Publicidade:

Destaques do cinema em 2018: o que (ainda) precisa ver

O ano tem sido muito bom, em termos cinematográficos. Recorde alguns dos destaques do cinema em 2018 que já passaram e e fique a saber que mais hão de estrear.

Destaques do cinema em 2018: o que (ainda) precisa ver
O ano já vai longo, mas as novidades continuam quentinhas

Estivemos a ver o que é que estreou em Portugal este ano e o que é que ainda está para vir para listar os destaques do cinema em 2018 que ainda precisa ver este ano. De preferência, numa sala de cinema, onde a experiência é bem mais imersiva, ou então no conforto da sua sala e sofá. Preparado para uma viagem cinematográfica?

Os destaques do cinema em 2018 que tem mesmo de ver


Talvez pelo facto de os Óscares serem no início do ano é que o arranque de 2018 foi tão prolífero; à medida que o tempo passa, vão escasseando referências a filmes que valha a pena ver e rever. Ainda assim, a lista era imensa, pelo que selecionámos apenas alguns dos filmes que marcaram, este ano, as bilheteiras e que ainda vão marcar. Outra ressalva, é que olhámos para os filmes de 2018 como aqueles que estrearam nas salas portuguesas nesse ano. Ora, isto faz com que filmes concluídos e lançados ainda em 2017 noutros países, apareçam aqui como deste ano.

Entre finais de outubro e dezembro temos ainda um rol extenso de filmes de 2018 por estrear, especialmente para quem procura um entretenimento ligeiro entre as correrias das compras de Natal. Mas vamos aos essenciais do ano!

A star is born

Romance e musical
Com: Lady Gaga, Bradley Cooper e Dave Lachapelle
Realização: Bradley Cooper

Protagonizado por Lady Gaga e Bradley Cooper, que também é realizador do longo, “A star is born” é, sem dúvidas, um dos grandes destaques do cinema em 2018. Essa é a terceira filmagem do filme de 1937, que teve em sua segunda versão Barbra Streisand e Kris Kristofferson, em 1976. O filme tem sido aclamado pelo público e pela crítica e a performance da cantora e compositora Lady Gaga lança o seu nome como possibilidade nas indicações para o Oscar. A banda sonora do filme merece destaque especial.

Bohemian Rhapsody

Biografia e Musical
Com: Rami Malek, Ben Hardy, Lucy Boynton
Realização: Brian Singer

O filme realizado por Brian Singer retrata o surgimento da banda de rock Queen e mostra a vida de Freddie Mercury. O longa é uma celebração  do experimentalismo e grandiosidade da banda, em diferentes fases, desde o lançamento meteórico até o reencontro para o Live Aid, naquela que foi uma das maiores apresentações de uma banda de rock até hoje. O filme vale a pena pela banda sonoro, pelos momentos emocionantes da banda em cima do palco e pela interpretação de Rami Malek, embora os fãs mais exigentes questionem a forma como a biografia de Freddie Mercury foi apresentada e apontem imprecisões em relação à carreira da banda.

O Quebra-Nozes e os Quatro Reinos

Aventura
Com: Mackenzie Foy, Keira Knightley, Matthew Macfadyen
Realização: Lasse Hallström & Joe Johnston

E este ano temos mais uma nova versão da história do quebra-nozes, desta vez com o cunho da Disney. Clara recebe um presente inestimável do seu padrinho, mas precisa de uma chave para descobrir o que é. Na busca pela chave, a rapariga entra num mundo paralelo, onde encontra o soldado quebra-nozes Philip, que a ajuda a recuperar a chave da rainha do Quarto Reino, a tirana Mãe Ruiva.

Monstros Fantásticos: Os Crimes de Grindelwald

Drama, Fantasia
Com: Eddie Redmayne, Johnny Depp, Katherine Waterston, Jude Law
Realização: David Yates

Finalmente, que chega um dos filmes de 2018 mais ansiados pelos aficionados de cinema! Na continuação de Monstros Fantásticos e Onde Encontrá-los, voltamos a deparar-nos com Gellert Grindelwald, um portentoso feiticeiro que pretende reunir um exército de puros-sangues, de modo a estabelecer a sua supremacia sobre os no-maj (ou Muggle). Para o impedir de perturbar o equilíbrio entre o mundo comum e o mundo da magia, Dumbledore recruta Newt, o magizoólogo britânico e herói desta prequela.

Mortal Engines

Com: Hugo Weaving, Stephen Lang, Robert Sheehan, Hera Hilmar
Realização: Christian Rivers

Resumindo o enredo sem dar muitos spoilers, a história passa-se numa Terra pós-apocalíptica. Devido aos desastres ecológicos consequentes de uma guerra nuclear massiva, foram colocados motores na cidade de Londres, para que esta se elevasse nos céus e sobrevivesse às calamidades no solo. Ora, outras cidades seguiram o seu exemplo e, para obterem recursos necessários à sua sobrevivência, perseguiam-se e devoravam-se umas às outras. Nesta Londres deste mundo, vive pacificamente o jovem Tom Natsworthy. Certo dia, ele tem um encontro improvável com uma rapariga em plena missão de assassinato, e a sua vida e a sua forma de ver o mundo mudam radicalmente.

Três Cartazes à Beira da Estrada

Drama, Crime
Com: Frances McDormand, Peter Dinklage, Abbie Cornish
Realização: Martin McDonagh

Mildred Hayes é uma mãe que procura desesperadamente a filha, e que não se conforma com o trabalho ineficiente da Polícia. Nisto, ela decide alugar três outdoors enormes ao longo de uma estrada, de modo a que o caso ganhe visibilidade e que as forças policiais se vejam pressionadas a dedicarem-se mais às investigações.

Chama-me Pelo Teu Nome

Drama, Romance
Com: Timothée Chalamet, Armie Hammer, Michael Stuhlbarg
Realização: Luca Guadagnino

“Chama-me pelo Teu Nome” é a última parte da trilogia “Desejo”, de que também fazem parte os filmes “Eu Sou o Amor” e “Mergulho Profundo”. Neste filme é-nos narrada a história de Elio, um adolescente que vive algures em Itália, na década de 1980. O seu pai, um arqueólogo de renome, convida um jovem académico, Oliver, para passar uma temporada em sua casa, para o ajudar num projeto. Ao princípio, Elio, de temperamento recatado, vê pouco em comum com Oliver, mais exuberante; mas aos poucos, uma atracção entre os dois começa a desenvolver-se.

Florida Project

Drama
Com: Brooklynn Prince, Bria Vinaite, Willem Dafoe, Valeria Cotto
Realização: Sean S. Baker

Moonee é uma menina de seis anos que vive com a mãe Halley, num motel próximo da Disney World, em Orlando, no estado da Florida. A mãe, uma jovem inconsequente, vive de subsídios e do ocasional biscate, enquanto que Bobby, o gerente do motel, é a figura paternal, tratando da segurança de Moonee e das outras crianças que por lá brincam.

Ilha dos Cães

Drama, Fantasia
Realização: Wes Anderson

Num futuro distópico, não muito longe do nosso presente, Megasaki, uma cidade japonesa, é assolada por uma nova estirpe de gripe, que é transmitida por cães. Ora, Kobayashi (o presidente da câmara) para fazer face à situação, decide recolher todos os cães da cidade e exilá-los numa ilha deserta. Só que Atari, o seu jovem sobrinho, não se quer desfazer do seu cão Spots e engendra todo um plano para conseguir chegar à Ilha dos Cães e reencontrar o seu amigo.

O Primeiro Homem na Lua

Drama, Biografia
Com: Ryan Gosling, Claire Foy, Jason Clarke, Kyle Chandler
Realização: Damien Chazelle

Esta é a história de Neil Armstrong, um dos três homens da missão Apollo 11, que chegou à Lua em Julho de 1969. Bem, parte da história; na realidade, é sobre os eventos e provações que deram origem à primeira viagem à Lua, da preparação psicológica no meio de tantos testes e ensaios, com consequências mortais para muitos, da dúvida e do receio.

Se é para ver um filme de 2018 nos próximos tempos, aproveite para ver O Primeiro Homem na Lua enquanto está nos cinemas. Vale cada cêntimo do bilhete. Há muitos mais filmes de 2018 além destes que merecem ser vistos, sem dúvida, mas tem de começar por algum lado, não é verdade?

Veja também: