Publicidade:

10 compras de supermercado que são um erro

Há compras de supermercado que são um erro porque saem mais caras, são desnecessárias ou até pouco saudáveis. Saiba quais e como evitá-las.

10 compras de supermercado que são um erro
Truques para poupar e comprar de forma inteligente

Ir ao supermercado e comprar por impulso, mais do que o necessário, ou ultrapassar o orçamento, é bastante comum. Há compras de supermercado que são um erro e que devem ser evitadas.

Fazer uma lista de compras é essencial para não se perder e cair em tentação, evitando encher o carrinho mais do que a conta. Mas será que na sua lista não estão produtos que lhe prejudicam a carteira?

Listamos 10 compras de supermercado que são um erro para poder comprar de forma inteligente e poupar o mais possível.

Compras de supermercado que são um erro

compras-de-supermercado-que-sao-um-erro

1. Comida para animais

Comida, guloseimas e utensílios para animais são compras de supermercado que são um erro. Fica mais barato comprar ração em quantidade e ao quilo em lojas para animais ou sites especializados. Poupa e estará a dar ao seu animal comida mais saudável, uma vez que as marcas vendidas em supermercados têm milho e ingredientes de menor qualidade.

2. Produtos que estão junto às caixas

Entre as compras de supermercado que são um erro estão aqueles produtos que compramos por impulso. É o caso das guloseimas. Não é à toa que os supermercados colocam pastilhas elásticas ou chocolates junto às caixas registadoras! São produtos perfeitamente dispensáveis (e que engordam) mas que se estiverem à mão levamos sem pensar ou olhar ao preço.

3. Produtos sazonais

Todos os meses os hipermercados fazem “ilhas” à entrada da grande superfície destacando um determinado tipo de produto. Se é certo que estas campanhas podem apresentar boas oportunidades, também é verdade que nos tentam a comprar o que não precisamos. Além disso, produtos sazonais, como mobiliário de exterior no verão ou brinquedos no Natal, podem não ser da melhor qualidade.

4. Produtos colocados à altura dos olhos

É, de novo, uma estratégia de marketing e venda. Geralmente os produtos mais caros estão ao nível do olhar e ao alcance da mão, e que nos levam a fazer compras de supermercado que são um erro. Se quiser economizar dinheiro, perca mais alguns segundos, olhe para as prateleiras mais acima e mais abaixo e, certamente, vai encontrar melhores opções.

5. Carne e peixe cortados e embalados

É, sem dúvida, mais prático comprar carne e peixe já preparados para chegar a casa e colocar diretamente na panela. No entanto, se comprar estes produtos já cortados e embalados, vai estar a gastar mais. Afinal, as embalagens e o trabalho da pessoa que o fez têm de ser pagos! Opte por peças inteiras e pedidas ao balcão para poupar e trazer produtos mais frescos.

6. Comida “saudável”

As prateleiras dos supermercados estão cheias de produtos ditos orgânicos, sem glúten, sem gordura, naturais. Mas se ler os rótulos com atenção percebe que, por vezes, é apenas publicidade enganosa. Se é adepto de uma alimentação saudável compre a produtores locais que não usam químicos no processo de produção e oferecem alimentos sempre frescos e, efetivamente, saudáveis.

7. Fraldas

Se houver uma feira do bebé ou encontrar uma promoção imperdível, claro que deve aproveitar para comprar. Mas, regra geral, comprar fraldas nos supermercados sai mais caro do que comprar embalagens maiores em sites de produtos para bebés.

8. Comida enlatada

A comida enlatada entra também no top de compras de supermercado que são um erro. Para além de ser menos saudável e nutritiva, é mais cara. Se precisa de feijão, ervilhas ou até azeitonas, compre ao quilo e em mercados ou mercearias locais. Sai mais barato e pode ir usando à medida que precisa.

9. Comprar sempre a mesma marca

Percebemos que goste de um produto de determinada marca e queira manter-se fiel a ele. No entanto, pode estar a ignorar opções igualmente boas e mais baratas. Experimente outras marcas mais baratas, ou até marcas brancas. Poderá surpreender-se pela positiva e poupar dinheiro!

10. Refeições prontas

Comprar refeições prontas pode ser muito conveniente, mas é garantido que vai pagar um preço premium por essa conveniência. Por exemplo, se comprar macarrão com queijo pré-preparado gasta em média 1,80€ (mesmo optando por uma marca branca) e dá-lhe para um máximo de duas refeições. Já se comprar os ingredientes vai gastar praticamente o mesmo mas vai render-lhe para três vezes mais refeições. Para além disso, comidas processadas são sempre menos saudáveis. Se quer poupar tempo, cozinhe várias refeições num só dia e congele para quando precisar.

Veja também:

Alexandra Nunes Alexandra Nunes

Alexandra Nunes é jornalista com experiência em imprensa e rádio. Depois de quase uma década a trabalhar na Rádio TSF partiu rumo ao Médio Oriente. A sede de conhecer novos mundos levou-a até ao Dubai, onde vive atualmente. Por lá, tem-se dedicado a explorar novas áreas da Comunicação e escreveu a biografia “Uma Mulher no Topo do Mundo” sobre a primeira portuguesa a chegar ao topo do Monte Evereste. É apaixonada por viagens, pessoas e as suas estórias.

O E-Konomista disponibiliza e atualiza informação, não presta serviços de aconselhamento fiscal, jurídico ou financeiro. O E-Konomista não é proprietário nem responsável pelos produtos e serviços de terceiros apresentados, por conseguinte não será responsável por quaisquer perdas ou danos que possam resultar de quaisquer imprecisões ou omissões. A informação está atualizada até à data apresentada na página e é prestada de forma geral e abstrata, tratando-se de textos meramente informativos, pelo que não constitui qualquer garantia nem dispensa a assistência profissional qualificada. Se pretender sugerir uma atualização, por favor, envie-nos a sua sugestão para: [email protected].