Publicidade:

Cartão de Cidadão urgente: como conseguir a entrega em 3 dias úteis

Pedir um Cartão de Cidadão urgente pode vir a ser uma necessidade. É mais caro do que o pedido normal, mas o pedido é simples.

Cartão de Cidadão urgente: como conseguir a entrega em 3 dias úteis
Serviços de identificação agilizam e diversificam modalidades

Quando foi a última vez que olhou para a validade do seu Cartão de Cidadão? É que ele está a comemorar 10 anos, por isso, se foi dos primeiros a tê-lo convém confirmar se não está a precisar de renovação. Se por acaso foi, não se preocupe, pois há novas modalidades que permitem tê-lo atualizado em pouco tempo. O Cartão de Cidadão urgente, por exemplo, demora três dias úteis a ser entregue.

Cartão de Cidadão urgente: a rapidez paga-se


cartão de cidadão urgente

O pedido normal e os pedidos de renovação online demoram 8 dias úteis a ser entregues. A renovação pode ser pedida, além da aproximação do fim da validade, se o perdeu ou foi roubado, se perdeu os códigos ou se pretender alterar alguns dos dados impressos (nomeadamente apelidos, filiação ou nacionalidade), já que as alterações de morada não necessitam de renovação. Pode até fazê-lo via Internet.

No entanto, sempre que for pedido um Cartão de Cidadão urgente, os serviços comprometem-se a fazer a entrega em 3 dias úteis, se for em Portugal Continental, até 5 dias nas ilhas de Açores e Madeira e na Europa. Até 7 dias no resto do Mundo.

Claro que a rapidez se paga e um pedido de Cartão de Cidadão urgente fica mais caro do que um normal. Mais concretamente, o dobro. Um pedido normal com entrega em Portugal fica entre os 15€ e os 18€, dependendo se tem validade de 5 ou 10 anos, enquanto que o pedido de Cartão de Cidadão urgente ascende aos 30€ e 33€.

Para entrega no estrangeiro, o valor também mais que duplica, de 20€ a 23€ no pedido normal para 45€ a 48€ no Cartão de Cidadão urgente (ver preçário).

Onde pedir?

Tal como é válido em todo o país e nos corpos consulares, o Cartão de Cidadão urgente também pode ser pedido no estrangeiro, através dos consulados portugueses de diversos países. Em Portugal, os pedidos podem ser feitos nas Lojas do Cidadão ou Espaços Cidadão ou nos balcões do Instituto de Registos e Notariado (que sugerem sempre um agendamento para fugir às filas).

Pode ser pedido por qualquer cidadão português, independentemente de onde mora, a partir dos 20 anos. Os cidadãos brasileiros com título de residência válido também podem pedi-lo, tendo o mesmo valor do Cartão de Residência.

Cartão de Cidadão urgente não basta? Alternativas


Quando há mesmo uma urgência premente e os três dias do Cartão de Cidadão urgente parecem uma eternidade, há sempre a possibilidade de fazer um pedido “muito urgente”, para entrega nos serviços centrais de Lisboa do Instituto de Recursos e Notariado. O seu custo é de 50€.

Em situações limite, há ainda a possibilidade de pedir o Cartão de Cidadão provisório. Este só pode ser emitido em casos de urgência comprovada. É entregue no próprio dia ou no primeiro dia útil seguinte, só tem validade de 90 dias e apenas pode ser pedido em Portugal.

Veja também:

O E-Konomista disponibiliza e atualiza informação, não presta serviços de aconselhamento fiscal, jurídico ou financeiro. O E-Konomista não é proprietário nem responsável pelos produtos e serviços de terceiros apresentados, por conseguinte não será responsável por quaisquer perdas ou danos que possam resultar de quaisquer imprecisões ou omissões. A informação está atualizada até à data apresentada na página e é prestada de forma geral e abstrata, tratando-se de textos meramente informativos, pelo que não constitui qualquer garantia nem dispensa a assistência profissional qualificada. Se pretender sugerir uma atualização, por favor, envie-nos a sua sugestão para: [email protected].