Publicidade:

Domótica: o que é e quais as vantagens

Dizem que é o futuro, mas a verdade é que a domótica é cada vez mais uma realidade do presente. Saiba o que é quais as suas potencialidades.

Domótica: o que é e quais as vantagens
Os sistemas de domótica permitem-nos mais conforto, com menos esforço

Domótica é um termo que resulta da junção das palavras domus (casa) e robótica (automatização de algo). Mas, apesar de parecer um termo complexo, o seu real significado é bastante apetecível.

A capacidade de termos um processo automático que nos facilite algumas ações do dia a dia em casa é um desejo geral – quem nunca o quis depois de ver filmes como o Electric Dreams, de 1984?

A capacidade de, com um simples computador, delegar a importância de atividades diárias para outro, libertando-nos dos “tempos mortos”, é algo fascinante. Saber que, ao acordar, teremos uma chávena de café ou até mesmo a casa aspirada no fim de um dia de trabalho, deixa-nos na esperança de ter mais tempo para o lazer, para a família e para os filhos. A automatização é o caminho.

O que é a domótica e quais as suas potencialidades?


Como referimos anteriormente, o termo domótica vem da junção de duas palavras (áreas) que, aparentemente, em nada estão relacionadas.

Já ouviu falar do Samsung Family Hub? O equipamento permite-nos, através da constante ligação à Internet e de uma câmara fotográfica integrada, ter sempre a capacidade de ver o interior do nosso frigorífico, a partir de qualquer parte do mundo. O leite que está na garrafa está a meio, cheio ou seria melhor comprar uma nova embalagem?

Isso promete facilitar bastante a vida, não? Agora, estas questões (e outras semelhantes) podem ser respondidas de uma forma mais fácil e rápida.

frigorifico inteligenteFonte da imagem: Samsung/Divulgação

Uma coisa é ter eletrodomésticos avançados, com ligação à Internet, mas a domótica é muito mais do que ter simples eletrodomésticos que fazem coisas outrora impensáveis. A domótica é a integração de todos esses sistemas independentes, em prol da segurança, comodidade e da poupança de energia.

Quando pensamos sobre as vantagens da domótica no dia a dia, podemos imaginar uma casa mais moderna, energeticamente económica, mais segura e fácil de gerir.

O que esperar da domótica?

Num sistema integrado de gestão de recursos, a domótica permite-nos ser detentores de um “castelo tecnológico” amplamente avançado. Com ela podemos executar as tarefas mais simples, de uma forma completamente automatizada e, muitas vezes, sem a própria intervenção humana. Assim, a inteligência do sistema instalado tomará as melhores decisões por si, tendo em conta as variáveis envolventes.

De acordo a Luz e Som, empresa especialista na área da domótica, esta tecnologia vai permitir:

a) Controlar as luzes da sua casa e desligar, com apenas um toque, todas as luzes da casa;

b) Usar um único comando para controlar todos os equipamentos multimédia (rádio, TV, DVD, etc.);

c) Controlar estores e persianas elétricos, aproveitando a exposição solar;

d) Aceder ao sistema de vídeo interno, sendo ideal para quem tem crianças;

e) Fazer uma programação de temperatura ambiente, para que a casa esteja acolhedora quando chegar do trabalho;

f) Informar, em tempo real, sobre os alarmes de segurança (por exemplo, gás, água, incêndio, intrusão, etc.);

g) Controlar tudo remotamente, a partir de um computador, smartphone ou tablet;

h) Programar consumos em horas de vazio, para diminuir custos energéticos.

domotica

Quanto custa evoluir tecnologicamente?

Os preços variam e as decisões também. Se virmos a domótica como um investimento para a poupança, todo o gasto que tivermos no imediato poderá ser rentabilizado a médio ou longo prazo.

Se a segurança dos nossos filhos for o grande objetivo, podemos dizer que não há dinheiro que pague a nossa tranquilidade. Contudo, se encararmos a domótica como um hobby, ou uma forma de embelezar e facilitar a utilização da nossa casa, então será um investimento que vai sair caro.

Há soluções para todos os gostos e bolsos. As empresas que se dedicam à criação de sistemas de automatização estão no mercado e à distância de uma pesquisa no Google.

Simplesmente, deveremos contactar (sempre mais do que uma) e disponibilizar a informação solicitada, nomeadamente a planta da casa, e informar o que se pretende – bem como quais os módulos que possamos já ter instalados – e aguardar pelo orçamento.

Por outro lado, para os mais curiosos, há elementos de domótica avulsos e disponíveis online. São de diferentes marcas, mas destacamos os produtos da Xiaomi pela abrangência e pelo preços praticados – mais simpáticos. A marca permite-nos criar o nosso próprio (semi)sistema de domótica à medida.

Vale a pena investir na domótica?

A domótica (ainda) não é para todos. “Ter por ter” não vale a pena, mais vale poupar o dinheiro. Ainda assim, não descarte a ideia de imediato – é preciso ponderar, pois há sempre uma ou outra funcionalidade que pode trazer vantagens acrescidas.

Nesse caso, devemos consultar alguns sites da especialidade e perceber se existem equipamentos que, de forma isolada, nos tragam a solução desejada.

Não devemos ter o pacote completo apenas porque precisamos de alguma funcionalidade, nem devemos criar diversos sistemas “não integrados”. Se está à procura de algo avançado e que o/a ajude na gestão de algumas tarefas domésticas, pesquise.

Procure saber o mais que puder. A domótica já existe há uns bons anos, mas é ainda pouco divulgada. Assim, a possibilidade de comprarmos mais do que aquilo que realmente necessitamos é uma realidade.

Veja também:

Nuno Machado Nuno Machado

Licenciado em Informática de Gestão, Pós-Graduado em Multimédia, WebDesign e Programação e Mestre em Tecnologias da Comunicação, sempre tentou manter-se atualizado perante a tecnologia. Gosta de tudo o que é diferente e nos possibilita uma melhor qualidade de vida. Apaixonado por fotografia, mantém um projeto pessoal nessa área. Contudo, é nos gadgets utilitários que reside a sua verdadeira paixão.