Publicidade:

Douro: quatro adegas de autor imperdíveis

O Douro tem no vinho uma das suas maiores riquezas. Conheça quatro adegas de autor imperdíveis, gizadas por alguns dos melhores arquitetos nacionais.

Douro: quatro adegas de autor imperdíveis
O Douro é a região demarcada mais antiga do mundo

“In vino veritas”. Esta é um frase antiga, confirmada em quatro adegas de autor imperdíveis que conferem ao Douro um travo de modernidade, no coração da mais antiga Região Demarcada vinícola do mundo.

Descolando do foco quase exclusivo da produção de vários tipos de vinhos, com o Porto à cabeça, o Douro sentiu a necessidade de se ir reinventando, no sentido de atrair novos públicos e diversificar a sua oferta. Começaram a surgir os hotéis, o turismo rural, uma série de atividades paralelas ao vinho, pensadas para uma vivência cada vez mais profunda e uma região de uma beleza ímpar.

A própria produção vinícola acabou por entrar neste comboio. Já não basta armazenar o vinho em pipos empilhados uns nos outros. O vinho é agora uma experiência sensorial completa. Por isso, o que lhe propomos é uma viagens por quatro adegas de autor imperdíveis, gizadas por alguns nomes maiores da arquitetura mundial.

4 quintas no Douro que deve conhecer


Várias quintas da região apostaram forte em adegas e armazéns que, por si só, se transformaram em pólos de atração. Venha conhecer alguns dos melhores exemplos, entre os mais arrojados e os mais tradicionais.

Quinta do Vallado

A Quinta do Vallado remonta a 1716 e é considerada uma das mais antigas e famosas do Vale do Douro, tendo pertencido a Dona Antónia Adelaide Ferreira, a famosa “Ferreirinha”. Hoje, com 50 hectares de vinha com idade entre 11 a 18 anos, compensada por 20 hectares das melhores parcelas de vinha com mais de 80 anos, a Quinta do Vallado é reconhecida por várias instâncias nacionais e internacionais.

Possui uma nova adega e cave de barricas, finalizada em 2009, que alia a mais avançada tecnologia com uma arquitetura de grande qualidade, o que a torna num dos locais imperdíveis no Douro. Gizado pelo arquiteto Francisco Vieira de Campos, o projeto já mereceu o reconhecimento nacional e internacional, pelo arrojo de uma construção em xisto, em plena comunhão com a envolvente.

Sugestões de Vinhos DOC: Vallado Branco, Vallado Divina Lampreia, Vallado Prima, Vallado Tinto, Vallado Três Melros, Vallado Douro Superior,  Vallado Sousão, Vallado Adelaide Tinto, Vallado Reserva Field Blend, Vllado Vinha da Coroa, Vallado Vinha da Granja

Sugestões de Vinho do Porto: Quinta do Vallado Porto Branco, Quinta do Vallado Porto Tawny 10 anos, Quinta do Vallado Porto Tawny 40 anos, Quinta do Vallado Porto Tawny Reserva, Vallado ABF Porto Muito Velho 1888

Morada: Quinta do Vallado – Sociedade Agrícola, Lda – Vilarinho dos Freires, 5050-364 – Peso da Régua

 

Casa Gran Cruz

A reputação da casa Gran Cruz resulta de um conhecimento especializado muito antigo, que foi sendo transmitido de geração em geração e reconhecido por numerosas medalhas e prémio atribuídos. Detém uma das mais bonitas e antigas quintas do Douro,  a Quinta de Ventozelo, que se estende por mais de 400 hectares e que permite produzir uma grande variedade de Portos de qualidade, dos mais simples aos mais complexos.

A sua adega, pensada pelo arquiteto Alexandre Burmester, aproveita um acidente natural do terreno para fazer nascer um exuberante projeto, que já se tornou um verdadeiro ex-libris da região. Parece uma enorme nave espacial, albergando duas adegas e um centro de armazenamento. Custou 16 milhões de euros.

Outro grande fator diferenciador da casa Cruz não se situa no Douro, mas em Vila Nova de Gaia, mas precisamente no Espaço Porto Cruz. É um centro de arte e multimédia, que permite descobrir os vinhos do através de experiências sensoriais e interativas inéditas.

Seguestões de Vinho do Porto: Cruz Ruby, Cruz Tawny, Cruz White, Cruz Pink, Cruz Lágrima, Cruz Special Reserve, Gran Cruz 10 Years, Gran Cruz 20 Years, Cruz Colheitas, Cruz White Colheita, Vintages Cruz, Late Bottled Vintages Cruz

Morada: Quinta de Ventozelo – Ervedosa do Douro 5130-135 S. João da Pesqueira / Espaço Porto Cruz – Rua José Mariani 390, 4400-197 Vila Nova de Gaia

 

 

Quinta do Portal

A Quinta do Portal representa um projeto relativamente recente para o normal na região, cujo grande objetivo é a criação de vinhos do Douro de classe internacional e de elevada qualidade. A produção está sustentada no grande potencial que o Douro oferece e que passam por diferentes castas, altitudes, exposições solares até a solos de diferentes composições.

Um dos grandes destaques desta quinta é o espetacular armazém, desenhado por Álvaro Siza Vieira, Prémio Pritzker e muito provavelmente o mais conhecido arquiteto português. Tem dois pisos de armazém sendo um enterrado com ligação em túnel às áreas de produção existentes. A planta é rectangular com uma largura de aproximadamente 20 metros. A integração na paisagem, com vinha a perder de vista, faz deste armazém um local de visita obrigatória.

Sugestões de Vinhos DOC: Quinta do Portal Colheita Branco,  Quinta do Portal Colheita Tinto, Quinta do Portal Reserva DOC Douro 2015, Quinta do Portal Auri 2011, Quinta do Portal Tinta Barroca, , Quinta do Portal Verdelho & Sauvignon Blanc, Mural Branco, Portal Latest Harvest, Portal Moscatel, Quinta do Portal Moscatel Reserva

Sugestões de Vinhos do Porto: Portal Extra Dry White, Portal Lágrima, Portal Fine White, Portal Vintage Porto 2003,  Quinta dos Muros Vintage Porto 2016, Quinta do Portal Vintage Porto 2009, Porto Alegre White, Porto Alegre Tawny, Porto Alegre Ruby

Morada: EN 323 – 5060-020 Celeirós SBR

 

Quinta da Pacheca

A Quinta da Pacheca é uma das mais antigas propriedades do Douro, onde pode usufruir de experiências inesquecíveis, como uma visita guiada à adega, degustação de vinhos, degustação de comida com chocolate e produtos regionais, cursos de vinho, entre outros.

Enquanto uma das mais prestigiadas e reconhecidas propriedades do Douro, a Quinta da Pacheca tem uma longa história, que remonta ao século XVI, altura em que existia uma pequena vinha que pertenceu aos Mosteiros de Salzedas e a São João de Tarouca.

Com a evolução constante e inerente à evolução dos tempos, a Quinta da Pacheca esteve sempre esteve focada na produção de vinhos do Douro e Porto de grande qualidade e foi uma das primeiras na região a engarrafar vinhos DOC de própria marca. Devido à sua singularidade ímpar, este espaço tornou-se numa das propriedades mais visitadas na Região do Douro e foi consecutivamente premiada na vertente de enoturismo. A sua adega surge aqui não só por ser uma das mais antigas, mas também por ser uma bastião da tradição vinícola duriense.

Sugestões de Vinhos: Pacheca Terroir Branco 2017 Douro, Pacheca Terroir Tinto 2016 Douro, Pacheca Superior Branco 2017 Douro, Pacheca Superior Red 2015 Douro, Pacheca Reserva Vinhas Velhas Red 2014 Douro, Pacheca Tony Carreira Reserva 2017, Pacheca Grande Reserva Tinta Roriz, Pacheca Lagar nº1 Reserva 2015, Pacheca Vale de Abraão Colheita Selecionada 2015

Sugestões de Vinhos do Porto: Pacheca White Porto, Pacheca Port Lágrima, Pacheca Porto Ruby Reserve, Pacheca Tawny Reserve, Quinta da Pacheca LBV 2013, Pacheca Port Vintage 2012, Pacheca Port Vintage 2003, Pacheca Port Vintage 2016

Morada: Rua do Relógio do Sol 261 Cambres 5100-424 Lamego

 

 

Veja também: