Publicidade:

15 dicas para fazer compras inteligentes

Fazer compras é um prazer para a maioria, mas poucos são mestres em comprar sem desperdiçar. Conheça as melhores dicas para fazer compras inteligentes.

15 dicas para fazer compras inteligentes
Com ponderação pode poupar e comprar sem culpas

Seja nas compras do dia-a-dia no supermercado, roupa ou compras mais avultadas, é importante ser ponderado e astuto para não desperdiçar dinheiro. Há dicas para fazer compras inteligentes que vale a pena pôr em prática para comprar sem culpa.

Comprar de forma inteligente implica bom senso, paciência e alguma organização. Os benefícios são vários: não só poupa, como evita acumular coisas desnecessárias, leva uma vida mais contida e vive sem a culpa de ter gasto mal o seu dinheiro.

Para ter a certeza de que está a fazer tudo ao seu alcance, siga a nossa lista de dicas para fazer compras inteligentes e tornar esta atividade ainda mais prazerosa.

15 dicas para fazer compras inteligentes

dicas-para-fazer-compras-inteligentes

1. Pesquise os preços

Um fundamento básico para fazer compras inteligentes é pesquisar os preços de forma a encontrar o produto com a melhor relação qualidade/preço. Entre em várias lojas, pesquise os preços nos sites das mesmas e use plataformas de comparação de preço.

2. Comparar o preço da loja e online

Outra das dicas para fazer compras inteligentes é avaliar os preços online. Se anda a namorar uma peça de roupa há algum tempo mas acha cara, veja o preço no site dessa mesma loja. Comprar online muitas vezes compensa mais porque há descontos exclusivos nos sites.

3. Faça listas

É um truque que não falha. Vá anotando tudo o que precisa (num papel, app ou quadro de giz) e leve uma lista quando vai fazer compras. As listas ajudam a manter o foco no que realmente precisa de comprar, ajudam a calcular quanto vai gastar e permitem poupar tempo porque vai direto ao que precisa.

4. Compre usado

Bens mais caros como móveis, eletrodomésticos, carros, mas também roupas ou artigos para bebé, são coisas que compensa comprar em segunda mão. Em sites especializados, páginas de Facebook ou lojas de artigos em segunda mão encontra estes produtos em bom estado, com pouco uso e a ótimo preço.

5. Não tenha pressa

A pressa é inimiga da perfeição, por isso não vá às compras com o tempo contado. Tente planear o seu dia de forma a conseguir ir às compras com calma. Caso contrário vai acabar por tomar decisões precipitadas de que pode vir a arrepender-se.

6. Espere pelas promoções

Outra das dicas para fazer compras inteligentes é ter paciência. Se tem uma compra mais cara para fazer e não tem urgência, espere que comece a época de promoções e saldos. Nestas alturas, os preços baixam ou há ofertas de pagamento especiais que podem compensar.

7. Regra das 3 peças

Quando vai comprar roupa pense se tem, pelo menos, três peças que possam combinar com a que está a ponderar adquirir. Se não encontrar combinações possíveis no seu guarda-roupa pense duas vezes. Talvez não valha a pena o investimento.

8. Compre com antecedência

Se está a planear fazer férias, viajar, marque voos e hotéis com o máximo de antecedência possível e com datas flexíveis. Só assim vai garantir o melhor preço e assegurar que tem reembolso caso tenha um imprevisto.

9. Leia os reviews

Esta dica é, sobretudo, útil para produtos mais caros, gadgets e viagens. Para evitar surpresas e fazer uma escolha acertada e consciente, pesquise a opinião de outros compradores sobre o produto ou serviço que quer adquirir.

10. Não compre por impulso

Ir dar um passeio para ver montras pode ser desastroso para a sua carteira. As montras estão feitas para atrair compradores e não é fácil resistir à tentação. Mas pense sempre se, de fato, precisa do artigo que está tentado a comprar. As compras por impulso são quase sempre um erro e desperdício de dinheiro.

11. Compre qualidade

Aconselhamos sempre a procurar os preços mais baratos, desde que os produtos respondam às necessidades. No entanto, por vezes, o barato sai caro. Há produtos que vai usar muito, como eletrodomésticos, calçado e algumas peças de roupa como casacos de inverno, em que não convém arriscar na qualidade. Mais vale pagar mais e garantir maior durabilidade.

12. Saiba quais as políticas de devolução e garantia

Comprar um produto online e não ser bem aquilo de que estava à espera, ou comprar um eletrodoméstico que não funciona devidamente pode acontecer a qualquer um. Para não ficar com coisas empatadas em casa, antes de comprar saiba quanto tempo tem para devolver o produto, se pode pedir reembolso ou fazer troca, qual o tempo de garantia e o que está incluído na mesma (reparação ou substituição).

13. Compras experimentais

Se encontrou um site maravilhoso que tem vários dos produtos que quer comprar mas nunca experimentou o site, não compre tudo de uma vez. Seja cauteloso. Encomende uma só coisa para experimentar e avaliar se o produto corresponde ao esperado. Se ficar satisfeito com o serviço, avance com o resto da encomenda.

14. Não seja escravo das modas

Revistas, publicidade, bloggers e influencers, as amigas que vestem tão bem. Tudo nos encaminha para seguirmos a moda e há tendências para tudo: vestuário, decoração, carro, corte de cabelo e até alimentação. Não seja escravo das modas. Só porque é tendência não vá logo comprar. Siga o seu próprio estilo e modo de vida.

15. Prefira pagar em dinheiro

A última das dicas para fazer compras inteligentes é pagar com dinheiro em vez de pagar com cartão de crédito. Ao pagar com cartão não vê o dinheiro a sair e não lhe dói. Pelo menos não na hora, mas é certo que a conta há-de chegar! Antes de sair para as compras, defina o valor que pode gastar e leve dinheiro na carteira. É garantido que vai pensar duas vezes antes de gastar, logo, faz compras mais inteligentes.

Veja também:

Alexandra Nunes Alexandra Nunes

Alexandra Nunes é jornalista com experiência em imprensa e rádio. Depois de quase uma década a trabalhar na Rádio TSF partiu rumo ao Médio Oriente. A sede de conhecer novos mundos levou-a até ao Dubai, onde vive atualmente. Por lá, tem-se dedicado a explorar novas áreas da Comunicação e escreveu a biografia “Uma Mulher no Topo do Mundo” sobre a primeira portuguesa a chegar ao topo do Monte Evereste. É apaixonada por viagens, pessoas e as suas estórias.