Publicidade:

Constipação na gravidez: 3 cuidados essenciais

Gravidez não é doença, mas exige cuidados redobrados com a saúde. Conheça algumas dicas essenciais para tratar os sintomas da constipação na gravidez.

Constipação na gravidez: 3 cuidados essenciais
Saiba como atenuar os sintomas da constipação

Nariz entupido, espirros frequentes, febre, dores musculares, dores de garganta, tosse seca, etc, são os principais sintomas de uma constipação. Apesar de incomodativos, são sintomas facilmente contornáveis através da toma de alguns medicamentos. Contudo, no caso de uma constipação na gravidez, não é assim tão linear.

Isto porque, além de os sintomas assumirem outras proporções, por outro lado, há certos tipos de medicamentos que não são aconselháveis para grávidas. Nesse sentido, conheça algumas dicas para minimizar esses sintomas.

Constipação na gravidez: cuidados com a medicação


cuidados na gravidez

Um dos cuidados mais importantes a ter na gravidez é que consultar o médico antes de tomar qualquer medicamento. A verdade é que há medicamentos essenciais que a grávida deve tomar de forma a assegurar o correto desenvolvimento do feto como, por exemplo, o ácido fólico ou o ferro. No entanto, também há alguns que podem ser prejudiciais, como é o caso da aspirina e de alguns antibióticos.

Por norma, o paracetamol é o medicamento mais utilizado para travar o avanço de uma constipação. Este é também um medicamento que as grávidas podem tomar, uma vez que existe evidência epidemiológica e clínica relativamente à segurança da administração do mesmo durante a gravidez.

Ainda assim, recomenda-se que aquando de uma constipação na gravidez seja feita uma avaliação cuidadosa do risco-benefício, cingindo-se, por exemplo, a situações em que se verifique que haja febre.

3 dicas para tratar a constipação na gravidez


1. Descanse

descansar

Aquando de uma constipação, os principais sintomas são a falta de energia, acompanhada de dores no corpo. No caso de uma gravidez, em que, por natureza, ocorrem alterações físicas, hormonais e imunológicas, uma constipação vai fazer com que essa sensação de falta de energia seja mais intensa.

Isto porque, além da sonolência e cansaço acrescidos que por norma as grávidas sentem, as suas defesas estão diminuídas e, como tal, o cansaço vai ser ainda maior. Neste sentido, caso seja surpreendida por uma constipação na gravidez, aposte no descanso, evite apanhar frio e durma.

2. Hidrate-se

hidratação

Outro aspeto importante a ter em conta em casos de constipação na gravidez é reforçar a hidratação, sobretudo se tiver expetoração. Na verdade, os líquidos têm um papel importante sobretudo porque tornam as secreções mais soltas, facilitando assim a sua libertação.

Uma solução reconfortante e que ajuda a aligeirar os sintomas da constipação são os chás. No entanto, também aqui deve ter especial atenção, uma vez que existem vários chás que não são adequados para tomar durante a gravidez (como chá preto, chá verde, chá de boldo, dente de leão, etc).

Por outro lado, há chás que são recomendados para as grávidas, como por exemplo o de erva-doce, uma vez que ajuda à produção de leite.

3. Aposte em receitas caseiras

receitas caseiras

Por fim, para aliviar os sintomas da constipação na gravidez, pode sempre socorrer-se de receitas caseiras para a gripe, como é o caso das nebulizações. Uma forma bastante eficaz é adicionar água quente a um recipiente, colocar umas folhas de eucalipto ou hortelã e, por último, colocar uma toalha sobre a cabeça e inalar o vapor. Outra solução para aliviar a congestão nasal passa por lavar o nariz com soro fisiológico.

Caso sofra de dores de garganta, outra forma de amenizar esses sintomas e evitar o uso de comprimidos é recorrer aos gargarejos de água com sal. Para isso, basta adicionar uma colher de sopa de sal à agua e gargarejar. Em situações de febre pode ainda colocar toalhas de água fria para ajudar a baixar a febre.

Veja também:

Ana Araújo Ana Araújo

Natural do Porto, Ana Araújo é apaixonada por viagens e pela cultura espanhola, razão pela qual já viveu em três cidades espanholas. Licenciada em Ciências da Comunicação e Mestre em Marketing, possui experiência profissional de mais de oito anos, tendo estado sempre ligada à área dos conteúdos.