Publicidade:

Quer vender peças de design Arte Nova?

Se quer vender peças de design Arte Nova conheça aqui a plataforma de bens de luxo em segundo mão que valoriza as suas peças e garante a sua máxima satisfação.

Quer vender peças de design Arte Nova?
Conheça aqui a plataforma especialista do mercado em segunda mão

Design Arte Nova ou Art Nouveau é um estilo artístico característico do final do século XIX e início do século XX, associado sobretudo à arquitetura e ao design – apesar de haver referências incontornáveis no âmbito da pintura, nomeadamente a obra do artista austríaco Gustav Klimt.

No que diz respeito ao campo artístico, o século XIX é um século de mudança de paradigmas. Os protestos em relação à estética dita convencional e à superioridade da pintura e da escultura em relação a outras artes proliferavam um pouco por toda a parte. É no seio deste contexto ideológico que surge a Arte Nova – a qual propõe elevar o ofício do Arts & Crafts a um nível de excelência que nunca teve,  propondo um tipo de design genuinamente moderno.

Características do design Arte Nova

Principais aplicações

O estilo Arte Nova, no âmbito do design, é aplicado ao design gráfico, de interiores, e às chamadas artes decorativas – joalharia/ourivesaria; mobiliário, têxteis; cerâmica; iluminação e numa grande parte de objetos utilitários.

Uma das suas principais características é o valor dado à linha e ao seu potencial descritivo e simbólico na criação de formas. Ritmo, movimento, vazio/cheio, contorno/superfície são elementos visuais que conferem ao design Arte Nova a energia e a elegância das suas formas, aspectos inconfundíveis deste estilo.

Por muitos considerado um estilo decorativo ou floral – próprio dos seus ‘arabescos’ e referências a formas naturais – somos da opinião que há ainda qualquer coisa de místico nas peças de design Arte Nova. São linhas que se movimentam no espaço e parecem querer aliar formas orgânicas e geométricas.

Principais percursores

A este respeito apontamos, a título de exemplo, o trabalho em vitral do americano Louis Comfort Tiffany (razão pela qual a Arte Nova nos Estados Unidos ficou comummente conhecida por Tiffany’s style); do design de mobiliário do francês Charles Rennie Mackintosh; os objetos decorativos em vidro do francês Emile Galle e dos Daum brothers ou ainda do famoso joalheiro René Lalique; entre muitos outros.

Na arquitectura os exemplos também são bem conhecidos. Victor Horta, autor do projecto do Hotel Tassel em Bruxelas – considerado o primeiro edifício Arte Nova; Antoni Gaudí, nome incontornável da arquitetura espanhola; Otto Wagner, famoso arquiteto vienense, autor dos Pavilions At Karlsplatz; e, claro, o arquiteto checo e designer de mobiliário, Adolf Loos.

Veja também: