Publicidade:

Chá para grávidas: que tipos de chás pode tomar e quais deve evitar

A gravidez é um período muito importante na vida das mulheres. Que tipos de chá para grávidas devem ser consumidos? E quais deve evitar? Descubra tudo.

Chá para grávidas: que tipos de chás pode tomar e quais deve evitar
Saiba qual é o tipo de chá para grávidas mais indicado

A gravidez desperta na mulher uma série de dúvidas em relação a diversos assuntos. A ingestão de chás é uma delas. O hábito de beber chá é praticado há milhares de anos e sempre aliado a boas razões, no entanto, o chá para grávidas nem sempre é benéfico.

Normalmente, o chá é utilizado para aliviar as dores de cabeça, estômago, para emagrecer, combater as insónias ou até mesmo para aquecer quando as temperaturas descem. No entanto, deve ter em conta que alguns tipos de ervas bem como sabores, podem ser prejudiciais para a saúde da grávida.

Qual a importância do chá para grávidas?


A alimentação é bastante importante durante o período de gestação. Por esse mesmo motivo, existem certos alimentos que deve ingerir e outros que deve optar por evitar.

A toma de chá é, em geral, associada como algo bom para qualquer tipo de pessoa, contudo nem sempre se aconselha a toma de alguns chás em específico.

O chá é importante para o organismo da grávida, devido ao facto de conter polifenóis. Estas são substâncias antioxidantes que desempenham um papel fundamental no que toca à prevenção de doenças cardiovasculares, diabetes e até mesmo obesidade, atuando ainda em alguns processos como anti-inflamatórios.

Se está grávida, beber um copo de chá logo pela manhã pode ajudá-la a melhorar o seu dia, relaxando o seu corpo e acalmando a sua mente. Para além disso, o chá pode ser uma alternativa ao consumo de água, o que irá contribuir para manter a hidratação adequada e paralelamente, fornecer nutrientes que serão facilmente absorvidos pelo organismo.

chá para grávidas

5 chás na gravidez que pode beber

1. Chá de framboesa

O chá de framboesa é utilizado com frequência especialmente durante o terceiro trimestre da gravidez. É rico em magnésio e cálcio e ajuda a preparar o útero para o trabalho de parto para além de ainda prevenir as possíveis hemorragias pós-parto. A partir das 24 semanas de gestação, pode beber-se uma chávena por dia, contudo a partir das 37 semanas este valor já aumenta até três chávenas por dia.

2. Chá de urtiga

Frequentemente utilizado durante a gravidez, este chá é rico em minerais e vitaminas como vitamina A, vitamina C e vitamina K, ferro e potássio. Tome nota: este chá deve ser preparado com as folhas secas da urtiga e não com a raíz. Durante o período de gestação, pode beber até duas chávenas por dia.

Chá de dente-de-leão

Bastante conhecido pelas suas propriedades diuréticas, este chá pode ser útil nos últimos meses da gravidez, visto que é um período em que as mulheres apresentam, normalmente, retenção de líquidos. No entanto, deve ter algum cuidado porque apesar de não ser contraindicado, o chá de dente-de-leão pode interferir na eficácia de alguns medicamentos que possa estar a tomar (como anticoagulantes ou antibióticos).

3. Chá de gengibre

Ajuda a atenuar as náuseas, alivia alguns problemas de estômago e facilita o processo de digestão. Este chá não deve ser consumido em doses superiores a três chávenas por dia.

4. Chá de rooibos

É um dos chás mais conhecidos no que toca à gravidez, por ter um aroma doce e um sabor suave mas também pelas suas propriedades. É usado para aliviar as cólicas e refluxo, e ajuda ainda na digestão. Contém cálcio, magnésio, é isento de cafeína e funciona como um antioxidante.

5. Chá de camomila

Durante a gravidez, este chá pode ajudar a melhorar sinusites, o processo de digestão, ansiedade e insónias. Atua como calmante, anti-inflamatório e antibacteriano, fatores estes que contribuem para o fortalecimento do sistema imunitário. Aconselha-se a beber uma chávena por dia, normalmente à noite.

Azia na gravidez: como evitar >>

Porque alguns chás não são aconselhados na gravidez?


Apesar do mito de que os chás e ervas contribuem para o bem-estar do seu organismo, existem alguns tipos que podem ter efeitos negativos quando ingeridos no período de gestação. É importante ter em conta que o seu feto está desprotegido, e por esse motivo não está preparado para receber certos tipos de substâncias com as quais o seu corpo já está habituado a lidar.

O chá de canela é um dos exemplos de chás que não deve tomar ao longo da gravidez. Pode contribuir para o aparecimento de complicações nos músculos do útero, fazendo com que afete negativamente o feto.

Outro exemplo é o chá de hortelã, que mesmo não trazendo consequências tão graves, acaba por não ser benéfico para o seu bebé também. Este chá interfere diretamente com o leite que é produzido pelo seu organismo.

Para além destes, deve tomar cuidado com o chá de arruda. Este contém uma substância tóxica, intitulada de ascaridol, que combate os parasitas no intestino e pode contribuir para um aborto inesperado.

5 chás na gravidez que deve evitar

1. Chá preto

O chá preto contém uma boa quantidade de cafeína, que não é de todo indicada durante a gravidez. Poderá deixar a grávida mais ansiosa e nervosa, e posteriormente poderá também afetar o feto.

2. Chá verde

Assim como o chá preto, este chá também contém uma percentagem considerável de cafeína. No entanto, esta percentagem está presente em menor quantidade, não diminuindo os efeitos negativos para a gestante e consecutivamente para o feto. O chá verde contribui para reduzir a absorção de ácido fólico, um nutriente essencial durante os nove meses de gestação.

3. Chá de canela

Quando consumido em excesso, pode contribuir para o aparecimento de complicações nos músculos do útero, dificultando o trabalho de parto e afetando negativamente o feto.

4. Chá de hortelã

O chá de hortelã pode interferir diretamente com o leite que a grávida produz para amamentar o bebé.

5. Chá de arruda

Contém uma substância bastante tóxica, o ascaridol, que pode mesmo levar a um aborto. Esta substância atua nos intestinos e combate os parasitas que lá possam residir. É de todos, considerado o pior chá para tomar durante a gravidez.

Saiba o que deve comer para ter uma gravidez mais saudável >>

Algumas recomendações para grávidas que adoram beber chá

Queremos que a sua gravidez seja um período tranquilo e sem problemas associados à sua saúde e à do seu feto, por isso criamos uma lista de recomendações no que diz respeito à toma de chás:

  • não tome mais do que as doses indicadas para cada um dos chás considerados como benéficos;
  • não abuse no consumo de chás de ervas, a longo prazo podem causar problemas no útero;
  • de entre os chás indicados para toma durante a gravidez, faça um esforço para alternar entre eles de forma a que não ingira sempre o mesmo;
  • no caso de surgirem algumas questões, não hesite em contactar o seu médico.

Veja também: