Publicidade:

12 dicas para saber como pagar menos pelo seguro automóvel

Todos gostaríamos de saber como pagar menos pelo seguro automóvel. A boa notícia é que o E-Lonomista tem sempre os melhores conselhos para si.

12 dicas para saber como pagar menos pelo seguro automóvel
Leia ao detalhe cada cláusula do contrato do seu seguro automóvel

Se pretende saber como pagar menos pelo seguro automóvel, veio ao sítio certo. Mas prepare-se, porque poderá ter de fazer algumas cedências e escolhas para conseguir pagar menos.

Factores como a idade, o carro que pretende segurar ou a cidade onde vive podem condicionar o preço do seu seguro. Algumas destes factores não podem ser alterados, mas há outros a que pode ter atenção para evitar ter despesas maiores.

Como pagar menos pelo seguro automóvel em 12 passos

como-pagar-menos-pelo-seu-seguro-automovel

1. A viatura

Como deve saber, o tipo de carro que tem influenciará o valor do seu seguro. Se ainda não tem carro ou está a pensar em trocar, tenha em consideração o valor que irá pagar pelo seguro na altura de adquirir a viatura. Faça simulações para perceber qual das opções compensará mais, antes de escolher definitivamente o carro novo.

2. A idade

As pessoas mais jovens têm maior risco de ter acidentes. Seja por excesso de confiança, falta de experiência ou por não terem tanto sentido de responsabilidade. Este facto fez com que as seguradoras começassem a praticar preços mais elevados para quem tenha menos de 25 anos, para além de também darem importância aos anos de carta.

Se é novo, deve estar a questionar-se sobre como pagar menos pelo seguro automóvel, já que não pode alterar a sua idade. E isso é verdade, mas também é verdade que pode adicionar um condutor mais experiente ao contrato, desde que este também vá fazer uso do carro. Se esse condutor não o utilizar, estará a cometer um crime. Mas, se a utilização for partilhada, assume-se que o risco de acidente reduz.

3. As coberturas

Quanto mais seguro estiver contra todos os riscos, melhor. Mas será que precisa de estar coberto para riscos que dificilmente irão ocorrer?

Para além disso, há coberturas que nem estão diretamente relacionadas com o carro e que talvez não valha a pena associar à sua apólice.

4. O débito direto

Cada vez há mais serviços que beneficiam os seus clientes por usarem o débito direto. Algumas das seguradoras têm esta vantagem. Aproveite-a.

5. A segurança do carro

Ter um carro com alarme ou garagem são fatores que ajudarão a pagar menos pelo seguro automóvel. O facto de saber que o carro pernoitará resguardado é algo que tranquiliza as seguradoras, porque o risco de lhe acontecer alguma coisa durante esse período é bem menor.

Se não tiver uma garagem da qual possa usufruir, pense pelo menos na possibilidade de equipar o seu carro com um sistema de alarme, que também é coisa que agrada às seguradoras.

6. A assistência em viagem

Como pagar menos pelo seguro automóvel através da escolha do tipo de assistência em viagem? É simples. Como em qualquer contrato, e relativamente a todos os pontos que dele constem, convém ler todos os pormenores e perceber em que situações poderá modificar as características das coberturas que vai escolher.

Neste caso, há diferentes modalidades de assistência em viagem. Especialmente se não faz viagens longas e para fora da cidade, talvez possa cortar em algumas opções. Veja bem o que faz sentido para o tipo de utilização que faz do carro, para evitar pagar por serviços que nunca lhe vão chegar a ser úteis.

7. Os vários seguros

Se tem vários seguros, tente juntar todos na mesma seguradora. Esta é uma sugestão preciosa, porque cada vez temos mais seguros para tudo e mais alguma coisa. Ter todos na mesma entidade ajudará a conseguir valores mais vantajosos, caso sinta necessidade de negociar.

8. O pagamento do prémio

Sabe como pagar menos pelo seguro automóvel através do prémio? Basta que o pague de uma só vez. Mais uma vez, esta é uma prática que não se aplica apenas às seguradoras, mas a vários tipos de empresas que prestam serviços.

Em vez de pagar o prémio mensal, trimestral ou semestralmente, se puder, despache o assunto aderindo ao pagamento anual e irá beneficiar.

9. Os acidentes

Não pense que ativar o seguro o livra de preocupações. Cada vez que tem acidentes o seu prémio aumenta, porque se considerará que é um condutor com o qual a seguradora poderá vir a ter mais despesas.

Há acidentes que não conseguimos evitar, especialmente quando não somos os culpados. Mas tenha a máxima atenção, porque tudo o que seja provocado por si o prejudicará monetariamente, sem falar dos riscos pessoais que se correm num acidente de carro.

10. A renovação

Ao longo do tempo são criados novos produtos. Por isso, quando chegar a hora de renovar o seguro, certifique-se que a sua seguradora não tem uma nova opção que lhe permita poupar algum dinheiro. Caso tenha, poderá compensar rescindir o seguro e fazer um novo, ainda que seja na mesma seguradora.

11. As vantagens

Por vezes, há seguradoras que concedem descontos a clientes que tenham outro tipo de associações, como à ACP ou a outras empresas com as quais as seguradoras tenham protocolos. Informe-se junto das empresas com as quais já celebra contratos se terá alguma vantagem ao fazer um seguro com uma entidade específica.

12. A alteração do carro

Comprar umas jantes novas e outro tipo de modificações do carro podem encarecer o seu seguro, por isso faça-o com moderação e nunca antes de confirmar em quanto é que isso poderá encarecer o seu prémio.

Veja também: