Descubra a utilidade dos condroprotetores para cães

Tal como os seres humanos também os canídeos podem ter problemas debilitantes nas articulações. Conheça agora a utilidade dos condroprotetores para cães.

“sponsored by fidelidade”
Descubra a utilidade dos condroprotetores para cães
Podem ser úteis para o bem-estar do seu amigo de 4 patas

Já não deve ser surpresa para ninguém que as dores e as lesões nas articulações são mais comuns do que o desejável e, como tal, fazem muitas vítimas diariamente. No entanto, aquilo que pode não saber é que nem só as pessoas sofrem com este mal tão debilitante. A verdade é que também os animais podem ter problemas nas articulações e os cães, infelizmente, não são exceção. É precisamente para ajudar o seu companheiro de 4 patas a lidar com este flagelo que existem os condroprotetores para cães.

Quando toma a decisão de adicionar um animal à família deve ter consciência de que o novo membro vai depender de si ao longo da vida, o que inclui, claro, o seu bem-estar e cuidados de saúde. Por isso mesmo, é necessário que tenha noção das doenças ou problemas de saúde que podem vir a fazer parte do seu dia-a-dia em algum momento. Afinal, é importante que esteja precavido e ciente de que, a qualquer momento, pode ter custos extra e inesperados.

Posto isto, fique agora a conhecer os condroprotetores especialmente concebidos para os canídeos e compreenda melhor a sua utilidade para a qualidade de vida do seu fiel amigo.

Para que servem os condroprotetores para cães


saiba tudo sobre os condroprotetores para cães

Antes de mais, é importante que saiba que a osteoartrite é um dos problemas de saúde mais comuns nos canídeos. Cerca de 20% dos cães com mais de 1 ano de idade sofrem de transtornos nas articulações em algum momento da sua vida, sendo que mais de 95% destes casos ocorrem em animais com 5 anos ou mais velhos.

Vários são os problemas que podem surgir fruto da osteoartrite, como é o caso da claudicação, dor crónica e dificuldade em manter-se de pé ou mover-se, entre outros. Geralmente, este tipo de transtornos surge na sequência de exercício excessivo mas pode também desenvolver-se gradualmente.

Por outro lado, importa referir que algumas raças de cães têm maior propensão para sofrer de lesões nas articulações, como é o caso do pastor alemão e do border collie. Em alguns casos pode também verificar-se um fornecimento inadequado ou insuficiente de nutrientes cruciais para o correto desenvolvimento das articulações.

Ora, para que compreenda o que são os condroprotetores para cães é necessário que entenda o conceito de condroproteção. Este termo refere-se a um conjunto de medidas concebidas para prevenir e tratar os problemas e as lesões que geralmente afetam as articulações. Assim, os condroprotetores são produtos desenvolvidos para este fim, especialmente pensados para pacientes com osteoartrite.

Isto significa que no caso de o seu amigo de 4 patas sofrer de problemas nas articulações deve apostar nos condroprotetores para cães – que podem também ser usados como prevenção de lesões futuras. Posto isto, poderá encontrar este tipo de medicamentos em diversos formatos, desde cápsulas a comprimidos, passando por suplementos alimentares.

Como funcionam

Os condroprotetores para cães são medicamentos de ação lenta e têm como principal função proteger as articulações do animal, promover a sua recuperação quando existe uma lesão, impedir o desenvolvimento de doenças degenerativas e, quando possível, retardar a sua progressão. Tendo em conta que os efeitos não são imediatos é crucial que cumpra as recomendações do médico veterinário e não interrompa o tratamento.

Habitualmente, estes medicamentos podem ser utilizados no tratamento de diversos problemas relacionados com as articulações:

  • Osteoartrite;
  • Artrite;
  • Displasia do quadril;
  • Traumas causados por lesões;
  • Ferimentos.

Contudo, deve ter em conta diversos fatores no que se refere à administração deste tipo de terapia. Isto porque, em alguns casos, os condroprotetores não são eficazes na prevenção dos problemas acima referidos e no alívio dos sintomas a si associados. No caso de a doença ser de origem hereditária, por exemplo, existe a probabilidade de o tratamento não ser tão eficaz.

Acima de tudo deve ter em conta os conselhos e as indicações do veterinário, uma vez que os condroprotetores funcionam como um tratamento complementar e não individual. Uma alimentação cuidada e adaptada às necessidades do animal, por exemplo, é fundamental para proteger e fortalecer o sistema imunitário do cão de modo a que as condições de recuperação sejam as melhores.

Veja também: