Publicidade:

Como organizar um closet: todas as dicas estão aqui

O que dobrar, o que pendurar e que produtos deve ter à mão se quer mesmo saber como organizar um closet. Mantenha a ordem com as nossas dicas.

Como organizar um closet: todas as dicas estão aqui
Liberte a Marie Kondo que há em si

Está naqueles dias em que não consegue encontrar nada nos armários? Para sair do caos, a melhor solução é dedicar tempo e trabalho a um tema que está na moda e recomenda-se: organização pessoal. Hoje as nossas atenções centram-se em ensinar-lhe como organizar um closet.

Os olhos em bico da Marie Kondo e a sua vocação para as arrumações elevaram o tema a uma pauta mundial e este é o mote ideal para tomar nota de dicas essenciais de organização dos seus armários – e praticar cada uma, claro.

Vamos começar?

Como organizar um closet: 4 dicas (e muitos pontos) a ter em conta todos os dias


Todas as manhãs, a mesma história: há sapatos perdidos por diferentes sítios da casa, a roupa que precisa nunca está pendurada ou dobrada no armário e não há, sequer, um par de meias que tenha par. Se tem tudo num verdadeiro caos, esta é a altura perfeita para debruçar-se sobre a leitura deste artigo. Está na hora de dedicar-se à organização das suas peças.

Sim, sabemos que o tema já foi mais do que discutido e provavelmente já até foi convencido de que a organização dos armários é fundamental que a vida funcione bem no dia a dia.

Antes de passarmos as dicas para saber como organizar o closet, vale lembrar:

  • organizar é, também, desapegar do que já não serve, não usa ou não faz mais sentido e, por isso, é uma tarefa pessoal;
  • a organização dos armários vai tornar mais simples os seus dias, afinal vai saber exatamente o que tem e onde está;
  • ter o closet bem arrumado evita gastos desnecessários e compras que seriam de evitar .

Agora, passemos às dicas.

1. Desapegue e defina os espaços

Objetivo: destralhar a casa em 9 passos

Se tomou a decisão urgente de organizar os armários ou o seu closet, apostamos que já não consegue encontrar nada. Desta forma, o primeiro passo a dar rumo à organização dos seus itens pessoais é reconhecer que vai precisar de reduzir a quantidade, descartando tudo o que já não serve, está demasiado gasto ou não tem qualquer utilização. Está manchado? Não aperta o botão? Não usa há mais de um ano? Não vale a pena mandar arranjar? Então, seja qual for a situação, já não deve estar aí em casa. Separe sacas e/ou caixas para doação de bens em bom estado e descarte para o lixo o que não tem solução.

Deve começar pelas zonas mais altas dos armários, onde ficam peças esquecidas e com pouco uso. Retire tudo dos armários e faça uma seleção por tipo de produto. Malas de um lado, sapatos de outro; calças de um lado, camisas de outro.

De seguida, limpe as prateleiras e passe aos 4 passos abaixo.

  1. Analisar peça a peça é fundamental: se já não usa algo há um ano, descarte.
  2. Faça uma saca/caixa para aquilo que precisa de arranjo: se há artigos que podem ser facilmente arranjados pela costureira, e se valem mesmo a pena, não adie mais.
  3. Descarte o que não serve mais – roupas rasgadas e manchadas devem ir para o lixo, tal como roupa íntima já usada. Se gostar muito de uma peça sem arranjo, deve fotografá-la para servir de parâmetro numa futura ida às compras.
  4. Doe o que está em bom estado: todas aquelas peças que já não gosta ou não lhe servem, mas ainda estão em bom estado, devem ser acondicionadas em sacas/caixas para doação. Não utilize sacas do lixo, afinal, quem gastaria de receber artigos em segunda mão que foram embalados como lixo?

Depois de ter tudo separado – e já a saber o que fica nos armários e o que sai de casa -, olhe bem para o que ficou e crie setores para facilitar a organização. Uma prateleira para as malas, outra para os sapatos, gavetas para t-shirts e outra para lenços, por exemplo. Aqui o que interessa é que tenha todo o espaço dos armários corretamente classificado, sabendo exatamente onde cada peça deve ir parar.

2. Pendure, dobre e guarde

O passo seguinte é decidir o que vai ser dobrado e o que vai ser pendurado. Se não tiver gavetas ou prateleiras suficientes, a nossa sugestão é que use cestos e etiquetas para “localizar” as peças.

Dobre as peças de forma a deixar tudo mais ou mesmo do mesmo tamanho. Pode organizar, por exemplo, de forma a que consiga visualizar todas as peças sem mexer em nada. Para ajudá-lo na tarefa, listamos abaixo os artigos que ficam melhor dobrados ou pendurados. Tome nota.

O que dobrar:

  • Peças em linha ou lã (pois esticam e perdem a forma se forem penduradas).
  • T-shirts e outras peças em algodão.
  • Roupas de treino/ginástica.
  • Jeans, caso não tenha muito espaço disponível para pendurá-los.
  • Lenços: dobre mantendo a largura das peças, para evitar marcas.
  • Vestidos bordados/de festa/ou com tule – peças destes géneros devem ser dobradas, envoltas em papel de seda e guardadas em gavetas ou caixas de arrumação.
  • Pijamas e camisas de dormir.
  • Roupa íntima.

O que pendurar:

  • Todas as roupas de tecidos delicados, como a seda.
  • Roupa de alfaiataria, como calças e blazers.
  • Casacos mais pesados.
  • Vestidos, com um cuidado especial: se forem vestidos em malha, deve pendurá-los em cruzetas para evitar que se estiquem.
  • Saias.

Temos aqui 12 dicas para saber como organizar os armários aí de casa >>

3. Compre itens de organização

Resultado de imagem para site: e-konomista.pt organizar armario

Itens em que deve investir para organizar o closet

Há alguns utensílios que podem ajudar a deixar o armário bem organizado, mas é preciso saber quais realmente compensam o investimento. Confira aqueles que são mesmo eficientes.

  • Colmeias organizadoras: pode colocá-las em gavetas para organizar aquelas peças que precisam sempre de estar no “sítio certo”. Tops de ginástica, lingerie e até brincos e colares são bons exemplos.
  • Cruzetas: deve, no entanto, padronizar as cruzetas por tipo de peça para criar harmonia e fazer com que os seus olhos busquem exatamente o que procura. Vai poupar segundos valiosos todos os dias.
  • Cestos e caixas de arrumação: são capazes de transformar prateleiras em gavetas, tornando mais fácil o acesso e a organização. Há de todos os tamanhos e tipos.
  • Capas protetoras para roupas: protegem a roupa do pó e da luz.

4. Mantenha a ordem no seu dia a dia

A última dica é tão essencial que não vai poder mesmo descuidar. Não caia na armadilha de pensar que vai desorganizar um bocadinho “só hoje”. Se não mantiver a organização no dia a dia, em pouco tempo terá tudo num caos novamente.

Não acabe com as sua organização já na primeira ou segunda semana. Antes de organizar tudo, tenha em conta a sua rotina e faça com que a arrumação tenha sentido para si. Aquilo que utilizar com mais frequência deve estar à vista e à mão, e é importante que tenha tudo separado por setores.

Agora que já está par de todas as dicas, apostamos que já vai saber como organizar um closet e os armários. Agora, só falta praticar estes passos.

Boas arrumações!

Veja também:

Luana Freire Luana Freire

Estudou Jornalismo e Assessoria de Imprensa no Brasil, transferindo a paixão, bagagens e coração para o Porto, onde estudou Ciências da Comunicação na UP. Mãe, simpatizante do feminismo, devoradora de novidades, louca por viagens, boa música, boa conversa e boa comida. Mulher das letras, é adepta da escrita criativa e acredita que a palavra, com todas as suas máscaras e possibilidades, é infinita e capaz de mudar o mundo de quem a lê, ouve, toca, espalha e constrói.

Limpeza e Arrumação