Publicidade:

Como travar com o motor: guia prático

Saber como travar com o motor pode salvar-lhe a vida em diversas situações. Saiba quando deve fazê-lo para garantir a sua segurança em todas as situações.

Como travar com o motor: guia prático
Saiba como e quando fazê-lo

Ao longo das suas viagens já deverá ter passado diversas vezes por placas com a seguinte informação: “Trave com o Motor”. Mas esta prática ainda suscita dúvidas em muitos condutores. Se alguns acreditam que esta técnica é prejudicial ao bom funcionamento do carro, outros não sabem como travar com o motor de forma correta.

De acordo com o Código da Estrada, esta técnica significa “reduzir a velocidade com o auxílio do motor”. Em situações extremas, como é o caso da falha dos componentes de travagem, esta técnica é essencial para minorar as consequências de potenciais desastres rodoviários.

Como travar com o motor: guia prático

como travar com o motor

Esta técnica permite utilizar a força do motor como instrumento de auxílio à travagem. Como? Saber como travar com o motor permite que seja feita uma interferência direta no sistema de transmissão, o que acaba por provocar uma diminuição da velocidade do carro.

Esta técnica só é possível através do uso da caixa de velocidades. Para tal, o condutor deve engrenar uma velocidade mais baixa à velocidade a que o veículo se desloca.

Dessa forma é possível garantir uma diminuição progressiva na velocidade do automóvel ou, nos casos das descidas, evitar que o veículo aumente a respetiva velocidade.

Como travar com o motor: quando devo fazê-lo

Existem diversas situações onde é aconselhada a travagem com o auxílio do motor:

1. Em descidas

Ao contrário do que possa acreditar, deixar o carro em ponto morto durante descidas não é uma prática segura, bem pelo contrário. Se acredita que, dessa forma, está a poupar combustível, também está enganado. O mais indicado é garantir que tem uma mudança engrenada durante qualquer descida (dessa forma também não irá desgastar em demasia as pastilhas dos travões).

2. Quando o sistema de travagem falha

Se esta situação acontecer consigo, não entre em pânico. Procure pontos de fuga e comece a desacelerar com a ajuda do motor: vá engrenando mudanças mais baixas enquanto a força do motor vai fazendo o resto do “trabalho”. Assim que o veículo estiver a uma velocidade realmente baixa, desligue o motor do carro.

Agora já sabe como travar com o motor e as vantagens desta técnica. Resumindo, quando tem uma mudança engrenada e tira o pé do acelerador, o fornecimento de ar para o motor através das válvulas de admissão é cortado. Dessa forma o próprio motor acaba por reduzir a velocidade de forma gradual.

Esta técnica é, sem dúvida, uma mais-valia para todos os condutores em determinadas situações, que não prejudica o motor e as respetivas componentes.

Veja também: