Publicidade:

6 dicas para gerir o dinheiro do casal

Planear um orçamento e objetivos financeiros a dois às vezes pode ser complicado. Confira 6 dicas para gerir o dinheiro do casal e ser feliz.

6 dicas para gerir o dinheiro do casal
O diálogo é o melhor caminho para ajudar a traçar as metas e objetivos

Administrar o próprio dinheiro nem sempre é simples, administrar os rendimentos quando se faz parte de uma dupla pode ser mais complicado ainda. Algumas dicas para gerir o dinheiro do casal pode ser o segredo para conseguir manter o orçamento organizado sem gerar brigas e discussões.

Listámos algumas dicas para gerir o dinheiro do casal que podem fazer toda a diferença.

6 dicas para gerir o dinheiro do casal

1. Sejam honestos

bill

O diálogo é a base principal de qualquer relação e ser honesto sobre as próprias finanças pode poupar o casal a maiores problemas. Sente-se para conversar com o seu parceiro ou parceira e fale sobre todas as dívidas que possui, quanto realmente recebe e desconta, e quais são as opções que encontra para dividir as contas e aumentar os investimentos.

Uma dica importante é: se possível, tenha essa conversa antes de se casarem, assim ninguém será apanhado de surpresa com as questões financeiras do outro.

2. Definam metas

couple

Ter metas, objetivos e sonhos é normal e saudável, mas para facilitar o entendimento e tornar mais fácil a gestão do dinheiro do casal, uma das dicas é colocar no papel, ou no excel, todos os objetivos: os individuais e os a dois. É importante que as duas partes se comprometam e concordem com o estabelecido.

3. Discutam sobre as contas bancárias

bills

Não é só porque estão a dividir a vida que precisam também de dividir as contas no banco. É necessário pesar os prós e os contras de manterem contas individuais ou abrirem uma conta conjunta. Estudem taxas e custos antes de decidir o que é o melhor para os dois. Existem vantagens e desvantagens em ambas as alternativas, cabe a cada um decidir o que se adapta melhor ao orçamento da casa.

4. Tenham um fundo de emergência

saving

Ter um fundo financeiro para emergências é importante, inclusive para quem não é casado, ou não vive com o companheiro. No entanto, quando se trata de finanças conjuntas, uma das dicas para gerir o dinheiro do casal passa sempre pela opção de manter um fundo para emergências. Nunca se sabe quando o dinheiro extra será necessário, seja em caso de desemprego ou a surpresa de um bebé.

5. Não percam o trilho do dinheiro

bills

Acompanhem os gastos e consumos com conversas mensais ou semanais sobre o orçamento, as dívidas e os investimentos. Tenham uma tabela e mantenham-na sempre atualizada.

6. Definir um orçamento onde incluam os gastos comuns

dicas para gerir o dinheiro do casal

As despesas mensais (eletricidade, gás, água, telemóveis, por exemplo), previsíveis, as despesas extra e os rendimentos de cada um devem ser controladas num orçamento comum. É fundamental que os dois saibam para onde vai o dinheiro e quanto podem poupar. A partir daí o casal pode dividir o pagamento de determinadas contas. Dividir responsabilidades de forma justa (mais até do que equitativamente) é crucial para gerir o dinheiro do casal.

Veja também: