Publicidade:

Como recuperar as finanças em momentos de instabilidade

Passou um “tsunami” pela sua vida e precisa de saber como recuperar as finanças pessoais? Leia 8 conselhos para se manter à tona e chegar a bom porto.

Como recuperar as finanças em momentos de instabilidade
Dicas para gerir o seu dinheiro depois do divórcio, desemprego ou falência

Manter uma boa saúde financeira já não é simples quando se tem uma situação estável. Mais complicado é depois de momentos difíceis como, por exemplo, desemprego. É, por isso, importante saber como recuperar as finanças pessoais em alturas de turbulência.

Temos tendência a pensar que os males só acontecem aos outros. Mas a verdade é que qualquer pessoa está sujeita a passar por momentos difíceis em que os seus rendimentos baixam drasticamente. Pode ficar doente e ter que pedir baixa prolongada, passar por um divórcio ou separação, ficar desempregado ou até ser obrigado a abrir falência.

Os imprevistos acontecem e, por isso, há que estar preparado para saber como recuperar as finanças e a estabilidade financeira nestas circunstâncias.

Como recuperar finanças: 8 dicas


1. Reestruture o seu mapa financeiro

como recuperar finanças

Se até aqui tinha alguém com quem dividir despesas ou tinha um rendimento maior, agora terá que reestruturar o seu mapa financeiro. Analise as suas despesas para perceber que custos pode cortar e quais os que são inevitáveis para poder tomar decisões acertadas. Ter controlo do seu dinheiro é, nesta fase, mais importante do que nunca.

2. Pense antes de gastar e poupe

A sua nova situação significa que agora tem menos dinheiro a entrar na conta e que as suas poupanças ficaram desfalcadas? Ter autocontrolo nos gastos é, portanto, crucial para saber como recuperar as finanças. Evite gastos supérfluos e estabeleça prioridades. Água, luz e alimentação são essenciais. Roupa nova nem por isso. Criar uma poupança é ainda mais premente.

3. Evite o crédito

como recuperar finanças

Por muito tentador que possa ser, evite usar o cartão de crédito. As compras a crédito e prestações, assim como empréstimos, representam gastos no futuro. No entanto, se não sabe quando voltará a estar mais desafogado, evitar essas formas de pagamento é essencial. Opte por pagar em dinheiro ou a débito para não ter sustos no fim do mês.

4. Renegoceie créditos e acione seguros

Como recuperar as finanças quando se tem um empréstimo? Se está desempregado poderá acionar o seguro de desempregado para o aliviar um pouco. No caso de estar de baixa prolongada, também pode pedir um período de carência e reduzir a prestação. Peça informações ao seu banco mas não se esqueça de calcular os custos adicionais e futuros que possam estar associados a estas operações.

5. Procure fontes de rendimento extra

como recuperar finanças

Quando pensamos em recuperar as finanças, o que nos ocorre de imediato é: ganhar mais dinheiro. Como? Se tem tempo livre aproveite-o para fazer biscates. Se tem jeito para trabalhos manuais ou possui algum talento, ponha esses conhecimentos a render. Se se separou, considere arranjar um trabalho de fim-de-semana. Não só ganha dinheiro como tira a cabeça dos problemas e dramas da sua vida!

6. Peça ajuda à família ou amigos

A família e os amigos servem para as ocasiões, incluindo as difíceis, como recuperar as finanças. Não se acanhe e peça ajuda se precisar. Seja para dividir casa com um amigo durante alguns meses, ou fazer a maioria das refeições em casa dos pais. Pequenas coisas podem ajudá-lo a ganhar algum fôlego e reequilibrar as finanças.

7. Mude o estilo de vida

como recuperar finanças

As suas circunstâncias mudaram e o mesmo terá que acontecer com o seu estilo de vida. Se paga muito de renda ou tem que sair de casa devido a uma separação, procure um espaço mais barato.

Aproveite para ficar mais perto do trabalho e reduzir gastos com transporte. Talvez até possa abdicar do carro e vendê-lo. Elimine refeições fora de casa, opte por formas de entretenimento gratuitas ou mais baratas, aproveite promoções e cupões de desconto no supermercado.

8. Mantenha-se positivo

Seja qual for o seu momento difícil lembre-se que é temporário. As coisas vão melhorar e há que manter a cabeça levantada. Se precisa de arranjar trabalho use a sua rede de contactos para gerar oportunidades e procure um trabalho que goste.

Se ficou solteiro(a) concentre-se na sua carreira e aproveite para fazer aquele investimento que sempre quis. Esqueça o desânimo, levante a cabeça e olhe para o futuro com um sorriso. Começar do zero é, por vezes, o melhor que nos pode acontecer na vida.

Veja também:

Alexandra Nunes Alexandra Nunes

Alexandra Nunes é jornalista com experiência em imprensa e rádio. Depois de quase uma década a trabalhar na Rádio TSF partiu rumo ao Médio Oriente. A sede de conhecer novos mundos levou-a até ao Dubai, onde vive atualmente. Por lá, tem-se dedicado a explorar novas áreas da Comunicação e escreveu a biografia “Uma Mulher no Topo do Mundo” sobre a primeira portuguesa a chegar ao topo do Monte Evereste. É apaixonada por viagens, pessoas e as suas estórias.

O E-Konomista disponibiliza e atualiza informação, não presta serviços de aconselhamento fiscal, jurídico ou financeiro. O E-Konomista não é proprietário nem responsável pelos produtos e serviços de terceiros apresentados, por conseguinte não será responsável por quaisquer perdas ou danos que possam resultar de quaisquer imprecisões ou omissões. A informação está atualizada até à data apresentada na página e é prestada de forma geral e abstrata, tratando-se de textos meramente informativos, pelo que não constitui qualquer garantia nem dispensa a assistência profissional qualificada. Se pretender sugerir uma atualização, por favor, envie-nos a sua sugestão para: [email protected].