Publicidade:

Domiciliação de pagamentos: o que é e como fazer

Entre tantas obrigações mensais, a domiciliação de pagamentos serve para facilitar a vida dos consumidores. Saiba mais sobre este serviço.

Domiciliação de pagamentos: o que é e como fazer
Conheça as vantagens e desvantagens

Contas da água, luz, gás, telefone, Internet… Hoje em dia, é fácil perder-se entre faturas e valores a pagar mensalmente. Para garantir que não falha nenhum prazo e que não deixa para trás nenhum valor (que, num futuro próximo, pode valer-lhe grandes dores de cabeça), a domiciliação de pagamentos pode ser a solução para si.

Este serviço é totalmente gratuito e livre de preocupações e burocracias. Na altura de firmar contrato, as empresas já disponibilizam este tipo de serviços (o chamado Débito Direto), mas se não avançou com a autorização deste serviço, pode fazê-lo em qualquer altura, basta dirigir-se ao seu banco ou a uma qualquer Caixa Multibanco.

Domiciliação de pagamentos: como fazer?


domiciliação de pagamentos

O processo para a domiciliação de pagamentos é muito simples e está disponível em todas as instituições bancárias do país.

Para tal, necessita apenas de garantir a Autorização de Débito em Conta (ADC). Esta operação pode ser feita numa Caixa Multibanco: basta aceder à opção “Pagamentos/Carregamentos” > “Débitos Diretos”. De seguida, deverá apenas preencher os dados pedidos: NIB da conta a debitar, entidade e referência.

Alguns bancos, como é o caso do Millenium BCP, permitem que os pedidos de domiciliação de pagamentos sejam feitos no balcão. Para tal, precisará apenas de preencher o documento que garante a respetiva autorização e fazer a entrega do mesmo no seu banco.

Domiciliação de pagamentos: cuidados a ter

À primeira vista, este tipo de serviços conta apenas com vantagens para o consumidor. Ainda assim, é preciso estar atento às suas faturas e aos valores que são debitados da sua conta todos os meses.

Garanta que os valores cobrados correspondem aos números que constam na fatura (problemas de faturação). Se não for o caso, basta contactar a empresa prestadora do serviço para que o problema seja resolvido. Ainda assim, esta situação poderá demorar algum tempo a ser resolvida.

Nos casos em que é feito um débito indevido (duplicação do valor cobrado em datas diferentes, por exemplo), o cliente deverá reclamar diretamente na instituição bancária.

A domiciliação de pagamentos, ou os débitos diretos, são muito vantajosos e práticos, sendo esta última característica o seu ponto forte. Ainda assim, esteja sempre atento aos movimentos da sua conta para garantir que não perde o controlo do seu saldo.

Em alguns casos, à falta de controlo dos movimentos bancários, a sua conta pode chegar a valores negativos. Nesses casos, está sujeito ao corte do serviço, à rejeição do pagamento por parte da instituição bancária ou ao pagamento de juros e outras despesas.

Veja também: