Publicidade:

Comida inteligente: a dieta que é pura ciência e fácil de seguir

Uma dieta para ser mais esperto e viver mais? Nova revolução alimentar defende a ingestão de legumes, verduras e frutas, massas e pães. Saiba mais sobre a comida inteligente.

Comida inteligente: a dieta que é pura ciência e fácil de seguir
Descubra mais sobre esta revolução alimentar

A máxima “somos o que comemos” nunca esteve tão na moda e é defendida por diversos investigadores ligados à comida inteligente – regime alimentar que defende que devemos comer para que o nosso sistema nervoso desenvolva ao máximo as suas capacidades.

Jean-Marie Bourre, autor da obra “Comida Inteligente – A Dietética do Cérebro” é apenas um bom exemplo disso mesmo. O neurólogo e nutricionista retrata a química complexa que une o nosso prato ao sistema nervoso, através do mundo das proteínas, das vitaminas, dos sais minerais e das gorduras, ao mesmo tempo que faz o ponto da situação das mais avançadas pesquisas no domínio da dietética do cérebro. Em suma, a comida inteligente é um hino à boa comida, cheia de nutrientes que ajudam o corpo a manter-se saudável bem como a prolongar a longevidade com saúde.

Comida inteligente: é tempo de comer melhor


Este conceito não é difícil de incorporar no nosso quotidiano. Veja como:

  • Substituir um croissant por uma fatia de pão integral – equivale a menos 100 kcal;
  • Comer uma maçã ao invés de quatro biscoitos – equivale a menos 80 kcal;
  • Trocar um copo de cerveja por uma chávena de chá – equivale a menos 120 kcal;
  • Cortar pela metade a fatia da torta ou bolo – equivale a menos 100/200 kcal;
  • Beber água ao invés de alguma bebida açucarada – equivale a menos 100/120 kcal;
  • Temperar saladas com azeite, vinagre ou limão e abandonar a maionese e outros molhos – equivale a menos 50 kcal;
  • Eliminar 4 colheres de açúcar do chá ou do café que toma ao longo do dia – equivale a menos 160 kcal.

Comida inteligente: quais os ingredientes que pode comer?


São quase 30 os alimentos que ajudam a prolongar a longevidade e a manter a qualidade de vida:

  • Laranjas;
  • Espargos;
  • Alcaparras;
  • Couve roxa;
  • Cereja;
  • Chocolate;
  • Curcuma;
  • Cebola;
  • Morango;
  • Frutos vermelhos;
  • Alface;
  • Batata doce roxa;
  • Beringela;
  • Maçã;
  • Ameixa preta;
  • Pimenta;
  • Paprika;
  • Chá verde;
  • Chá preto;
  • Uvas;
  • Cereais integrais e derivados;
  • Alho;
  • Ervas aromáticas;
  • Oleaginosas;
  • Leguminosas;
  • Azeita extra vigem;
  • Sementes oleosas, como linhaça, girassol e abóbora.

Receitas de comida inteligente


Couve roxa estufada com maçã

couve roxa com maçã

Ingredientes
1/2 couve roxa cortada em juliana
2 maçãs médias descascadas e cortadas em cubinhos
1 cebola picada
60ml vinagre de sidra
1/4 colher de chá de sal
200ml de água quente
1 colher de chá de manteiga

Modo de preparação

  1. Saltear, num tacho, a cebola com a manteiga até ficar translucida.
  2. Juntar os restantes ingredientes, mexer e cobri o tacho com a tampa.
  3. Deixar cozinhar, em lume brando, durante 30 minutos.

Iogurte com frutos vermelhos

iogurte com frutos vermelhos

Ingredientes
200gr de frutos vermelhos congelados
4dl de natas de soja
3 iogurtes naturais
2 iogurtes com aroma de frutos silvestres
2 colheres de sopa de mel

Modo de preparação

  1. Deitar os frutos vermelhos e o mel num tacho, envolver bem e levar ao lume brando até que fique com a consistência de doce. Retirar do lume e deixar arrefecer.
  2. Numa tigela, deitar os iogurtes naturais e de frutos silvestres e mexer bem.
  3. Noutra tigela, bater as natas em chantilly e envolver na tigela dos iogurtes.
  4. Juntar depois o doce de frutos vermelhos e envolver suavemente.
  5. Distribuir por taças e levar ao frio até à hora de servir. Decorar a gosto.

Doce de batata roxa

doce de batata doce roxa

Ingredientes
700gr de batata-roxa
4 cravos-da-índia
1 pedaço de canela em pau
4 chávenas de chá de água
2 chávenas de chá de açúcar
1 colher de chá de essência de baunilha

Modo de preparação

  1. Descascar as batatas e cortar em pedaços pequenos.
  2. Colocar numa panela de pressão, juntar os cravos, a canela e cobrir com a água fria.
  3. Tapar a panela, levar ao fogo médio e cozinhar durante aproximadamente 10 minutos ou até as batatas ficarem macias.
  4. Desligar o fogo, esperar até sair toda a pressão e abrir a panela. Escorrer a água, eliminar os cravos e a canela.
  5. Numa panela, juntar a essência de baunilha a uma chávena e meia de chá de água e deixar ferver.
  6. Juntar as batatas pré-cozidas e deixar cozinhar durante mais 5 minutos.
  7. Tirar do fogo, deixar esfriar e passar para uma tigela.

Salada de lentilhas, frango e vinagrete

salada de lentilhas com frango

Ingredientes para a salada
350gr de lentilhas
1 peito de frango
4 tomates pequenos
2 cebolas (1 roxa e outra branca)
100gr de milho doce
100gr de rúcula
1 colher de orégãos
1 colher de cominhos
Pimenta negra moída
Ervas aromáticas a gosto
Azeite
Sal

Ingredientes para o vinagrete
12 folhas de hortelã-verde
1 dente de alho
Azeite
Sumo de um limão
Sal

Modo de preparação

  1. Deixar as lentilhas de molho durante a noite anterior.
  2. Colocar as lentilhas numa panela para cozinhar com os orégãos, cebola branca cortada, cominhos, sal, azeite e pimenta negra. Quando estiver a ferver, coloque no mínimo e deixar cozinhar mais 40 minutos. Escorrer e deixe esfriar.
  3. Fatiar o peito de frango, adicionar sal e pimenta e temperar com as ervas aromáticas. Grelhar sem nada ou com um pouco de azeite.
  4. Cortar os tomates em pequenos quadrados e a cebola roxa em pequenas tiras. Misturar com as lentilhas e o milho doce.
  5. Preparar o vinagrete à parte da seguinte maneira: no copo da batedeira misturar o alho, as folhas de hortelã-verde, o sumo de limão e o azeite de oliva até obter um creme leve.
  6. Para servir, primeiro colocar a salada de legumes e verduras e por cima as fatias de frango.

Veja também: