Publicidade:

As 7 distrações mais perigosas no trânsito: consegue evitá-las?

Todos os condutores estão sujeitos àquelas que são as distrações mais perigosas no trânsito. Saiba quais são e aprenda a evitá-las.

As 7 distrações mais perigosas no trânsito: consegue evitá-las?
As situações mais problemáticas

Todos os anos, os dados da sinistralidade rodoviária mostram como acidentes com níveis de gravidade diferentes, poderiam ser evitados se existisse mais consciência relativamente às distrações mais perigosas no trânsito. Se o álcool é um grande perigo, atualmente as distrações tecnológicas são um grande problema.

Além da escolha que os condutores fazem de pegar no telemóvel enquanto guiam, a tecnologia presente nos próprios carros, está a revelar-se mais perigosa que o álcool. Tirar os olhos da estrada muitas vezes, nem que seja por frações de segundo, revela-se mais fatal do que causas mais “tradicionais”.

As 7 distrações mais perigosas no trânsito


distracoes mais perigosas no transito

1. Uso do telemóvel

Seja para atender telefonemas, consultar as redes sociais ou responder a mensagens, usar o telemóvel é a principal distração na estrada, a mais comum e a que mais causa acidentes graves.

2. Uso do GPS

Mudar as definições ou fazer qualquer tipo de alteração no sistema de navegação durante a condução é outra das distrações mais perigosas no trânsito, especialmente porque implica mais do que um comando para clicar e mais do que um texto para ler.

3. Comer enquanto conduz

Se estiver a consumir alimentos ou a beber enquanto conduz, não vai estar com as duas mãos no volante, nem concentrado/a a 100%. Por vezes, a falta de coordenação ao conduzir com uma só mão pode ser fatal.

4. Mudar a estação de rádio

São vários os automóveis que permitem mudar de estação, ou música, no volante. Mas se não for esse o caso do seu carro, tenha muita atenção a este gesto. Um segundo com os olhos fora da estrada pode fazer a diferença.

5. Olhar-se ao espelho

Os únicos espelhos para os quais deve olhar com atenção são os retrovisores.

6. Discutir com os acompanhantes

Uma conversa mais animada, ou uma discussão menos positiva, podem ser fatais durante a condução, se a atenção estiver mais focada na conversa do que na estrada à sua frente.

Conselhos para evitar as distrações mais perigosas no trânsito

  • Deixe os passageiros que o acompanham lidar com o GPS, ou atender algum telefonema;
  • Se está sozinho, resista à necessidade de mexer no telemóvel e atender chamadas;
  • Vá para a estrada já preparado/a: para não ter necessidade de comer, de se maquilhar ou pentear enquanto conduz;
  • Evite ao máximo ter objetos soltos no carro durante a viagem, para não cair na tentação de ir apanhar alguma coisa ao chão do carro;
  • Não ponha o volume do rádio ou leitor de música demasiado elevado;
  • Evite discussões acaloradas enquanto conduz. Pode custar mais do que uma zanga;
  • Coloque todos os objetos que sejam dispensáveis, e que o possam distrair, no banco de trás.

Veja também:

Júlia Rocha Júlia Rocha

Licenciada em Ciências da Comunicação pela Universidade do Porto, sempre se deu bem com os livros, teclados de computador e canetas. A importância da palavra escrita num mundo tecnológico, aliada à história, ao cinema, literatura e televisão, são os seus maiores campos de interesse.

Também lhe pode interessar: