Publicidade:

Conheça os 10 carros de produção mais caros do mundo

Características como velocidade, design, glamour e luxo são inerentes aos carros de produção mais caros do mundo que atualmente podemos encontrar.

 
Conheça os 10 carros de produção mais caros do mundo
Reunir estes automóveis numa garagem seria o prazer supremo?

Cerca de 52 400 000,00 milhões de euros é o somatório do valor individual dos 10 atuais carros de produção mais caros do mundo. Reuni-los todos numa garagem deverá ser o prazer supremo de muitos amantes de automóveis, com posses monetárias para o fazer.

Alguns poderiam dizer que bastava acertar nos números do euromilhões para conseguir reunir o valor suficiente para ir adquirindo este lote de automóveis. O certo é que isso será sempre uma miragem para muitos.

Voltando aos carros de produção mais caros do mundo, rapidamente verificamos que existe uma marca, que devido à exclusividade, quer dominar esta lista. Trata-se da Bugatti. Integra o grupo Volkswagen e tem não um, nem dois mas, três automóveis no Top10 dos carros mais caros do mundo.

Outras encontramos que, pelo seu historial, atraem o comum dos cidadãos pela beleza e inovação com que constroem os seus automóveis, verdadeiras obras de arte sobre rodas, mas sempre com dois aliados muito fortes: o luxo e a exclusividade. A estas podemos acrescentar outras características como velocidade, beleza, design e glamour.

10 carros de produção mais caros do mundo


10.º Pagani Huayra BC

Pagani Huayra BC

Fabricante: Pagani Automobili
Produção: 2011 até ao presente
Preço: 2.300.000€

Horácio Pagani fundador e CEO da Pagani é um visionário e empreendedor. Os seus carros são autênticas obras de arte e artesanato. Tudo ou quase tudo é feito manualmente. O Huayra BC é o mais recente automóvel do construtor italo-argentino e é um hino aos colecionadores de automóveis. Huayra BC tem um motor V12 de 800 cv associado a caixa de dupla embraiagem de 7 velocidades. Deste modelo está prevista apenas a construção de 20 exemplares ao preço de 2,3 milhões de euros, antes de impostos.

9.º – Aston Martin Valkyrie

Aston Martin Valkyrie

Fabricante: Aston Martin Lagonda
Produção: 2019
Preço: 2.800.000€

O Aston Martin Valkyrie é um Aston Martin camaleão. Isto é, foi pensado pela marca inglesa e pela Red Bull Racing, desenhado por Marek Reichman e Adrian Newey, um dos designers mais bem sucedidos do mundo, insere-se na categoria dos modelos hiperdesportivos e está orientado para correr em pistas, bem como, para ser utilizado como automóvel de estrada. O Valkyrie é um dos carros mais rápidos do mundo e, para ser o mais leve possível, está despojado de mordomias, como rádio ou ar condicionado. É um automóvel exclusivo por isso também só serão construídos 125 exemplares, mais 25 destinados unicamente às pistas e, curiosamente, todos já foram vendidos. Do seu bilhete de identidade consta motor V12 de 6,5 litros, naturalmente aspirado, com capacidade para debitar 1130 cv de potência.

8.º – Lamborghini Veneno Roadster

Lamborghini Veneno Roadster

Fabricante: Lamborghini
Produção: 2013-2014
Preço: 3.300.000€

Apresentado no Salão Internacional do Automóvel de Genebra em 2013, o Lamborghini Veneno tem por base o Lamborghini Aventador e surge para assinalar o 50.º aniversário da marca de Sant’Agata Bolognese, Itália. A exclusividade desta variante Lamborghini Veneno Roadster limita-a a apenas 9 unidades construídas para gáudio dos sortudos que adquiriram cada uma. O motor utilizado é o mesmo que a marca italiana coloca no Aventador: bloco V12 com 6.5 litros e capaz de debitar 750 cv de potência. O 0-100 km/h cumpre-se no Lamborghini Veneno Roadster em apenas 3 segundos enquanto a velocidade máxima é de 355 km/h.

7.º – Bugatti Veyron by Mansory Vivere

 Bugatti Veyron by Mansory Vivere

Fabricante: Bugatti, Grupo Volkswagen
Produção: 2014 (versão especial realizada pela Mansory)
Preço: 3.400.000€

O Bugatti Veyron by Mansory Vivere não só é um dos carros mais caros e exclusivos do mundo como também é um dos mais rápidos. Surge do “casamento” de um Bugatti Veyron com a tecnologia de ponta da Mansory em criar obras de arte usando fibra de carbono. Para além da carroçaria integralmente realizada neste composto, a Mansory fez mais umas “pequenas” alterações que incidiram sobre os amortecedores, saias laterais, grelha estilizada; luzes diurnas em LED, sistema de escape, alterações nos bancos, portas e instrumentação cuja iluminação é totalmente feita em LED. Claro que os acessórios aplicados pela Mansory são naturalmente construídos em carbono. O motor permanece o mesmo de sempre, um W16 de 8.0 litros com 1200 cv de potência.

6.º – Lykan Hyper Sport

Lykan Hyper Sport

Fabricante: W Motors
Produção: 2012-2014
Preço: 3.400.000€

Esta é uma das marcas só conhecida dos especialistas e dos verdadeiros aficionados pelo mundo automóvel. Trata-se de um superdesportivo de origem libanesa que teve destaque no filme “Velocidade Furiosa 7”. Apenas com sete unidades construídas, a atracão por este modelo surge pela forma exagerada como o luxo é empregado na sua construção, sendo exemplo a utilização de 440 diamantes nos faróis. O motor utilizado é um bloco V6 biturbo que debita 780 cv e acelera dos 0-100 km/h em 2,8 segundos. A velocidade máxima anunciada é de 385 km/h.

5.º – La Ferrari Aperta

La Ferrari Aperta

Fabricante: Ferrari
Produção: 2013-2018
Preço: 3.400.000€

Apresentado no Salão Internacional do Automóvel de Genebra em 2013, o La Ferrari Aperta insere-se na classe dos supercarros. O coupé de duas portas, dois lugares e motor central traseiro baseia-se nos resultados de testes que a marca italiana teve com o Ferrari FXX e na pesquisa feita através do projeto Millechili, na Universidade de Modena. O La Ferrari é ainda um automóvel de luxo pioneiro ao ser o primeiro híbrido feito pela Ferrari o que o torna no mais potente da marca do “cavallino rampante”. Ao potente V12 capaz de produzir 789 cv associa-se o sistema KERS que adiciona potência extra ao motor de combustão. O motor elétrico adiciona 161 cv sendo a potência combinada dos dois motores (combustão + elétrico) de 950 cv. Velocidade máxima superior a 380 km/h e o sprint 0-100 km/h é cumprido em 2,7 segundos; 0-200 km/h em menos de 7 segundos e 0-300 km/h em menos de 15 segundos.

4.º – Koenigsegg CCXR Trevita

Koenigsegg CCXR Trevita

Fabricante: Koenigsegg Automotive AB
Produção: 2006-2010
Preço: 4.800.000€

O Koenigsegg CCXR Trevita (significa três brancos) é o sucessor do Koenigsegg CCX só que para se diferenciar tem o luxo e o motor como principais predicados. A marca sueca modificou CCX e transformou-o no CCXR Trevita com a utilização de diamantes e fibra de carbono a que juntou um motor V8 de 4.8 litros, “puxado” para debitar 1018 cv de potência às 7000 rpm e 1080 Nm de binário às 5.600 rpm. A velocidade anunciada é de 410 km/h e o 0-100 km/h neste superdesportivo cumpre-se em apenas 2,9 segundos. A exclusividade do CCXR Trevita é conseguida pelo número de viaturas construídas apenas duas.

3.º – Bugatti Divo

Bugatti Divo

Fabricante: Bugatti, Grupo Volkswagen
Produção: 2014
Preço: 5.000.000€

O Bugatti Divo foi apresentado pela primeira vez em 2018 no “The Quail: A Motorsports Gathering” em Monterey, Califórnia. Com esta proposta, a marca francesa de luxo desenvolveu um supercarro desportivo, afinado pela agilidade e ótimo desempenho de condução em estradas sinuosas. Recebe o motor W16 de oito litros da Bugatti com potência de 1.500 cv. A aerodinâmica foi aperfeiçoada e as configurações da suspensão e do chassis modificadas. Como resultado, o Divo é 35 quilogramas mais leve e consegue 90 quilogramas mais de downforce do que o Chiron 2. A velocidade máxima está limitada a 380 km/h e apenas serão produzidos 40 exemplares com preço unitário de 5 milhões de euros. Todos foram vendidos. A história deste Bugatti está intimamente ligada ao nome de Albert Divo, piloto francês que venceu duas vezes a corrida Targa Florio, na Sicília, com um Bugatti no final dos anos 20.

2.º – Bugatti La Voiture Noire

Bugatti La Voiture Noire

Fabricante: Bugatti, Grupo Volkswagen
Produção: 2014
Preço: 11.000.000€

O Bugatti La Voiture Noire é “alta costura” automóvel e foi apresentado como o automóvel mais caro do mundo (11 milhões de euros, antes de impostos). Representa a exclusividade e homenageia o 110.º aniversário da marca e o lendário Bugatti Type 57 SC Atlantic de Jean Bugatti. Apresentado este ano no Salão Internacional do Automóvel de Genebra segundo informação da marca a viatura está vendida e não será construído mais nenhum. O La Voiture Noire utiliza o mesmo motor do Bugatti Chiron: 8.0 l, W16, 1500 cv e 1600 Nm de binário.

1.º – Rolls Royce Sweptail

Rolls Royce Sweptail

Fabricante: Rolls-Royce
Produção: 2017
Preço: 13.000.000€

O Rolls-Royce Sweptail é um carro único. Feito à mão e inspirado na construção automóvel dos anos 20 e 30 foi encomendado à marca britânica em 2013 e levou 4 anos a construir. Teve a primeira apresentação pública em 2017 no Concurso de Elegãncia Villa d’Este, em Itália e atualmente lidera a lista dos 10 carros de produção mais caros do mundo. Uma das caraterísticas do Rolls-Royce Sewptail é que ser um dos poucos automóveis da marca com apenas dois lugares e, desde o início foi pensado segundo o gosto e as indicações do cliente, que participou ativamente no seu desenvolvimento, mas de que não foram revelados nenhuns dados, nem mesmo o país de origem. Este será o automóvel mais exclusivo do mundo.

Veja também:

Valdemar Jorge Valdemar Jorge

No seu ADN encontramos a paixão pelos automóveis enrolada no gosto por contar histórias. Profissionalmente conta com 34 anos de jornalismo, praticamente os mesmos que o hobby que escolheu – a fotografia. O seu lugar favorito, hoje, é na estrada, sentado ao volante de um carro que vai ser apresentado amanhã, a fazer um teste drive para escrever a crónica que o prezado leitor poderá ler esta noite.

Também lhe pode interessar: