Publicidade:

6 cuidados com os pés pós-inverno simples e práticos

Após os meses frios, há cuidados com os pés que deve ter para recuperar a suavidade e a beleza que quer mostrar nessas sandálias, certo? Aprenda como fazê-lo.

6 cuidados com os pés pós-inverno simples e práticos
Dicas a pôr em prática para pés bonitos e saudáveis

Por muitos cuidados com os pés que tenha, mesmo durante as estações frias, a verdade é que o calçado fechado e as temperaturas baixas não ajudam a manter a pele dos pés sedosa e macia, sendo comum o surgimento de zonas mais duras e ásperas e, até, com gretas e fissuras.

Se é o seu caso e quer entrar na primavera com os pés invejáveis e capazes de serem exibidos em qualquer sandália ou chinelo, então tem de iniciar a “operação” cuidados com os pés pós-inverno e tratar de pôr em prática as 6 dicas essenciais que lhe deixamos em seguida.

6 cuidados com os pés: que comece a “operação” pós-inverno!


pes

1. Olhe bem para os seus pés

Após meses fechados em botas e galochas, é fundamental observar os pés com atenção e fazer uma análise séria do seu estado. Uma coloração estranha nas unhas ou zonas com escamação e/ou coceira são sinais evidentes de que precisa de ir a um dermatologista para que ele faça o diagnóstico certo e indique o tratamento necessário para o seu problema.

2. Corte as unhas corretamente

Importante em qualquer altura do ano, é certo que, durante o inverno, as meias e os sapatos apertados podem ter contribuído para encravar algumas unhas.

O truque é cortar as unhas sempre retilineamente, sem nunca “invadir” os cantos. Quanto à frequência do corte, esta é muito variável, já que depende do ritmo de crescimento das unhas e do gosto de cada um. Fundamental é que elas apresentem sempre um corte reto e estejam limpas e bem tratadas.

3. Dê uso à lixa

Deve, pelo menos, uma vez por mês, lixar as unhas e a sola dos pés. Se preferir pode fazê-lo em casa, mas se puder ir a um profissional habilitado para o efeito, verá que os resultados serão ainda melhores. Sobretudo no pós-inverno, este é um passo essencial já que permite eliminar todas as células mortas e a pele áspera e dura, acumuladas durante aqueles meses em que não tratámos assim tão bem dos nossos pés.

4. Hidrate, hidrate e hidrate

A hidratação diária dos pés, com um creme próprio para o efeito, é algo obrigatório durante todo o ano, se deseja ter uns pés bem macios e suaves. Porém, se descurou um pouco este tópico durante os meses de inverno, não se preocupe. Há sempre solução.

Neste caso, deve fazer igualmente uma hidratação diária, sendo que uma a duas vezes por mês deve fazer uma hidratação mais profunda, aplicando um creme à base de silicone ou ureia, envolvendo os pés em película aderente e deixanto atuar por 20 minutos.

5. Intercale a pintura das unhas

Gosta de ter as unhas dos pés pintadas, especialmente na primavera e no verão em que pode calçar uns chinelos ou umas sandálias? Sim, nós compreendemos e não há nenhum problema em fazê-lo.

Contudo, antes de pintar as unhas, deve conferir se não existe nenhum problema com as suas unhas, como sinais de micose, por exemplo. Além disso, não deve deixar a mesma aplicação de verniz durar a primavera toda (!) e, mais ainda, ao fazer a troca de verniz, deve deixar as unhas ao natural durante cerca de dois dias. Assim, permitirá que elas “respirem”, antes de aplicar novamente uma camada de verniz sobre elas.

6. Atente nos sinais de micose

Já aqui falámos de como é importante olhar atentamente para os pés e estar alerta para eventuais problemas que eles possam ter. Todavia, o tópico da micose merece um destaque à parte, visto que é muito frequente este problema aparecer nos meses quentes.

A micose é causada por fungos e pode ser contraída, por exemplo, na praia, sauna, piscina e até através do uso do calçado de alguém que tenha micose. Para prevenir, deve secar sempre bem os pés, após o banho, principalmente entre os dedos; usar meias de algodão, pois absorvem mais a transpiração; alternar o calçado e, após o seu uso, deixá-lo arejar, antes de guardar.

Veja também: