Publicidade:

Conheça a história dos carros mais rápidos do mundo

Desde a invenção da roda, da construção do primeiro carro, que o homem procura atingir maior velocidade. Conheça a história dos carros mais rápidos do mundo nos últimos anos.

Conheça a história dos carros mais rápidos do mundo
Todos os anos surge um superdesportivo mais rápido que o do ano anterior. Conheça os dos últimos 10 anos

De maneira a ficar a conhecer a história dos carros mais rápidos do mundo, comecemos pelo primeiro registo que se encontra na história do automóvel. Remonta a 1769, com a criação do motor a vapor de automóveis com capacidade para transporte de pessoas. Mais tarde, em 1807 surgem os primeiros carros movidos por motor a combustão interna a gás combustível e em 1885 é construído o antepassado dos modernos motores a gasolina com combustão a gasolina. No ano seguinte “nasce” o automóvel moderno – Benz Patent-Motorwagen –, pela mão do visionário Karl Benz.

A par deste impulso para a mobilidade das populações e fruto da visão de homens como Karl Benz, Ettore Bugatti, Ferdinand Porsche, Christian von Koenigsegg e tantos outros, o automóvel foi evoluindo não só mecanicamente, mas também devido às tendências de design exterior, tamanho, modas, e das preferências dos utilizadores.

A par de toda a evolução, um denominador comum esteve sempre, ou quase sempre presente: a velocidade. E deste modo surgem as primeiras corridas, quer em pista fechada, quer ligando grandes cidades do globo, colocando à prova a resistência de máquinas e pilotos.

Este desafio de encontrar o limite da velocidade máxima desponta, nos apaixonados por automóveis, verdadeiras legiões de seguidores das diversas marcas que se dedicam em exclusivo à criação dos denominados híperdesportivos ou superdesportivos. Estes produzidos sempre em número reduzido, muitas vezes só o essencial para que possam ser homologados.

Acresce que o valor de compra destas máquinas é sempre estratosférico – condizente com a exclusividade da marca e da “velocidade” que visam alcançar. Entram no capítulo dos carros de sonho.

A história dos carros mais rápidos do mundo: Conheça a lista

Como ponto prévio de referir que a história dos carros mais rápidos do mundo está construída por anos, de 2018 a 2009 e refere-se ao carro que, naquele ano, destronou o do ano anterior.

Elaborar esta lista poderá levar a que se cometa um ou outro erro, no sentido em que a informação que se encontra é díspar e nem sempre consentânea. E para tornar tudo mais difícil, o apuro das velocidades dos carros mais rápidos do mundo é de algum modo dificultado devido a não existir um método padrão (nem uma autoridade única), que seja utilizado por todas as marcas que anseiam este título.

Feita a ressalva fique a conhecer a lista dos carros mais rápidos do mundo:

2018 – Bugatti Chiron Sport
Marca/modelo: Bugatti Chiron Sport
Motor: 1.520 cv
Velocidade máxima: 420 km/h
0-100 km/h: 2,4 s

Bugatti Chiron Sport
A versão mais agressiva do Bugatti Chiron, o Bugatti Chiron Sport é 18 kg mais leve, tem vectorização dinâmica de binário e suspensão mais rígida. Tudo neste supercarro está pensado para obter o menos peso possível em benefício da velocidade. O motor 8.0 W16 é impressionante e o Bugatti Chiron Sport é, atualmente, o líder em 2018 da lista.

2017 – Koenigsegg One-1
Marca/modelo: Koenigsegg One-1
Motor: 1.400 cv
Velocidade máxima: 450 km/h
0-400 km/h: 20 s

Koenigsegg One-1
A Koenigsegg, exclusiva marca com sede em Ängelholm, Suécia, reclama, neste ano, que o título do carro mais veloz do mundo pertence ao One:1, superdesportivo com motor de 1.341 cv, com prestações verdadeiramente fantásticas, mas que carecem de comprovação. A máquina não chegou a ser produzida em número suficiente para respeitar os regulamentos que permitem figurar no livro de recordes Guiness. Ficaram as intenções e o registo de possível carro mais rápido em 2017.

2016 – Bugatti Chiron
Marca/modelo: Bugatti Chiron
Motor: 1.500 cv
Velocidade máxima: 420 km/h
0-100 km/h: 2,4 s / 0-400 km/h: 32,6 s

Bugatti Chiron
A Bugatti tem vários títulos de “carro mais rápido” que reparte, em anos diferentes com a “rival” Koenigsegg. Em 2016 o título era do Chiron com imponente motor W16, com 4 turbocompressores, que debita 1500 cv e leva esta supermáquina aos 420 km/h. A velocidade máxima é limitada eletronicamente a 420 km, sem a chave específica, por razões de segurança. No entanto, a velocidade máxima sem limitação segundo indicação da marca é de 465 km/h. Uma obra de arte sobre rodas que figura na lista dos carros mais rápidos do mundo.

2015 – Koenigsegg Agera R
Marca/modelo: Koenigsegg Agera R
Motor: 1.030 cv
Velocidade máxima: 442 km/h
0-100 km/h: 2,9 s

Koenigsegg Agera R
Entre 2011 e 2014 só foram fabricadas 18 unidades do Koenigsegg Agera R, modelo que reúne todas as capacidades da versão Agera, mas que foi alvo de melhoramentos ao nível da performance e do design, que o tornam mais dinâmico. Um dos principais aperfeiçoamentos refere-se ao para-choques e capot frontal construídos em fibra de carbono, entradas de ar redesenhadas e escape Aero que na prática permite o aumento da potência e do limite de rotações do motor,

2014 – Hennessey Venom GT
Marca/modelo: Hennessey Venom GT
Motor: 1.244 cv
Velocidade máxima: 435 km/h
0-100 km/h: 2,7 s / 0-300 km/h: 13,63 s

Hennessey Venom GT
O recorde do Hennessey Venom GT foi obtido na pista da NASA (fevereiro de 2014), que tem uma extensão de 5 quilómetros. Construído sobre o eficiente chassis do Lotus Exige o Venom GT atingiu a velocidade máxima de 435,31 km/h posicionando-se como o carro de série mais rápido do mundo em 2014. Este recorde, no entanto, não é oficial à luz das regras do Guiness World Records que exige que o teste seja feito em duas direções, o que não aconteceu. A produção do Venom GT foi limitada a 29 unidades sendo só reconhecido como de produção após a construção de 30 exemplares.

2013 – Bugatti Veyron 16.4 Super Sport
Marca/modelo: Bugatti Veyron 16.4 Super Sport
Motor: 1.244 cv
Velocidade máxima: 431 km/h
0-100 km/h: 2,4 s

Bugatti Veyron 16.4 Super Sport
A Bugatti aparece na lista dos carros mais rápidos do mundo, quatro vezes. Esta é a terceira. A versão original do Veyron tinha velocidade máxima de 407 km/h e, curiosamente foi eleito como carro da década (anos 2001 a 2009), pelo programa Top Gear da BBC. Com motor W16 AWD a versão Veyron SS devido às suas caraterísticas especiais foi considerada pelo Guiness World Records como o «carro de rua mais rápido do mundo».

2012 – SSC Tuatara
Marca/modelo: SSC Tuatara
Motor: 1.350 cv
Velocidade máxima: 442 km/h
0-100 km/h: 2,8 s

SSC Tuatara
Posicionou-se como um dos grandes adversários do Bugatti Veyron e desafiou o título de carro mais rápido do mundo figurando por isso nesta lista. O nome Tuatara tem origem na designação Maori para um tipo de lagarto nativo da Nova Zelândia e assenta que nem uma luva neste superdesportivo que, em 2012, é considerado o carro mais rápido do mundo. As suas credenciais e o facto de apostar numa aerodinâmica muito refinada posicionaram-no na lista dos melhores ao cumprir o tradicional 0-100 km/h em 2,8 s.

2011 – Koenigsegg Agera R
Marca/modelo: Koenigsegg Agera R
Motor: 1.115 cv
Velocidade máxima: 440 km/h
0-100 km/h: 2,9 s

Koenigsegg Agera R
Salão Automóvel de Genebra, 2011. Foi aqui que o Koenigsegg Agera R foi apresentado ao mundo, com pintura Speed Racer e “calçado” com pneus Michelin especiais, constituiu uma estreia inolvidável. Com credenciais de se lhe “tirar o chapéu”, em 2011, o Agera R (2011-2014) saltava para o topo da lista dos carros mais rápidos do mundo. No seu “currículo” em setembro de 2011 e após testes realizados em Ängelholm, registava a quebra de seis recordes mundiais de velocidade terrestre para um carro de produção, incluindo 0-300 km/h em 14,53 segundos e 0-300-0 km/h em apenas 21,19 segundos.

2010 – Bugatti Veyron 16.4 SS
Marca/modelo: Bugatti Veyron 16.4 SS
Motor: 1.200 cv
Velocidade máxima: 432 km/h
0-100 km/h: 2,7 s / 0-300 km/h: 16.2 s

Bugatti Veyron 16.4 SS
Não há dúvidas de que a Bugatti, sempre que se fala de carros mais rápidos do mundo, inscreve o seu nome mais do que uma vez nessa lista. A “febre” de quebrar recordes de velocidade vem de 1899 quando Camille Jenatzy ultrapassou, pela primeira vez, a barreira dos 100 km/h. Mas isto é história. E o Veyron 16.4 SS em 2010, também fez história, com Pierre-Henri Raphanel que na pista de testes da Volkswagen, em Ehra-Lessien, atingiu os 431,072 km/h (velocidade média de duas passagens em sentidos opostos). De realçar que na reta daquela mesma pista atingiu a velocidade de 434,2 km/h. Recorde batido e carro mais rápido do mundo em 2010.

2009 – SSC Ultimate Aero TT
Marca/modelo: SSC Ultimate Aero TT
Motor: 1.287 cv
Velocidade máxima: 432 km/h
0-100 km/h: 2,7 s

SSC Ultimate Aero TT
Produzido pela SSC North America (conhecida também como Shelby Super Cars), de 2006 a 2013, o SSC Ultimate Aero Twin Turbo é um superdesportivo com motor central. O modelo era vendido sem ajudas eletrónicas. O recorde do SSC Ultimate Aero TT foi homologado em 13 de setembro de 2007, em West Richland, Estados Unidos, e verificado pelo Guinness World Records em 9 de outubro do mesmo ano. Quebrou o recorde oficial conseguido pelo Koenigsegg CCR – 388 km/h –, e o recorde de velocidade não oficial do Bugatti Veyron, de 408, 47 km/h.

 

Veja também: