Publicidade:

Desperdiçar dinheiro com o carro: 5 erros básicos

Se não quer desperdiçar dinheiro com o carro, garanta a correta manutenção do mesmo. Esteja atento ao seu veículo e evite surpresas desagradáveis.

Desperdiçar dinheiro com o carro: 5 erros básicos
Saiba quais são

Todos sabemos que o carro exige uma manutenção cuidada e regular para garantir os níveis máximos de fiabilidade. Ainda assim, muitos condutores acabam por desperdiçar dinheiro com o carro à conta do tipo de utilização.

Longe vão os tempos em que os carros eram “todos iguais” e todos os condutores seguiam a mesma cartilha (e prazos) de manutenção. Hoje em dia, os modelos produzidos chegam com diversas especificidades que obrigam a uma atenção redobrada e bem distinta de automóvel para automóvel.

Desperdiçar dinheiro com o carro: erros mais comuns

desperdiçar dinheiro com o carro

Para garantir que o seu veículo está aí “para as curvas”, não basta preocupar-se com a mudança de óleo. Muitos condutores negligenciam o seu automóvel, o que, na maioria dos casos, significa desperdiçar dinheiro com o carro.

1. Não seguir as indicações do construtor

Cumprir à risca os prazos estabelecidos pela marca e respetivos especialistas para a mudança do óleo do motor é essencial. Para garantir que todos os componentes funcionam corretamente, leia sempre o manual do proprietário e saiba quais as indicações dadas pelo construtor. Todos os componentes do veículo têm prazo de validade e deve estar atento para que cumpram as respetivas funções corretamente.

2. Ignorar a importância do óleo dos travões

De acordo com a legislação mais recente, o óleo dos travões é higroscópico, o que quer dizer que absorve a água presente na atmosfera. Ainda que contenha inibidores de corrosão, é importante que esteja atento a este componente, sobretudo em carros mais antigos. Os especialistas aconselham à respetiva troca a cada dois anos.

3. Não verificar a pressão dos pneus

Este é um dos erros mais comuns e que vai fazê-lo desperdiçar dinheiro com o carro. Se não garantir a correta pressão dos pneus do veículo vai potenciar um desgaste superior desta peça. Além de aumentar o consumo de combustível do veículo, o carro terá menor aderência ao piso e precisará de uma maior distância de travagem. Assim sendo, verifique a pressão dos pneus todos os meses para evitar acidentes ou trocas antes do tempo.

4. Negligenciar o líquido de refrigeração

Por norma, poucos condutores lembram-se do líquido de refrigeração. Assim como o óleo dos travões, este componente vai perdendo qualidades ao longo do tempo e, por isso, a sua troca deve ser feita a cada dois anos. Ainda assim, consulte o manual do proprietário para saber quais as especificidades do seu veículo.

5. Lavar e parafinar o chassis

Esta tem sido uma prática comum, mas os modelos mais recentes não necessitam de ser parafinados. A lavagem pode ser feita anualmente em veículos que façam uma grande quilometragem em terrenos com muita terra e pó. Já a parafinagem, muito comum há uns anos atrás, é desaconselhada: a parafina cria uma massa pastosa que afeta as borrachas.

Agora que já conhece os erros mais comuns que podem fazê-lo desperdiçar dinheiro com o carro, garanta a correta manutenção do seu veículo.

Veja também: