Publicidade:

Descubra 8 dos melhores destinos europeus de inverno

Quer fazer uma viagem nos dias de mais frio? Dizemos-lhe quais os 8 melhores destinos europeus no inverno para uma escapadinha mais genuína nesta época do ano.

Descubra 8 dos melhores destinos europeus de inverno
Saiba onde passar férias nos meses de inverno

Com o solstício de inverno, chegou a estação do ano em que tendemos a ficar em casa, debaixo dos cobertores. É também nesta estação, porém, que os voos e alojamento noutros pontos do Velho Continente se encontram mais baratos. Descubra aqui, quais os 8 melhores destinos europeus no inverno para uma escapadinha que não irá esquecer. São muitos os lugares mágicos por descobrir, entre estes melhores destinos europeus no inverno.

8 melhores destinos europeus no inverno para ótimas escapadinhas


1. Interlaken, Suíça

interlaken

Interlaken não é o primeiro destino europeu a surgir no imaginário do viajante e, por isso, é talvez um dos que se revela verdadeiramente mágico. Aqui, nesta vila aninhada entre dois lagos nos Alpes Suíços, irá encontrar o equilíbrio perfeito entre o sossego das montanhas e a adrenalina dos desportos de inverno. No mesmo dia, poderá aventurar-se em saltos de paraquedas, bungee jumping ou parapente e relaxar depois num jacuzzi ao ar livre. Para uma vista privilegiada e panorâmica sobre toda a extensão de Interlaken, suba até ao Harder Klum, um miradouro situado a 1322 metros de altitude.

2. Praga, República Checa

praga

Praga é outro dos melhores destinos europeus no inverno. Uma cidade com um encanto particular nesta altura do ano. Com telhados vermelhos cobertos de neve, calçadas com história e guisados apetitosos, a “Cidade das Cem Cúpulas” é um destino mágico nos meses frios. Explore o centro histórico, repleto de luzes, faça-se a um concerto de música clássica e perca-se com os aromas e sabores locais. Quando o frio apertar, visite um dos museus da capital checa, como o Museu do Comunismo ou o Museu Checo de Música, e sente-se num dos vários cafés junto ao rio, onde os casacos ficam no cabide.

3. Transilvânia, Roménia

transilvania

Esta é uma das mais importantes regiões da Roménia, romântica e pitoresca, com belíssimas vilas medievais que fazem despertar a imaginação de qualquer um. Vá até Bran, onde poderá visitar o Castelo de Bran, uma fortaleza do século XIV, conhecida como o “Castelo do Drácula”, e explore a cidade de Sighisoara que é, atualmente, uma das cidades medievais mais importantes do mundo, com portões e passagens secretas, uma Torre do Relógio do século XIV e a casa onde nasceu o príncipe Vlad Teles, O Empalador. Brasov, pitoresca e tradicional, e Targu Mures, uma cidadela medieval construída no século XV, são outros destinos a não perder dentro da mágica região da Transilvânia.

4. Budapeste, Hungria

budapeste

Budapeste, a capital da Hungria é, sem dúvida, um dos melhores destinos europeus no inverno. Com menos visitantes nesta altura do ano, a atmosfera da cidade ganha contornos mágicos. Percorra as ruas repletas de majestosos edifícios, espreite o pitoresco Parque da Cidade, com uma generosa pista de gelo, e relaxe nas Termas de Széchenyi. Se o frio for demasiado para devaneios ao ar livre, faça-se ao interior aquecido de um dos 221 museus de Budapeste. Um shot de palinka, a bebida oficial da Hungria, é outra opção para aquecer corpo e alma.

5. Bratislava, Eslováquia

bratislava

Os vários marcos históricos, a vida cultural vibrante, a deliciosa gastronomia local e o vinho de qualidade fazem da capital da Eslováquia um dos melhores destinos do Velho Continente, faça chuva ou faça sol. Aqui, as distâncias são curtas. Num minuto, poderá estar a maravilhar-se com a Catedral e, no seguinte, estar já a deliciar-se com pratos tradicionais ou a bebericar um espresso num dos vários cafés com atmosfera da cidade. Visite o castelo, espreite a Antiga Câmara Municipal e aproveite para fazer compras nas lojas que se estendem nas margens do Danúbio.

6. Bergen, Noruega

bergen

Bergen, a segunda maior cidade da Noruega, é a porta de entrada para os fiordes, encontrando-se aninhada em paisagens naturais de cortar respiração. Pitoresca e vibrante, Bergen é conhecida pelas sete montanhas que a rodeiam cidade, o Cais Hanseático, o mercado de peixes e o Festival Internacional de Bergen, que acontece todos os anos na cidade. Parta numa viagem de barco pelos fiordes ou numa caminhada e suba no funicular Fløibanen até ao topo de uma das montanhas da cidade, Fløye, de onde poderá descer de toboggan.

7. Bruges, Bélgica

bruges

Bruges, na Bélgica, é uma cidade de canais plenos de encanto, onde em cada esquina há uma loja de chocolates. Viaje pelo tempo ao percorrer as vielas medievais, passando pela Grote Markt, a praça onde se concentram alguns dos edifícios mais bonitos da cidade, como o da Corte da Província, construído em 1887, em estilo neogótico. Não perca também a oportunidade de visitar o Campanário, um dos mais emblemáticos marcos da cidade, a Igreja de Nossa Senhora, onde jaz uma escultura de Michelangelo, e a Catedral de São Salvador, com tumbas da Idade Média no seu interior.

8. Salzburgo, Áustria

salzburgo

Salzburgo é a quarta maior cidade da Áustria e parece ter sido desenhada para um conto de fadas. Com uma atmosfera medieval e aninhada em paisagens verdejantes, eternizadas no filme Música no Coração, é um destino de uma beleza singular, onde poderá perder-se pelo centro histórico – Património da Humanidade –, visitar a residência de Mozart, no número 9 da Getreidegasse, e espreitar a fortaleza de Hohensalzburg, um dos maiores castelos medievais da Europa, situado no topo de uma colina.

Veja também: