Publicidade:

Como participar um sinistro automóvel em 8 passos

Após um acidente é importante que conheça todos os passos para conseguir agir da melhor forma e participar o sinistro automóvel o mais rapidamente possível.

Como participar um sinistro automóvel em 8 passos
Não perca tempo. Participe o seu sinistro automóvel assim que possa

É fundamental saber como participar um sinistro automóvel em caso de acidente de viação. Mesmo que não conheça o significado de “sinistro”, já se deve ter deparado com o termo ao contratar o seguro do seu carro, pois costuma aparecer algumas vezes nas apólices que irão proteger o veículo. Entenda o que significa esta palavra para saber como agir.

Como participar um sinistro automóvel

como-participar-um-sinistro-automóvel

Definição de sinistro

Dá-se o nome de sinistro ao acidente que causa danos e/ou prejuízos a um bem segurado, o que explica o facto de esta palavra estar presente na apólice do seguro. Independentemente de como tenha ocorrido a situação, tendo esta sido de repente, imprevista ou involuntária, o que acontece é que todos os danos causados pelas situações cobertas na apólice são indemnizados ao contratante.

Consoante o dano causado, o sinistro pode ser considerado integral, o que significa que existe uma perda total do carro por este não poder ser recuperado devido a uma colisão ou a um roubo, ou então parcial, que se aplica aos casos em que o veículo pode ser reparado.

Como agir em caso de sinistro: 4 exemplos

Um dos primeiros passos para saber como participar um sinistro automóvel é conhecer algumas situações concretas para perceber a melhor forma de agir em cada uma delas.

1. Quando bate com o carro

Como participar um sinistro automóvel se bater com o carro? Caso não consiga ligá-lo novamente, tem de entrar em contacto com a seguradora para que a situação seja resolvida. Combine uma data para a realização da revisão da viatura na oficina onde esta será reparada. Quando as informações sobre o acidente tiverem sido analisadas para se perceber como agir em relação a coberturas, o seu veículo será revisto e libertado para reparação.

2. Quando batem no seu carro

Deve ou não acionar o seu seguro quando batem no seu carro? Se estiver envolvido numa colisão onde não é possível determinar o culpado e não existir a declaração de culpa do outro condutor, terá de acionar o seu seguro para que a sua viatura seja reparada. Para tal, deve ligar rapidamente para a sua seguradora ou o seu mediador. Durante essa conversa, terá de agendar uma revisão na oficina onde o seu carro será reparado, tal como no exemplo dado anteriormente. Depois das informações sobre o acidente terem sido analisadas, verá o seu veículo libertado para reparação.

3. Quando é um terceiro elemento envolvido na colisão

Nas situações em que o seu veículo é atingido por outro sem que tenha tido culpa do acidente, é considerado “terceiro”. Isto significa que tem assim direito à cobertura pelo seguro do condutor que provocou o acidente. Que informações deve pedir então para contactar o seguro da outra pessoa? A melhor medida a tomar é conversar com ela e anotar os dados dessa pessoa, como nome, contacto telefónico, e-mail, morada e número da carta de condução. Consulte ainda os dados do seguro para poder contactar a seguradora e registar o aviso de sinistro de terceiro. Quando tudo tiver sido resolvido, poderá ser encaminhado para uma oficina que lhe fará as reparações.

4. Quando lhe roubam o carro

Como participar um sinistro automóvel no caso de roubo ou furto do veículo? Deve comunicar rapidamente esta situação no posto da Polícia mais próximo do local onde ocorreu o roubo ou furto e pedir uma cópia do Auto de ocorrência, que deverá entregar à sua seguradora para que ocorra uma análise do ocorrido e sejam acionadas as coberturas. Estas entidades terão de entrar em contacto consigo para lhe indicarem todos os documentos que devem ser enviados. Só desta forma o processo de sinistro será finalizado e a indemnização efetuada, tendo esta de ser creditada na conta informada por si.

Como participar um sinistro automóvel em 8 passos

como-participar-um-sinistro-automovel

Sabemos que é complicado para os intervenientes no sinistro manterem a calma após o sucedido, principalmente quando há feridos graves. No entanto, se não forem recolhidos todos os elementos para que o acidente seja devidamente participado à seguradora, será mais difícil resolver este assunto. Por isso, iremos dar-lhe algumas dicas de como participar um sinistro automóvel.

1. Sinalize o local do acidente

Antes de pensar na papelada, o mais importante é vestir o colete refletor e sinalizar o local do acidente, devendo para isso colocar o triângulo a 30 metros desse local. Se possível, ligue os quatro piscas.

2. Ligue para o 112 se houver feridos

Se houver feridos após o acidente, ligue rapidamente para o 112 e não mexa nos feridos nem tente deslocá-los, pois poderá piorar o estado dos mesmos.

3. Recolha todos os elementos que conseguir

Depois de ter assinalado o local do acidente e ajudado os feridos ligando para o 112, jamais saia do local do acidente sem juntar todos os elementos que puder para que o ocorrido seja bem descrito e documentado, o que inclui tirar fotografias aos veículos no local do acidente e preencher a Declaração Amigável de Acidente Automóvel. Se possível, não deixe o outro condutor e as testemunhas irem embora para que lhes recolha os dados. Em caso de fuga do outro condutor, tente pelo menos anotar a matrícula do carro e ligue rapidamente para as autoridades a contar o sucedido.

4. Não assuma a responsabilidade pelo acidente

Nos casos em que as circunstâncias do acidente não forem bem claras ou houver conflitos, contacte as autoridades (PSP ou GNR) para que as mesmas elaborem um Auto de ocorrência, que poderá vir a ser útil na avaliação de responsabilidades.

5. Preencha rapidamente a Declaração Amigável de Acidente Automóvel

É aqui que todos os elementos recolhidos por si irão dar muito jeito. Assim que puder, ou seja, se não existirem feridos graves ou outras complicações, preencha logo a Declaração Amigável de Acidente Automóvel com esses dados do acidente, das pessoas envolvidas e respetivas seguradoras. Se ninguém tiver este documento, façam-no numa folha em branco, que tem de ser assinado por todos os intervenientes.

6. Fundo de Garantia Automóvel

Nas situações em que o responsável pelo acidente não tem um seguro válido, terá urgentemente de contactar o Fundo de Garantia Automóvel, um órgão criado para garantir a cobertura dos danos em situações excepcionais.

7. Até quando pode participar o sinistro automóvel

O sinistro deve ser participado o mais rapidamente possível, tendo até 8 dias úteis para fazê-lo a contar desde a data do acidente. Esta é uma regra imposta por todas as companhias de seguro.

8. Participação de Sinistros

Este documento é disponibilizado por todas as companhias de seguro, estando disponível via online ou em papel, que deverá ser pedido ao balcão das mesmas. A Participação de Sinistros serve para ativar a sua participação ao seguro. Se quiser ver esta situação resolvida o mais rapidamente possível, tente que o preenchimento do documento seja o mais completo possível, pois aumentará a probabilidade do processo ser efetuado de forma célere.

Veja também:

Cátia Tocha Cátia Tocha

Formada em Ciências da Comunicação pela Universidade Autónoma de Lisboa, onde concluiu Licenciatura e Mestrado, começou o seu percurso como jornalista na Rádio. Hoje, escreve sobre diferentes áreas e tem já alguns anos de experiência na escrita para meios online.

Também lhe pode interessar: