Publicidade:

10 componentes tóxicos nos produtos de beleza que deve evitar

Há componentes tóxicos nos produtos de beleza que deve evitar a todo o custo. Saiba quais os químicos que não deve usar na sua pele e cuide mais de si.

10 componentes tóxicos nos produtos de beleza que deve evitar
Leia sempre os rótulos dos produtos de beleza

Para cuidar bem da sua pele, deve conhecer os componentes tóxicos nos produtos de beleza que deve evitar. Existem, na verdade, milhares de químicos nos produtos de beleza e muitos deles são absorvidos pelo seu corpo. Pode ser difícil evitar os químicos de uma forma geral, mas deve conhecer os mais tóxicos para poder fazer a sua parte e limitar o número de toxinas a que expõe o seu corpo e a sua pele.

Saber ler o rótulo de um produto de beleza é tão importante como saber ler os rótulos dos alimentos. Isto, porque muitos dos produtos químicos sintéticos são irritantes para a pele, penetram na mesma, são desreguladores endócrinos e podem, até, ser cancerígenos. Conheça aqui 10 componentes tóxicos nos produtos de beleza que deve evitar.

10 componentes tóxicos nos produtos de beleza, nocivos para a sua pele


produtos de beleza

1. Corantes sintéticos

Os corantes sintéticos são derivados de fontes de petróleo, alcatrão de carvão e outros; os corantes metálicos são mesmo derivados de chumbo, bismuto ou prata. Acredita-se que os corantes sintéticos sejam cancerígenos para os humanos e irritantes para a pele. Estes componentes tóxicos nos produtos de beleza são nocivos e estão presentes em vários produtos.

2. Fragrâncias

Esta é uma categoria um pouco mais assustadora, isto porque “fragrância” significa, na verdade, a fórmula secreta de uma empresa. E, como consumidor,  pode estar a colocar na sua pele uma mistura que contém toneladas de produtos químicos perigosos para a sua saúde. As misturas de fragrâncias têm sido associadas a alergias, dermatites, desconforto respiratório e efeitos nefastos no sistema reprodutivo. Pode ser encontrada em muitos produtos, como perfumes, água de colónia, amaciadores de cabelo, champôs, sabonetes e cremes hidratantes.

3. Parabenos

Os parabenos são conservantes amplamente utilizados que impedem o crescimento de bactérias, de mofo e levedura em produtos cosméticos. Assim de repente, até parecem bons, certo? O problema é que, na verdade, fazem mais do que isso. Os parabenos possuem propriedades de imitação de estrogénio que estão associadas ao aumento do risco de cancro da mama. São absorvidos pela pele e foram identificados em amostras de biópsias de tumores da mama. Estes componentes tóxicos nos produtos de beleza podem ser facilmente encontrados em maquilhagem, sabonetes líquidos, desodorizantes, champôs e produtos de limpeza facial.

4. Formaldeído

Os conservantes que libertam formaldeído são usados em muitos produtos cosméticos, para ajudar a prevenir o crescimento de bactérias. Este produto químico foi considerado cancerígeno para seres humanos pela Agência Internacional de Pesquisa em Carcinogénicos (IARC) e tem sido associado a cancros como o nasal e o da nasofaringe. É conhecido por causar reações alérgicas na pele e também é prejudicial para o sistema imunológico. Pode ser encontrado em vernizes, sabonetes líquidos, amaciadores, champôs, produtos de limpeza, sombras para os olhos, entre outros.

5. Ftalatos

Os ftalatos são um grupo de produtos químicos usado em centenas de produtos, para aumentar a flexibilidade e maciez dos plásticos. Os principais ftalatos em cosméticos e produtos para cuidados pessoais são o dibutilftalato (DBP) em vernizes, o ftalato de dietila em perfumes e loções e o ftalato de dimetila em sprays para o cabelo. São conhecidos por serem disruptores endócrinos e têm sido associados ao aumento do risco de cancro da mama, desenvolvimento precoce de mama em meninas e defeitos congénitos reprodutivos em homens e mulheres. Infelizmente, não são divulgados em todos os produtos, pois são adicionados à fragrâncias, ou seja, à fórmula secreta, não listada, uma grande lacuna na lei. Podem ser encontrados em desodorizantes, perfumes e águas de colónia, sprays de cabelo e cremes hidratantes.

ler rótulos

6. Triclosano

O tricolsano é um produto químico antimicrobiano, amplamente utilizado, que é um conhecido disruptor endócrino – especialmente nas hormonas da tiróide e reprodutivas – e um irritante da pele. E não há evidências suficientes que provem que a lavagem com sabonetes antibacterianos que contêm triclosano tenha qualquer benefício extra em relação à lavagem com sabão e água comuns. O tricolsano pode ser encontrado em cremes dentais, sabonetes antibacterianos e desodorizantes.

7. Sulfatos

Os sulfatos podem ser encontrados em mais de 90% dos produtos de higiene pessoal e limpeza. Basta para isso pensar em produtos que fazem espuma. São conhecidos por serem irritantes para a pele, pulmões e olhos. Uma grande preocupação com o uso de produtos de beleza que contenham sulfatos é a sua interação e combinação com outros produtos químicos para formar nitrosaminas (compostos químicos cancerígenos). Podem levar a uma série de outros problemas, como danos renais e respiratórios. Os sulfatos podem ser encontrados em champôs, géis de banho, rímel e produtos de tratamento da acne.

8. Produtos químicos de proteção solar

Estes produtos químicos funcionam como um agente protetor solar, para absorver a luz ultravioleta e são disruptores endócrinos. Acredita-se que sejam facilmente absorvidos pelo corpo. Eles também podem causar danos celulares e cancro. Os seus nomes mais comuns são benzofenona, PABA, avobenzona, homosalato e metoxicinamato de octila e podem ser encontrados em produtos de proteção solar.

9. Tolueno

Este é um petroquímico derivado de petróleo ou fontes de alcatrão de carvão. Pode encontrá-lo em rótulos listados como benzeno, toluol, fenilmetano, metilbenzeno. O tolueno é um solvente potente capaz de dissolver a tinta e o diluente. Pode afetar seu sistema respiratório, causar náuseas e irritar a sua pele. As grávidas devem evitar a exposição a vapores de tolueno, pois pode afetar o desenvolvimento do feto. O tolueno também tem sido associado à toxicidade do sistema imunológico. Pode ser encontrado em vernizes, tratamentos para unhas e produtos de coloração e descoloração de cabelos.

10. Propilenoglicol

O propilenoglicol é um álcool orgânico pequeno, comummente usado como um agente condicionador da pele. É classificado como irritante e penetrante da pele. Tem sido associado à urticária, bem como à dermatite nos seres humanos. Pode ser encontrado em cremes hidratantes, protetores solares, produtos de maquilhagem, amaciadores, champôs e sprays de cabelo.

Veja também: