Publicidade:

15 opções de emprego na área da saúde (com e sem curso superior)

Se sempre sonhou com um emprego na área da saúde, mas não sabe qual o rumo a seguir, nós ajudamos. Temos 15 opções diferentes para lhe mostrar.

15 opções de emprego na área da saúde (com e sem curso superior)
Medicina, enfermagem, nutrição... Conheça as suas opções

Ter um emprego na área da saúde pode ser extremamente desafiante. Até porque, embora muito variadas, todas as profissões nesta área exigem uma grande disponibilidade para cuidar do próximo, bem como a capacidade de comunicar e de criar empatia com o doente.

Além da sensibilidade e equilíbrio emocional necessários para contactar com pessoas que estão, não raras vezes, a atravessar o pior momento das suas vidas, os profissionais de saúde têm também de ser capazes de lidar com o stress e a pressão e, muitas vezes, de tomar decisões em poucos minutos.

Embora se trate de uma área bastante exigente, quer a nível técnico, quer emocional, uma carreira na saúde pode ao mesmo tempo ser muito gratificante. Se acha que esta é a sua vocação, mas ainda subsistem dúvidas sobre qual a carreira mais adequada ao seu perfil, mostramos-lhe agora algumas opções a considerar.

Emprego na área da saúde: conheça 15 opções de carreira


emprego saúde

Com o aumento da população e da esperança média de vida, a procura por profissionais de saúde tem vindo a crescer, pelo que apostar numa carreira nesta área pode ser uma boa decisão. Além disso, em algumas destas profissões, senão na maioria, pode contar com dias sem rotinas e cheios de surpresas.

As opções são vastas e passam por áreas muito diferentes, desde o ambiente mais laboratorial, aos hospitais e clínicas, lares, ou até mesmo nos cuidados ao domicílio. E uma parte dessas funções não exige formação académica, como por exemplo as de técnico auxiliar de saúde ou de técnico administrativo.

Já se está a pensar seguir a carreira de médico ou enfermeiro vai ter que se conformar com a ideia de que terá muitos anos de estudo pela frente. Conheça a seguir algumas das profissões que pode escolher:

1. Médico

Exercer medicina exige um curso superior e a sua passagem pela universidade pode demorar mais ou menos tempo, dependendo da especialidade que escolher. Essa é aliás uma das vantagens, visto que poderá escolher a área de especialização com que mais se identifique: pediatria, medicina geral e familiar, cirurgia plástica, entre muitas outras.

Depois, pode optar por trabalhar em hospitais públicos ou privados, em clínicas ou até mesmo ter o seu próprio consultório.

2. Enfermeiro

Ser enfermeiro também implica estudar alguns anos na universidade. Os enfermeiros são necessários em diversas áreas dos hospitais e clínicas, fazendo desde a higiene e a alimentação dos doentes até à administração de medicação, realização de curativos e de outros tipos de cuidados.

São provavelmente os profissionais de saúde que mais tempo passam com os doentes, o que obriga a que tenham uma grande resiliência emocional.

3. Técnico auxiliar de saúde

Se quiser ser técnico auxiliar de saúde, pode optar por fazer um curso profissional equivalente ao 12º ano.

O técnico auxiliar de saúde é o profissional que, sob a orientação de profissionais de saúde com formação superior, vai auxiliar na prestação de cuidados de saúde aos utentes, na recolha e transporte de amostras biológicas, na limpeza, higienização e transporte de roupas, materiais e equipamentos, na limpeza e higienização dos espaços e no apoio logístico e administrativo das diferentes unidades e serviços de saúde.

Entre as saídas profissionais mais comuns estão hospitais, clínicas, IPSS, centros de análise e gabinetes médicos.

4. Técnico auxiliar de geriatria

Mais uma vez, tudo o que precisa para este emprego é de um curso profissional. Com o aumento da população sénior, são necessários cada vez mais profissionais para dar assistência aos idosos, seja em casa ou em instituições como lares e centros de dia, como cuidadores ou técnicos de serviços de apoio domiciliário.

5. Farmacêutico

Um farmacêutico tem de ter um curso superior para poder exercer a sua função. Assim que o curso esteja concluído, poderá trabalhar em farmácias, laboratórios farmacêuticos e ainda na indústria alimentar ou de cosméticos.

6. Técnico auxiliar de farmácia

É a versão profissionalizante desta área. O curso profissional irá permitir-lhe trabalhar em farmácias, dando apoio a farmacêuticos, com curso superior. Além desse período de formação, com a duração de cerca de 16 meses, pode contar ainda com estágio.

Os técnico auxiliares de farmácia podem também trabalhar em parafarmácias, espaços de saúde e farmácias hospitalares.

7. Nutricionista

Dada a crescente preocupação com a alimentação e com a saúde em geral, ser nutricionista pode ser uma excelente opção.

Estes profissionais são, entre outras funções, responsáveis por preparar e coordenar programas de alimentação e nutrição específicos para cada pessoa ou tipo de público (por exemplo, em empresas, escolas, hospitais, hotéis ou lares).

8. Dentista

Se gosta de sorrisos, então por que não ser dentista? Claro está que irá precisar de fazer um curso superior nesta área e, tal como acontece na medicina, poderá dedicar-se a várias especialidades.

Se quiser dar apoio a dentistas, pode sempre optar por fazer formação profissional na área de auxiliar de clínica dentária.

9. Fisioterapeuta

Se o seu objetivo é dedicar-se ao tratamento e prevenção de doenças e lesões deve tirar este curso superior.

Estes profissionais de saúde apoiam na recuperação de pacientes acidentados e portadores de distúrbios neurológicos, cardíacos ou respiratórios, e podem trabalhar com todas as faixas etárias.

10. Técnico auxiliar de fisioterapia

São profissionais de saúde que podem exercer funções em clínicas, centros de reabilitação e ainda em hospitais como técnicos auxiliares de fisioterapia.

Tudo aquilo que precisa é de um curso profissional que, geralmente, inclui estágio.

11. Técnico de análises clínicas

O técnico de análises clínicas tem como principais funções executar análises (depois de receber ou fazer colheitas de amostras de produtos biológicos), assim como observar os fenómenos, identificá-los e ainda registá-los.

A formação superior é essencial para quem quer trabalhar nesta profissão. A licenciatura em análises clínicas e saúde pública é a melhor porta de entrada para o mercado de trabalho.

Para exercer esta função necessita de ter uma elevada capacidade de concentração e de facilidade de trabalhar em equipa. Pode optar por trabalhar em laboratórios ou ainda em hospitais.

12. Psicólogo

Um psicólogo precisa de ter uma licenciatura para poder exercer a sua função, onde aprenderá a diagnosticar e tratar problemas emocionais, mentais e até físicos, cujo tratamento vai muito além de uma simples toma de medicação.

Esta é uma profissão que exige profissionais com uma elevada capacidade de escutar e comunicar. Afinal, é essencial que se coloque na pele dos seus pacientes poder ajudá-los a resolver os seus problemas.

13. Veterinário

De entre todas as profissões dentro da área da saúde, a medicina veterinária inclui os profissionais que cuidam da saúde e do bem-estar dos animais.

Esta profissão exige um curso superior e tem como principais funções atender às necessidades de saúde dos animais, seja em hospitais veterinários, clínicas ou laboratórios.

14. Terapeuta ocupacional

Nesta profissão, o terapeuta cria programas de tratamento tendo em conta as individualidades de cada paciente. Além disso, sugere eventuais mudanças no ambiente em que a pessoa vive, nomeadamente em casa, no trabalho ou na escola.

Para conseguir trabalhar nesta área é necessário que tenha um curso superior e muita resistência física e emocional.

15. Terapeuta da fala

O terapeuta da fala é o profissional que faz a prevenção, avaliação, diagnóstico, tratamento e ainda um estudo aprofundado e científico da comunicação entre as pessoas e das perturbações associadas.

Estas alterações incluem dificuldades ao nível da linguagem, fala, funções auditivas, visuais, cognitivas, deglutição, voz, funções respiratórias e ainda oro-musculares.

Para que possa exercer esta função é necessário que tenha também frequentado o ensino superior.

O que deve ter em conta antes de escolher um emprego nesta área?


emprego saúde

Quem opta por um curso na área da saúde pode ter uma vida um pouco mais atribulada e stressante (como um médico ou um enfermeiro), ou aparentemente mais tranquila (quando se tratam de psicólogos ou terapeutas).

Antes de escolher uma área como a da saúde, deve pensar se está realmente preparado para lidar com o stress e a pressão que estas profissões exigem. É muito importante que, acima de tudo, opte por fazer aquilo que realmente gosta e lhe traz algum prazer na vida.

Além disso, as profissões relacionadas com a área da saúde exigem uma alta capacidade de comunicação e muita disponibilidade para lidar com o próximo.

Por isso, se o mundo da área é aquele onde sempre sonhou trabalhar, se tem facilidade em comunicar com os outros e de criar empatia sem qualquer tipo de esforços, se é equilibrado a nível emocional e, claro, se está preparado para lidar com a alta pressão e o stress que estas profissões envolvem, então não tenha medo e siga o seu sonho.

Veja também:

Catarina Milheiro Catarina Milheiro

Finalista da licenciatura em Gestão de Marketing, entende a partilha de informação através da escrita, como uma forma nobre da comunicação.

Saiba tudo sobre emprego