Publicidade:

Como despachar bagagem de forma rápida e segura: dicas úteis

Vai viajar de avião e já está a pensar em tudo o que pode acontecer com a sua mala. Veja dicas e truques para despachar bagagem e, também, o que fazer em caso de extravio.

Como despachar bagagem de forma rápida e segura: dicas úteis
Mantenha a sua mala sob controlo

Despachar bagagem é um passo decisivo para garantir (ou tentar ao máximo garantir) que a sua mala viaja e chega ao mesmo destino que você, sã e salva. Se já ouviu tudo o que de menos bom pode acontecer com a nossa bagagem quando viajamos ou se você próprio já teve uma má experiência, sugerimos que leia os nossos truques e dicas sobre como despachar bagagem e não ter problemas na hora de recolhê-la. Comece já a tomar notas!

Despachar bagagem: dicas para ter a mala debaixo de olho


1Fonte: Pexels/nappy

Despachar bagagem: o que significa?

O despacho da bagagem é o registo e identificação das malas, os quais devem ser feitos no balcão de check-in do aeroporto, assegurando que a sua bagagem chega ao destino, transportada no compartimento inferior do avião.

Pesos e limites da bagagem, segundo cada companhia

As políticas sobre a bagagem de porão variam de acordo com a companhia aérea que realiza o voo.

Na TAP, uma peça de bagagem de porão sem custos adicionais é possível ser faturada desde que não supere os 23 kg e desde que as dimensões totais da mala não excedam os 158 cm.

Na Iberia, é permitido um único artigo de bagagem faturada gratuito, desde que não exceda um peso máximo de 23 kg.

Já a Ryanair não transporta bagagem com mais de 32 kg ou de dimensões combinadas com mais de 81 cm de altura, 119 cm de largura e 119 cm de profundidade.

Na Easyjet, cada passageiro paga por uma bagagem que pode suportar no máximo 20 kg, e na companhia aérea Sata, em classe económica, o passageiro pode levar no máximo duas bagagens, cujo peso não possa ultrapassar os 32 kg por bagagem.

Tempos médios para despachar bagagem

Em todos os voos no Espaço Schengen, deve despachar a sua bagagem 90 minutos antes da partida do voo, já em voos não-Schengen deve despacha-lá 120 minutos antes.

Em voos para países terceiros, ou seja, intercontinentais, deve despachar a sua bagagem 180 minutos antes do embarque.

Pequenos truques para recolher a bagagem com maior rapidez

“Cuidado, frágil!”

Em geral, as bagagens marcadas como frágeis são as últimas a serem guardadas no compartimento de carga dos aviões e as primeiras a serem retiradas. Por essa razão, utilizar esta mensagem pode ser uma boa estratégia.

“Prioridade”

No momento do check-in, tente pedir – de forma delicada e justificada – uma etiqueta de prioridade. Tal pode garantir que a sua mala seja das primeiras a ser despachada, o que lhe vai poupar muito tempo.

“Informe-se bem na hora do check-in

Perceba exatamente como a companhia aérea funciona na hora do desembarque e da retirada da bagagem. Isso pode dar-lhe dicas muito úteis para saber como proceder e a melhor forma de recolher a sua mala com rapidez.

7 dicas para não perder a bagagem


despachar bagagem

1. Compre uma mala diferente que se destaque

Uma mala colorida e personalizada destaca-se por entre as dezenas e dezenas de malas pretas que correm pelos tapates de bagagem dos aeroportos. Assim, será mais fácil identificá-la e não ser confundida.

2. Coloque um chip na mala

Já é possível colocar um chip na sua mala e, através de uma aplicação, conseguir detetar a localização da sua bagagem. Tire o melhor partido do que a tecnologia lhe oferece.

3. Retire todas as etiquetas de voos anteriores

Para evitar confusões, deve remover da sua bagagem todas as etiquetas de viagens antigas que tenha feito.

4. Fotografe a mala

Algo tão simples como uma fotografia permite ter um registo exato e preciso da sua mala, melhor do que qualquer descrição oral que possa fazer dela.

5. Faça um check-in antecipado

Chegar cedo ao aeroporto e fazer um check-in com tempo são sempre bons conselhos, já que evitam a pressão e os consequentes enganos e confusões quer em relação ao registo da mala, quer em relação a outros aspetos.

6. Identifique a sua bagagem

Identifique sempre a sua mala com o seu nome, endereço, contactos e morada de destino. Quem a encontrar, terá sempre dados pessoais que pode contactar.

7. Chegue o mais cedo possível ao tapete da bagagem

Na hora do desembarque, apresse-se e dirija-se o quanto antes ao local onde as suas malas já circulam à sua espera.

O que fazer em caso de atraso, extravio, perda ou dano de bagagem


Atraso na entrega, extravio ou perda de bagagem

Nos casos de atraso na entrega da bagagem ou de extravio da mesma, o passageiro deve apresentar uma reclamação escrita à companhia aérea, no prazo máximo de 21 dias a contar da data em que a bagagem é colocada ao seu dispor. Nas secções de Bagagem Perdida dos aeroportos existem documentos próprios (relatório de irregularidade de bagagem) para estas situações.

Danos e/ou violação da bagagem

No caso de entrega da bagagem danificada, o passageiro, antes de sair do átrio de recolha da bagagem do aeroporto, deve apresentar uma reclamação escrita à companhia aérea, no prazo de 7 dias a contar da data em que a bagagem é colocada ao seu dispor. Nas secções de Bagagem Perdida dos aeroportos existem documentos próprios para estas situações (relatório de irregularidade de bagagem). A companhia aérea irá, posteriormente, proceder à confirmação e avaliação dos danos reclamados, podendo providenciar a reparação da mala em questão ou proceder à substituição da mesma por uma idêntica.

No caso de violação da bagagem, aplica-se o procedimento anterior, sendo que recai sobre o passageiro o ónus da prova de todos os danos e respetivo valor decorrentes da violação da bagagem. Por esta razão, não se aconselha o transporte de artigos valiosos e/ou frágeis, tais como jóias, material informático, máquinas ou material fotográfico, telemóveis, etc, até porque as companhias aéreas não se responsabilizam pelo transporte de artigos valiosos e/ou frágeis.

Sim, nenhum destes métodos é 100% infalível, mas a verdade é que se seguir todas estas indicações no momento de despachar bagagem, é bem possível que consiga evitar ou prevenir uma série de constrangimentos. Caso, mesmo assim, algo não decorra na perfeição, como viu há sempre mecanismos legais que pode acionar para se defender. Faça do ato de despachar a bagagem, uma etapa sem segredos para si.

Veja também: