pouco comum quanto gostaríamos.

Apesar de todos os avanços vistos na medicina, o facto é que o cancro continua a ser uma patologia responsável por milhares de mortes em todo o mundo. Não sabemos, ao certo, os números relativos ao óbito de cães por doença oncológica, mas é certo que os tumores malignos têm alta incidência nesses animais – e estima-se que o problema esteja a aumentar. Em maior risco estão os cães de raça.

É sabido, hoje, que a miscigenação vista nos cães “rafeiros” reduz o número de casos diagnosticados de tumores (além de outras muitas doenças). Por isso mesmo, ao comprar ou adotar um cão de raça, é fundamental que se informe junto do vendedor, da associação ou do canil sobre as reais condições de saúde dos seus progenitores (e também dos avós). Certifique-se que está a levar para casa um animal saudável.

Cancro nos cães: saiba quais são as 10 raças predispostas ao cancro


1. Bouvier Bernois

cancro nos cães

A raça é conhecida por desenvolver problemas relacionados com as articulações e é exatamente essa a razão que a torna predisposta a doenças de foro oncológico.

2. Golden Retrievers

golden retriever

Há, nesta raça em especial, a presença de dois genes que estão relacionados com o aparecimento de cancro nos cães.

3. Boxers

boxer

Os Boxers têm maior tendência a desenvolver tumores malignos no cérebro.

4. Terrier Escocês

terrier escocês

O Terrier Escocês tem mais chances de desenvolver cancro na bexiga. Uma dieta vegetariana pode reduzir a probabilidade, dizem os especialistas.

5. Boiadeiro da Flandres

cancro nos cães

Esta raça tem tendência a desenvolver o carcinoma gástrico, que é um temido tipo de cancro na região do estômago.

6. Bullmastiff

Bullmastiff

Estes cães são comummente afetados por linfomas, sendo a raça considerada como aquela que apresenta maior probabilidade para a doença.

7. Rottweiler

Rottweiler

A estrutura de ossos bastante larga faz com que estes cães tenham maior predisposição a desenvolver cancro nos ossos. Este tipo da patologia é considerado como um dos que mais mata cães e isso, basicamente, deve-se ao facto de ainda não existirem avanços considerados significativos para a possível cura.

8. Leão da Rodésia

cancro nos cães

Esta raça é conhecida por reunir condições para o desenvolvimento de um grande número de tumores malignos, sendo mais comuns os sarcomas diagnosticados nos tecidos moles. É preciso estar atento ao aparecimento de inchaços ou protuberâncias que possam indicar a presença de um tumor. Esses tumores, inicialmente, podem ser benignos.

9. Airedale Terrier

cancro nos cães

Esta raça tem especial tendência a desenvolver cancro nasal. A razão está na predisposição que o Airedale Terrier tem para sofrer de problemas nasais.

10. Setter irlandês

cancro nos cães

A fechar a lista de raças caninas com maior predisposição a desenvolver cancro, temos o Setter Irlandês. A raça tem maior tendência a desenvolver tumores relacionados com a produção de insulina, como é o caso do tumor no pâncreas.

Doenças dos cães: conheça as mais comuns, os sintomas e tratamentos >>

Quais são os sintomas de cancro nos cães?


Já diz a máxima: “prevenir é melhor que remediar”. Por isso mesmo, tenha especial atenção a determinados sintomas que podem indicar um cancro nos cães. São sintomas comuns em cães com tumores e, ao menor sinal da sua presença, deve procurar a opinião clínica de um veterinário:

  • Inchaço fora do normal, persistente e de crescimento contínuo
  • Feridas difíceis de cicatrizar
  • Perda de peso sem motivo aparente
  • Perda de apetite
  • Descargas anormais de secreções ou sangue a partir de região aberta do corpo
  • Mau cheiro
  • Dificuldade para comer
  • Falta de vontade e disposição para a atividade física, ou perda repentina da estabilidade
  • Dificuldade para respirar
  • Dificuldade para urinar

É importante salientar que, em casos de tumor localizado na região abdominal ou torácica, os sintomas da doença aparecem, habitualmente, quando a patologia já está em estado bastante avançado – altura em que o tumor ocupa uma parte significativa do órgão afetado.

Conheça as principais doenças comuns na raça bulldog >>

6 tipos de cancro mais comuns em cães

  1. Cancro de pele
  2. Cancro da mama
  3. Cancro no pescoço e na cabeça
  4. Cancro nos ossos
  5. Cancro nos testículos
  6. Cancro dos vasos linfáticos (linfoma)

Lembre-se: animais que sofrem com estes problemas em níveis avançados costumam sofrer muito, apresentando desconforto constante, tosse com sangue, acúmulo de líquido na região abdominal (com distensão) e dificuldade respiratória. Não deixe que o mal-estar do seu amigo patudo chegue a este ponto e aja com base na precaução.

Quando falamos em cancro nos cães, é exatamente na prevenção que está o segredo da saúde. Não desvalorize a importância de visitar o médico veterinário com regularidade.

Veja também: