Comareira: tradição e aventura na mais pequena das Aldeias do Xisto

A Comareira, em plena Serra da Lousã, é a mais pequena de todas as Aldeias do Xisto e uma das mais bonitas. Parta em busca de tradição, natureza e aventura.

Comareira: tradição e aventura na mais pequena das Aldeias do Xisto
Conheça a pitoresca Aldeia da Comareira

Integrada no conjunto das quatro Aldeias do Xisto do concelho de Góis, a Aldeia da Comareira é a mais pequena de toda a rede e, talvez por isso, uma das mais genuínas. Soalheira e com casas aninhadas umas nas outras, é o sítio ideal para fugir ao burburinho da cidade e perder-se em paisagens de cortar respiração. Tempere o corpo com o ar do campo e retempere a alma com a simpatia das gentes locais ao explorar uma região tão cheia de tudo – praias fluviais, museus com tradição e florestas perfumadas.

O que fazer na Aldeia da Comareira

1. Uma visita ao Ecomuseu das Tradições do Xisto

ComareiraFonte: ADXTUR-Lousitânea

A Comareira é uma das aldeias abrangidas pela dinâmica criada em torno deste museu vivo e, por isso, um pequeno retiro onde se fixar para poder mergulhar nas tradições e vivências da Serra da Lousã. Centrado nas Aldeias do Xisto de Góis e na Rede Natura 2000, o Ecomuseu das Tradições do Xisto é uma estrutura aberta onde a parte humana e ambiental deste território coexistem harmoniosamente, fazendo-o viajar no tempo.

Com uma maternidade de árvores e um Núcleo Asinino, entre tantos outros projectos singulares e felizes, quando no ecomuseu, poderá apadrinhar um rebento, visitar os burros Golias, Gaitano e Xisto, e, assim, explorar, sem medo, um território impressionante a nível geológico, dos icnofósseis, da fauna e da flora.

2. Uma viagem em BTT pelas Aldeias do Xisto

Comareira

Se tiver a oportunidade de deixar para trás a rotina durante uma semana, a viagem em BTT pelas Aldeias do Xisto, organizada pela Portugal A2Z Walking & Biking, é o programa ideal para si. Pedalando de aldeia em aldeia, por entre paisagens deslumbrantes, é uma aventura que o levará a conhecer, de forma original, uma região de uma beleza natural e calor humano extraordinários.

O trilho tem início na Aldeia do Xisto do Talasnal, continuando pelas Aldeias do Candal, Cerdeira e Aigra Nova, e termina na pequena, e aqui aclamada, Aldeia do Xisto da Comareira, ideal para recuperar energias.

Preço por pessoa: 890€ (agora 623€) Ver experiência em bookinxisto.com/pt >>

3. Um passeio pedestre pelas Aldeias de Góis

Comareira

O Caminho do Xisto das Aldeias de Góis é uma das sugestões que lhe fazemos para poder explorar o território que rodeia a pequena Aldeia da Comareira. Com 12,7 quilómetros, o chamado Trilho do Baile tem início em Aigra Velha, a Aldeia do Xisto que se encontra a maior altitude, e segue, depois, até ao Parque Florestal da Oitava, onde há um parque de merendas ideal para petiscar pequenas iguarias e recuperar energias à sombra. Pelo caminho, o viajante poderá visitar as aldeias dos Povorais e da Pena antes de regressar à povoação de Aigra Velha.

Onde ficar

Ninho da Coruja, Casa de Campo da Comareira

Comareira

Com o slogan “No topo da serra com vista para o mundo”, o Ninho da Coruja é um estúdio no piso superior da Casa de Campo da Comareira com cozinha equipada, uma sala, um quarto com cama de casal e uma casa de banho. Faça-se à estrada e desligue-se do Mundo nesta Aldeia tão genuína e numa casa com uma vista de cortar respiração.

Preço por noite (casa inteira, 2 hóspedes, pequeno-almoço incluído): 60€ (agora 42€) Ver alojamento em bookinxisto.com/pt >>

Prado do Corço, Casa de Campo da Comareira

Comareira

No rés do chão da Casa da Comareira, o Prado do Corço é um quarto de casal com casa de banho privativa e um terraço onde os hóspedes, felizes e aninhados na Natureza, podem desfrutar de uma belíssima paisagem.

Preço por noite (cama de casal, 2 hóspedes, pequeno almoço incluído): 45€ (agora 31,5€) Ver alojamento em bookinxisto.com/pt >>

Veja também:

 

Isadora Freitas Isadora Freitas

Isadora Freitas é licenciada em Jornalismo e tirou o Mestrado Europeu em Direitos Humanos. Encontra-se atualmente no Camboja, onde ensina Português a guias turísticos e procura explorar esse canto do Mundo. Gosta de ler, escrever, fazer teatro e é apaixonada por rádio e fotografia. É apreciadora de pequenas coisas e gosta de contribuir para as grandes