Publicidade:

Os 6 carros mais económicos de 2018

É daquelas pessoas que acha que o consumo do automóvel é proporcional à sua qualidade? Descubra se isso se aplica aos carros mais económicos de 2018.

Os 6 carros mais económicos de 2018
Automóveis com consumos mais em conta

Os carros mais económicos de 2018 proporcionam uma condução de qualidade, segura e eficaz, com a vantagem de não terem gastos exorbitantes. Um carro topo de gama significa um consumo que acompanha as necessidades de manutenção do mesmo.

Com as atuais variações dos preços dos combustíveis em Portugal, esta lista torna-se ainda mais pertinente e indispensável, se decidir comprar um carro novo este ano e se encontra a pesquisar qual o melhor modelo. Em termos de consumo, damos-lhe a conhecer o que cada carro consome.

Os carros mais económicos de 2018 que lhe damos a conhecer aqui são a gasolina, gasóleo e/ou GPL. Desta lista excluem-se carros elétricos e híbridos, visto que o tipo de combustível não é comparável.

Os 6 carros mais económicos de 2018

A sustentabilidade tem sido uma preocupação de todas as marcas, que investem milhões no desenvolvimento de tecnologias que promovam a redução da pegada ecológica. Por isso já não são só os automóveis dos segmentos mais baixos os campeões de economia, porque são mais leves e têm motores mais pequenos.

Tenha em atenção, contudo, que os testes de consumo feitos para atingir estes valores, são sempre executados em condições de otimização máxima de eficiência, num ambiente controlado e com pilotos profissionais a testá-los.

Em condições normais, um condutor faz sempre consumos superiores em 10 ou 15 por cento aos declarados pela marca. Mas é igualmente verdade que as mesmas normas se aplicam a todos os construtores, pelo que as comparações são justas e fiáveis.

1. Citröen C3 1.6 Blue HDi 75cv – 3 litros/100 km

Citroen C3Fonte: Citroen

A Citroën continua a dominar a lista dos carros mais económicos. O C3 1.6 BlueHDi (a gasóleo) tem cerca de 75cv e um consumo misto a rondar os 3 litros por 100 km. E é barato também, um novo pode custar cerca de 17.000 euros.

Preço: a partir de 17.000€ Ver carro>>

2. Opel Corsa 1.3 CDTI 95cv – 3,1 litros/100 km

carros-mais-economicosFonte: Opel

Com um consumo de 3,1 litros por 100 km, o bem conhecido Opel Corsa volta a ser um fiel amigo na hora de comprar um carro económico.

Preço: a partir de 14.740€ Ver carro >>

3. Peugeot 308 Access 1.6 Blue HDI 120cv – 3,1 litros/100 km

carros-mais-economicosFonte: Peugeot

A marca francesa apresenta aqui um modelo mais caro (a ultrapassar os 25.000 euros), mas bastante fiável. Para os que procuram um automóvel com boa potência e baixo consumo, esta versão do 308 com 5 portas, é o automóvel indicado. Um modelo confortável e tecnológico, a gasóleo, com consumo misto de 3,1 litros aos 100 km, tendo ainda espaço suficiente para toda a família.

Preço: a partir de 23.010€ Ver carro >>

4. Fiat 500 Twinair 85cv – 3,8 litros/100 km

carros-mais-economicosFonte: Fiat

O automóvel mais económico a gasolina é um Fiat, com um consumo de 3,8 litros a cada 100 km. O estilo icónico do 500 está presente neste automóvel, cujo preço está a rondar os 15.000 euros. Este carro beneficia do sistema start&stop para conseguir este nível de consumo de combustível imbatível para um automóvel a gasolina.

Preço: a partir de 15.100€ Ver carro >>

5. Peugeot 108 1.0 VTi 69cv – 4,2 litros/100 km

carros-mais-economicosFonte: Peugeot

Este modelo extremamente citadino é o ideal para uma condução quotidiana. É sem dúvida, um dos carros mais económicos da Peugeot, mesmo com motor a gasolina, com um consumo de 4,2 l/100 km.

Preço: a partir de 9.870€ Ver carro >>

6. Opel Astra 1.0 Ecotec 105cv – 4,5 litros/100 km

carros-mais-economicosFonte: Opel

Mais uma sugestão a gasolina: o Astra 1.0 Ecotec, com um motor de três cilindros, que consegue uma ótima relação entre prestações, custo de aquisição e consumo.

Preço: a partir de 21.220€ Ver carro >>

Os carros mais económicos de 2017

1. Citroën C3 – 3,0 litros/100km
2. DS 3– 3,0 litros/100km
3. Renault Clio Energy – 3,1 litros/100km
4. Peugeot 308- 3,1 litros/100km
5. Volvo V40 – 3,2 litros/100km
6. Opel Corsa – 3,2 litros/100km
7. Citroën C4 Cactus – 3,2 litros/100km
8. Renault Clio Sport Tourer – 3,2 litros/100km

Os carros mais económicos de 2016

1. Citroën C3 – 3,0 litros/100km
2. DS 3– 3,0 litros/100km
3. Peugeot 308- 3,1 litros/100km
4. Citroën C4 Cactus – 3,2 litros/100km
5. Opel Corsa – 3,2 litros/100km
6. Renault Clio Sport Tourer – 3,2 litros/100km

Os carros mais económicos de 2015

1. Citroën C4 Cactus – 3,2 litros/100km
2. Hyundai i20 – 3,2 litros/100km
3. Opel Corsa – 3,2 litros/100km
4. Renault Clio Grand Tourer – 3,2 litros/100km

Os carros mais económicos de 2014

1. Volkswagen Polo GP 1.4 TDI 75 Bluemotion – 3.1 litros/100km
2. Seat Leon 1.6 TDI 110 Ecomotive Style – 3.2 litros/100km
3. Citroën C4 Cactus 1.6 BlueHDi 100 82g Airdream CVM Live – 3.2 litros/100km
4. Opel Novo Corsa 1.3 CDTI 95 ecoFLEX Color Edition – 3.2 litros/100km
5. Renault Novo Clio Energy dCi 90 83g S&S ECO2 Confort – 3.2 litros/100km
6. Skoda Octavia 1.6 TDI 110cv Greeline – 3.2 litros/100km
7. Volkswagen Golf VII 1.6 TDI BlueMotion 110cv Trendline – 3.2 litros/100km
8. Audi A3 1.6 TDI 110 ultra – 3.2 litros/100km
9. Hyundai i20 1.1 CRDi Blue One FL – 3.2 litros/100km
10. Ford Fiesta 1.6 TDCi 95 Titanium Econetic – 3.3 litros/100km
11. Volvo V40 D2 88g Start/Stop Momentum – 3.4 litros/100km
12. Mini Novo Mini 3P One D 95 (F56) – 3.4 litros/100km
13. Seat Ibiza ST 1.2 TDI CR 75 Reference Ecomotive – 3.4 litros/100km
14. Citroën C3 1.4 e-HDi 70 Airdream CMP Exclusive – 3.4 litros/100km
15. Peugeot 208 Access 1.4 eHDi 68 2-tronic – 3.4 litros/100km
16. Renault Novo Mégane Sport Tourer Energy 1.5 dCi 110 S&S FAP ECO2 Confort – 3.5 litros/100km
17. Alfa Romeo MiTo 1.3 JTDM 85 Trofeo – 3.5 litros/100km
18. Fiat Punto 1.3 Multijet 16v 85 S&S Lounge – 3.5 litros/100km
19. Mini Novo Mini 3P Cooper D 116 (F56) – 3.5 litros/100km
20. Nissan Pulsar 1.5 dCi 110 N-TEC – 3.6 litros/100km

Veja também:

Júlia Rocha Júlia Rocha

Licenciada em Ciências da Comunicação pela Universidade do Porto, sempre se deu bem com os livros, teclados de computador e canetas. A importância da palavra escrita num mundo tecnológico, aliada à história, ao cinema, literatura e televisão, são os seus maiores campos de interesse.