Publicidade:

Datas de pagamentos da Segurança Social em Junho

Foram anunciadas as datas de pagamentos da Segurança Social em junho e os portugueses já sabem quando recebem. Veja-as neste artigo.

Datas de pagamentos da Segurança Social em Junho
Saiba quando recebe

Chegou o aguardado anúncio das datas de pagamentos da Segurança Social em junho e, como vem sendo habitual, registamos aqui a lista de quem recebe, como e quando. Se estava já a planear as férias, já pode fazer contas mais informadas.

Datas de pagamento da Segurança Social em junho


2 de junho

Os primeiros a receber as prestações sociais são os beneficiários de pensões e subsídios de doença profissional. Tanto as transferências bancárias como os vales de correio são processados logo a partir do segundo dia do mês, embora saibamos que os vales de correio podem demorar um pouco mais a chegar ao destinatário – consequência de estarem dependentes da eficiência e rapidez do serviço dos correios.

datas de pagamentos da segurança social em junho

11 de junho

São precisos mais nove dias para que voltemos às datas de pagamentos da Segurança Social em junho e o Estado comece a processar os benefícios sociais seguintes, embora, por esta altura, proceda ao tratamento de várias alíneas.

Um dos grupos a ver a conta mais cheia por esta altura são os idosos que recebem o Complemento Solidário. Transferências bancárias são processadas e executadas na hora; vales de correio são processados na hora mas podem levar alguns dias a chegar ao destinatário final.

No mesmo grupo estão também os beneficiários da prestação social para a inclusão, que também serão considerados ao dia 11. A única diferença entre estes e os idosos é que, neste caso, os vales de correio são substituídos pelas cartas-cheque – que, verdade seja dita, também estão dependentes da eficiência dos serviços postais e, por isso, não produzem grande diferença do ponto de vista prático.

Os beneficiários de pensões também têm de esperar pelo dia 11 para sorrir, já que é para esta data que estão agendadas as transferências bancárias. Há, no entanto, um detalhe curioso aqui: apesar de estarem definidas as datas de pagamentos da Segurança Social em junho, o Estado vai proceder ao tratamento e emissão dos vales de correio dos beneficiários de pensões a partir do primeiro dia útil do mês (que, neste caso, é o dia 3 de junho), e segue por ordem alfabética.

Pode, por isso, acontecer que os beneficiários com nomes começados pelas primeiras letras do alfabeto acabem por receber o rendimento antes do dia 11.

datas de pagamentos da segurança social em junho

14 de junho

É nesta data que chegam as prestações familiares – pelo menos as que são pagas por transferência bancária, porque as que seguem por vale de correio podem ser atrasadas pelos serviços postais, que não dependem do Estado.

Também por esta altura são as datas de pagamentos da Segurança Social em junho para os beneficiários de subsídios de desemprego, doença e parentalidade – mas só a primeira prestação, ou seja, metade do valor mensal, que chega por transferência bancária ou por carta-cheque.

datas de pagamentos da segurança social em junho

21 de junho

Os beneficiários do rendimento social de inserção recebem o que lhes é devido nesta data, tanto por transferência bancária como por vale de correio. O mesmo critério aplica-se aos beneficiários de ação social, embora estes recebam o rendimento por carta-cheque ou transferência bancária e não por vale de correio.

datas de pagamentos da segurança social em junho

28 de junho

A segunda metade dos subsídios de desemprego, doença e parentalidade chega quase no fim do mês, já que pouco tempo passou desde o pagamento da primeira parte do rendimento. Como habitual, estes beneficiários recebem por transferência bancária ou por carta-cheque, sabendo que, no último caso, pode haver atrasos na sequência de problemas com os serviços postais.

Subsídio de férias

datas de pagamentos da segurança social em junho

Não, ainda não há subsídio de férias nestas datas de pagamentos da Segurança Social em junho, mas estamos quase. Tenha em atenção que, este mês, ainda vai receber os valores normais, e que só no próximo terá direito a um extra.

Veja também:

Marta Maia Marta Maia

Jornalista de formação, trabalhou no Público e na Fugas, mas logo passou para o lado do Marketing. Apaixonada pelo digital e por pessoas, é poupada por natureza e faz questão de tratar o dinheiro com o respeito que ele merece. Ecologista convicta, não dispensa música, livros e boas conversas offline.

O E-Konomista disponibiliza e atualiza informação, não presta serviços de aconselhamento fiscal, jurídico ou financeiro. O E-Konomista não é proprietário nem responsável pelos produtos e serviços de terceiros apresentados, por conseguinte não será responsável por quaisquer perdas ou danos que possam resultar de quaisquer imprecisões ou omissões. A informação está atualizada até à data apresentada na página e é prestada de forma geral e abstrata, tratando-se de textos meramente informativos, pelo que não constitui qualquer garantia nem dispensa a assistência profissional qualificada. Se pretender sugerir uma atualização, por favor, envie-nos a sua sugestão para: [email protected].