Publicidade:

Saiba como poupar em comunicações e baixar a fatura mensal

Aprenda como poupar em comunicações e pagar apenas pelo que precisa, evitando desperdícios.

Saiba como poupar em comunicações e baixar a fatura mensal
Faça melhor as contas

A fatura das telecomunicações é, em muitas casas portuguesas, a mais alta que chega ao correio todos os meses. Mas será que tem mesmo de ser assim? Na verdade, há quem saiba como poupar em comunicações e reduzir o peso no orçamento – e não custa aprender com quem sabe.

Como poupar em comunicações sem abdicar de nada


como poupar em comunicacoes

Claro que há sempre um caminho muito fácil nesta estratégia de poupar em comunicações: cortar ao fornecimento, ficar apenas com serviços mínimos e baixar a conta para o limite mais baixo da operadora. No entanto, esta é também a solução mais dolorosa, porque é a que o obriga a dispensar serviços e até produtos que já fazem parte da rotina.

É neste contexto que surge a necessidade de aprender como poupar em comunicações sem deixar de ter em casa os serviços a que está habituado. Para isso, temos algumas dicas úteis:

1. Fique de olho na concorrência

É a dica mais óbvia, mas tem mesmo de fazer parte da lição sobre como poupar em comunicações. O mercado das telecomunicações é livre e tem muitas empresas a atuar, e nós, como consumidores, temos o direito de escolher o nosso fornecedor – e de mudar de fornecedor, se assim o entendermos.

Nunca perca de vista o facto de estar a fazer um negócio. Todos os meses faz um negócio: paga a um fornecedor que lhe presta um serviço.

Se, um dia, perceber que há outro fornecedor no mercado que lhe presta o mesmo serviço por um preço mais competitivo, pode e deve mudar-se para lá. É mesmo assim que as coisas funcionam, não está casado com a sua operadora! Mantenha-se a par dos preços praticados pela concorrência e esteja disponível para rever o seu serviço em qualquer altura.

2. Conheça os prazos das promoções

Um dos truques mais antigos – e, apesar de tudo, dos mais infalíveis – das operadoras de telecomunicações é a oferta de serviços adicionais por um tempo limitado que, mais tarde, se tornam serviços permanentes. Esta estratégia, contudo, funciona pura e simplesmente porque a maior parte dos consumidores é desatenta e conformada.

Já os consumidores que sabem como poupar em comunicações, por outro lado, não caem tão facilmente nesta armadilha. Preste muita atenção ao que está no seu contrato e, sobretudo, aos detalhes da sua fatura e veja se não está a pagar todos os meses um serviço adicional que no início do contrato era grátis mas agora já não é. Há grande probabilidade de estar a desperdiçar orçamento em coisas que nem sequer usa.

3. Personalize o seu serviço

Não é do maior interesse das operadoras a publicidade à personalização, sobretudo em casos que se prevê terem consumos baixos, mas quem sabe como poupar em comunicações também sabe que só tem de pagar pelo que usa e que a história dos “pacotes” é só uma forma de nos venderem muitas coisas quando precisamos de apenas algumas.

Avalie o seu serviço de comunicações e anote todos os serviços e produtos um a um. Confirme se precisa mesmo de cada um deles e, se não precisar, negoceie com a operadora a eliminação desse serviço ou, sendo ela impossível, a troca por outro que já seja do seu interesse. Até pode não ficar a pagar menos, mas pelo menos fica a usar e a aproveitar tudo aquilo por que paga.

4. Desconstrua o seu serviço

Voltamos ao tema dos pacotes de serviços combinados. Todas as operadoras vão aplicar esforços desmedidos em convencê-lo de que o melhor mesmo é juntar os serviços todos num só pacote e pagar um preço único a cada mês – mas saiba que essa não é, efetivamente, a melhor solução para todos os casos.

Não é impossível que lhe compense ter o telemóvel noutra operadora diferente, por exemplo. Ou contratar uma internet móvel a uma operadora e um serviço de televisão por cabo a outra. Saber como poupar em comunicações é saber, antes de tudo, que o englobamento de serviços nunca é feito para beneficiar o consumidor, mas o fornecedor – e que, como tal, sai quase sempre a ganhar se desconstruir o seu serviço para perceber que tipo de combinações lhe compensam financeiramente.

5. Simule antes de assinar

Outra boa dica de quem sabe como poupar em comunicações é o simulador da Autoridade Nacional para as Comunicações. Este simulador diz-lhe, considerando algumas variáveis, qual é o operador que atua na sua área de residência e que tem os serviços mais adaptados às suas necessidades, bem como o respetivo custo. Antes de assinar papéis, não custa procurar este simulador para saber, com cada operadora, quanto pagaria efetivamente se a contratasse para lhe fornecer os serviços.

O importante é ficar com a consciência de que, enquanto consumidor, tem todo o direito de querer saber como poupar em comunicações e que operadoras podem dar-lhe maior benefício. Está sempre a tempo de trocar os seus serviços, e até de fornecedor, se assim o quiser, sobretudo se o período de fidelização já tiver terminado. Não tenha receios e cuide do seu bolso.

Veja também:

Marta Maia Marta Maia

Jornalista de formação, trabalhou no Público e na Fugas, mas logo passou para o lado do Marketing. Apaixonada pelo digital e por pessoas, é poupada por natureza e faz questão de tratar o dinheiro com o respeito que ele merece. Ecologista convicta, não dispensa música, livros e boas conversas offline.

O E-Konomista disponibiliza e atualiza informação, não presta serviços de aconselhamento fiscal, jurídico ou financeiro. O E-Konomista não é proprietário nem responsável pelos produtos e serviços de terceiros apresentados, por conseguinte não será responsável por quaisquer perdas ou danos que possam resultar de quaisquer imprecisões ou omissões. A informação está atualizada até à data apresentada na página e é prestada de forma geral e abstrata, tratando-se de textos meramente informativos, pelo que não constitui qualquer garantia nem dispensa a assistência profissional qualificada. Se pretender sugerir uma atualização, por favor, envie-nos a sua sugestão para: [email protected].