Publicidade:

Inspire-se com casas vitorianas: vamos fazer uma viagem ao passado

Se acha que o estilo das casas vitorianas é coisa do passado, engana-se. Remete ao século XVII, mas pode perfeitamente aplicar-se a casas modernas!

Inspire-se com casas vitorianas: vamos fazer uma viagem ao passado
Uma herança do Reino Unido

Preparado para um pouco de história da arquitetura? Sabia que os estilos decorativos na arquitetura britânica estão quase sempre associados aos períodos de acordo com quem reinava na época? As casas vitorianas não são exceção! Por isso mesmo, este estilo remete ao reinado da Rainha Vitória (era Vitoriana), entre 1837 a 1901 – altura em que estas casas começaram a ser construídas.

Mas, então, o que é isto das casas vitorianas? Muito comuns por todo o Reino Unido – até porque estas casas coincidem com o momento da Revolução Industrial, momento de grande explosão da população urbana – estas casas fazem lembrar quase aquelas casinhas de bonecas típicas.

São geralmente casas construídas em filas – em Portugal muito conhecidas como casas geminadas, apesar de haver algumas exceções com casas com todas as frentes disponíveis – estas eram geralmente de população bastante mais abastada.

E apesar de tipicamente serem associadas ao passado e a tradição, a verdade é que as casas vitorianas têm um encanto como poucas outras e algumas das suas características podem perfeitamente ser adaptadas a casas mais modernas e contemporâneas.

Quer conhecer alguns dos seus traços mais comuns? Fique connosco!

As 7 principais características das casas vitorianas


1. Janelas em profundidade

Esta primeira característica das casas vitorianas é uma das que apaixona qualquer um! Sabe aquelas janelas que têm uma saliência para fora da fachada e onde se pode, inclusivamente, construir um banquinho de arrumação ao longo da mesma? Pois elas são uma das características mais típicas deste estilo.

Capazes de atrair mais luminosidade para dentro de casa – coisa que em Inglaterra é tremendamente importante – estas janelas dão também a forte sensação de que o espaço é mais amplo.

 

2. Piso em mosaico

Esta característica é muito comum de ver nos filmes passados em Inglaterra: quando uma determinada família entra numa casa típica, o chão da entrada é geralmente composto por tijoleira com mosaicos em duas ou três cores. E o efeito é verdadeiramente bonito!

Em algumas casas vitorianas estes pisos acabam por ser colocados também em salas de jantar e cozinhas – apesar de não ser tão comum. As cores mais utilizadas eram o vermelho, branco, preto, azul e bordô, combinando uma ou duas delas.

Se está a pensar dar um novo ar lá em casa e gostava de imprimir uns detalhes vitorianos, esta pode ser uma excelente opção!

 

Conheça o estilo de decoração boêmio >>

3. Lareiras

Elemento obrigatório! Todas (ou quase todas claro) as casas vitorianas têm uma lareira. Até porque nesta altura, raríssima era a casa que não possuía lareira. Em termos de características da própria lareira, o seu exterior era geralmente feito de pedra, mármore ou madeira, e, por vezes, decoradas com azulejos.

Esta pode ser uma boa sugestão para imprimir algum charme à sua sala de estar ou jantar. E não se preocupe se a lareira for a ‘fingir’ – só o seu aspeto vai fazer toda a diferença. Se gostava mesmo que além da imagem da lareira houvesse uma forma de a colocar a funcionar mas sem furações e buracos, pode sempre comprar um recuperador de calor e fazer esta ‘moldura’ com uma estrutura exterior.

 

4. Vitrais

As casas vitorianas surgiram no período em que o estilo neogótico vigorava também. E uma das principais características deste estilo são precisamente os vitrais. Daí que uma grande parte destas casas tenha também vitrais em alguma parte da sua fachada.

Apesar de ser mais difícil hoje em dia de aplicar este pormenor numa casa contemporânea, quando bem pensado um pequeno detalhe de vitral pode até tornar a casa mais luxuosa e delicada.

 

5. Pé direito alto

Se há coisa que distingue bem as casas vitorianas das casas standard é o seu pé direito – alto, muito alto! Hoje em dia, sobretudo na realidade citadina, é muito difícil encontrar casas com uma altura considerável – até por uma questão de necessidade extrema de gestão de espaço e do preço do metro quadrado. Mas é um facto que esta característica típica das casas vitorianas torna logo um espaço mais sumptuoso e luxuoso.

Saiba mais sobre a decoração escandinava >>

 

6. Divisórias ‘cheias’

Uma das coisas típicas das casas vitorianas é mesmo a grande quantidade de itens decorativos em cada uma das divisórias. A era vitoriana era uma era de ostentação e de luxo, características que se refletiam nas casas!

Salas com cortinados bem caros, sofás e cadeirões rebuscados, tapeçaria fina e várias peças decorativas a encher cristaleiras e vitrines são elementos quase ‘obrigatórios’ deste estilo e podem ser adaptados à realidade de sua casa para um cheirinho deste estilo decorativo!

7. Candeeiros chamativos

Esqueça os focos! Se há coisa em que tem de apostar se quer recriar um pouco do estilo das casas vitorianas é nos candeeiros. Querem-se peças bem grandes, com detalhes de luxo e várias ramificações de preferência. Aqueles candeeiros a imitar candelabros com velas acesas serão os ideais para um toque vitoriano à sua casa!

 

Veja também:

Helena Peixoto Helena Peixoto

‘If you can dream it, you can do it’: é assim que gosta de pensar e viver a vida. Casada, com um filho e com um cão, vê na família e amigos os seus bens mais preciosos, mas não passa sem um bom desafio profissional. Comunicar é a ‘sua praia’, seja em canais mais institucionais ou meios mais informais. Adora um bom filme, uma viagem dentro ou fora do país, é apaixonada por animais e anda sempre ‘à caça’ das últimas promoções.

Limpeza e Arrumação