Publicidade:

Saiba como lidar com a rejeição em contexto de trabalho

A rejeição no trabalho pode surgir de formas diferentes. Aprenda a lidar com a situação de forma graciosa e sem comprometer a sua reputação profissional.

Saiba como lidar com a rejeição em contexto de trabalho
Dicas importantes para lidar com o problema

A capacidade de lidar com a rejeição é exercitada ao longo da vida e nos mais variados contextos. No trabalho, pode ser especialmente difícil, mas é possível.

As situações de rejeição que todos vamos experienciando ao longo da vida, apesar de desagradáveis, são geralmente promotoras de desenvolvimento. E o mesmo se aplica ao trabalho e à carreira. Se a rejeição acontecer no trabalho, estaremos preparados para lidar com ela?

A rejeição no decurso da vida profissional de qualquer trabalhador pode não se traduzir necessariamente em despedimento. A situação tanto pode ser passageira, como perdurar. Pode ainda estar associada à execução de tarefas, como às competências pessoais e profissionais da pessoa.

Rejeição no trabalho – as diferentes formas que pode assumir


A rejeição pode chegar de várias formas diferentes: desde ser retirada a possibilidade de promoção, passando por cortes de orçamento aos nossos projetos, clientes que debandam para a empresa concorrente, situações de despedimento, conflitos com um colega ou superior, entre muitas outras.

Qualquer uma destas situações pode deixar marcas e abalar, ainda que temporariamente, a sua autoconfiança.

Acontece a todos!

A verdade é que a rejeição no trabalho é algo que, mais tarde ou mais cedo, acontece a todos, incluindo às pessoas de sucesso. Aliás, é frequente vermos associados a pessoas bem sucedidas um ou mais casos de rejeição no decurso da sua ascensão, o que nos leva a concluir que por vezes talvez sejam estas situações especialmente difíceis que fazem com que as pessoas se superem a si mesmas.

As pessoas de sucesso não aprendem a evitar a rejeição, mas a lidar com ela, ou até a encará-la como uma nova oportunidade.

6 estratégias para lidar com a rejeição


rejeição

Lidar com a rejeição passa por assimilar a dor emocional e colher as aprendizagens retiradas dessa situação, demonstrando que a mesma não o impede de chegar mais longe.

Se precisa de auxílio para lidar com a rejeição da melhor maneira, ou seja, de forma profissional e com graciosidade, experimente as dicas que lhe damos.

1. Reconhecer que possa ser justa

Superado o choque de não vermos reconhecido o nosso mérito, o nosso esforço, ou o nosso talento, existe sempre a possibilidade de, na base da rejeição, estar algo que até faça sentido. Ninguém é perfeito, e nós podemos ter errado, ou alguém pode ser mais qualificado do que nós para fazer um determinado trabalho. Ter a consciência do que somos e dos nossos limites é importante para conseguirmos discernir se por detrás da rejeição está uma injustiça ou não.

2. Identificar a fonte e a razão da rejeição

Saber de onde vem a rejeição no trabalho é meio caminho andado para saber como lidar com ela. O pior que pode acontecer a um trabalhador é sentir-se rejeitado no local de trabalho mas não saber por que aconteceu. Isso poderá levar a que comece a “disparar” em todos os sentidos, ou seja, a atribuir culpas de forma injustificada.

Portanto, antes de agir, deverá tentar saber de onde vem o sentimento de rejeição – será do seu superior, ou de algum colega influente, ou um cliente que não gostou de alguma coisa que lhe transmitiu nalguma reunião? Ou terá sido alguém da empresa concorrente que tentou minar o seu trabalho?

Numa situação destas, o melhor que temos a fazer é ir juntando os nossos maiores aliados, e ir pedindo o seu feedback. Se está sem pistas sobre como descobrir de onde vem esse sentimento, fale abertamente com um colega ou com um mentor cuja opinião valoriza, e em quem confia.

3. Não rejeitar automaticamente as críticas que possam recair sobre si

Lembre-se de que nem sempre as críticas negativas são más, sobretudo em contexto de trabalho são elas que nos fazem aprender e evoluir. E nem sempre são necessariamente significado de rejeição. Não criar expectativas demasiado altas sobre si mesmo ajuda a que se lide bem com a crítica e com o feedback.

4. Ajustar o seu caminho de acordo com as críticas sobre si

Se não conseguiu a promoção desejada e não encontrou outras oportunidades de crescimento na empresa onde trabalha, talvez esteja na hora de ajustar o seu percurso.

Quando se forma um autêntico bloco de rejeição do qual não tem saída, esse poderá ser o grande indicador que está na altura de mudar de rumo. Talvez esse emprego não seja para si, e mais vale perceber que assim é e aceitá-lo de ânimo leve, do que continuar a insistir num caminho que, tudo indica, não o levará à realização que merece.

Se não é valorizado pelo seu trabalho no emprego atual, procure um outro no qual sinta que o seu trabalho possa ser bem acolhido.

5. Eliminar os sentimentos negativos

É muito fácil para quem está numa situação fragilizada entrar numa espiral de vitimização e apontar o dedo aos outros. Mas isso nada mais faz do que contribuir para o seu próprio mal-estar. Ao tentar atingir os outros acaba por apenas se atingir a si próprio e à sua reputação.

Antes opte por colocar essa negatividade para trás das costas e manter-se afável, cordial e acessível.

6. Não deixar que a rejeição o defina enquanto pessoa e profissional

Não depender do que os que os outros pensam de nós para fazermos o nosso trabalho é o fator chave, para o bem e para o mal. Maus momentos todas as pessoas podem ter, por isso, a opinião de uma pessoa, ou um incidente que se possa ter passado, nunca deve definir quem somos. Só porque alguém pensa alguma coisa sobre nós não o torna uma verdade. Confie em si!

Veja também:

Catarina Reis Catarina Reis

Consultora de carreira com mais de 10 anos de experiência, possui formação superior em Gestão de Recursos Humanos e Psicologia. É naturalmente curiosa, desenvolvendo múltiplos projetos paralelos que envolvem a Fotografia, a Música, o Marketing Digital e o Cinema.

Saiba tudo sobre emprego