Publicidade:

Entrevista de emprego à mesa? Tenha muita atenção ao menu servido

Uma entrevista de emprego durante o almoço não é tão invulgar quanto possa parecer. Saiba o que fazer se alguma vez se deparar com esta situação.

Entrevista de emprego à mesa? Tenha muita atenção ao menu servido
Saiba com o que pode contar

A ideia de agendar uma entrevista de emprego num restaurante pode causar-lhe alguma estranheza ou mesmo entusiasmo. Como vê a sugestão? Como algo prático, uma forma de ganhar tempo, ou um gesto de simpatia, talvez. Pois bem, é melhor prestar atenção à informação que se segue. Não é tão simples quanto parece. Na verdade, uma entrevista de emprego à mesa pode ser “um prato difícil de digerir”.

Qualquer recrutador o pode convidar para almoçar com o pretexto de o conhecer, mas não só. É também uma forma de testar as suas reações, dado que uma das coisas que as empresas procuram cada vez mais saber é como um profissional reage às dificuldades, ao fracasso ou àquilo que não controla.

No entanto, os referidos parâmetros são difíceis de avaliar, pelo menos numa entrevista comum de emprego, pelo que ao mudar o ambiente tal pode facilitar a decisão na hora de selecionar os candidatos.

De acordo com especialistas em Recursos Humanos, levar o candidato a almoçar e fazer a entrevista de emprego num restaurante pode constituir o método perfeito para conseguir selecionar o candidato certo.

A fórmula passa por servir um menu repleto, não de iguarias, mas de dificuldades, de modo a perceber como o candidato responde a cada situação/desafio. Dessa forma, a capacidade de lidar (ou não) com as contrariedades apresentadas numa entrevista em restaurante vai revelar se o candidato está à altura das funções a que se candidatou.

Saiba como “digerir” uma entrevista de emprego em restaurante


Numa entrevista de emprego com destas, pode esperar tudo. Sim, tudo o que acha improvável, pode acontecer. Isso pode levar os seus nervos ao limite. Mantenha a calma e tente gerir da melhor maneira qualquer adversidade que lhe seja servida.

Como é que tudo se processa?

O recrutador convida-o para uma entrevista mais informal, durante o almoço. Até aqui, tudo bem. Mas, o empregado de mesa que os vai servir é, previamente, instruído para lhe apresentar um menu pouco convencional.

Desde trocar ou ignorar os seus pedidos, a tratá-lo de modo diferente, o funcionário vai testar as suas reações e comportamentos. O objetivo é simples, permitir ao recrutador conhecer a forma como reage às adversidades e, logo, o que pode esperar de si.

Que cuidados deve ter?

entrevista de emprego em restaurante

1. Apresente-se de forma adequada

A forma como se apresenta deve ter em conta a formalidade do ambiente. Não vai para um restaurante na praia vestido de fato, mas também não precisa de ir de chinelos. Deve fazer alguma pesquisa prévia antes do encontro.

2. Controle as emoções

Perante as contrariedades servidas, evite irritar-se ou descontrolar-se. Respire e controle as emoções.

3. Foque-se na solução e não no problema

Se o empregado lhe servir um prato que não pediu, sugira a troca e, caso não seja possível servir o que pediu, peça uma sugestão. Não se enerve e trate mal o funcionário. Isso pode custar-lhe uma exclusão imediata.

4. Manifeste-se com educação e cordialidade

Não deixe de se manifestar relativamente aos erros do funcionário. A atitude de “comer e calar” não é, de todo, positiva, pois dá a ideia de não se querer chatear e fugir aos conflitos, o que em contexto de trabalho não é apreciado.

5. Avalie o que pode beber

Numa situação deste género, surge a questão se deve ou não pedir bebidas alcoólicas. Afinal, ainda que decorra durante a refeição, estamos sempre a falar de uma entrevista de emprego. É fácil. Se o recrutador beber vinho, por exemplo, pode acompanhá-lo. Caso contrário, opte por água ou sumo.

6. Não insista em pagar

Quem paga a conta é quem convida, isso é ponto assente. Portanto, cumpra as regras. Mesmo que ache que está a ser simpático, corre o risco de, pelo contrário, ser desagradável.

7. Agradeça

Depois da entrevista de emprego, no dia seguinte, por exemplo, envie um e-mail a agradecer o almoço e a oportunidade. Independentemente do desfecho, será um ponto a seu favor. Vai revelar educação e isso fica sempre bem. Até pode nem ser o candidato selecionado, mas não sabe o que o futuro pode reservar.

Se tiver bem presente toda esta informação não tem como sair-se mal numa entrevista de emprego em restaurante. Boa sorte!

Veja também:

Elsa Santos Elsa Santos

Formada em comunicação, conta com uma vasta experiência na área. Do jornalismo ao marketing digital, a escrita é o elo comum. Apaixonada por histórias, tem desenvolvido, nos últimos anos, diversos projetos de storytelling, copywriting e locução. É mãe de duas crianças, o que não lhe dá superpoderes, mas a obriga a estar permanentemente ligada.

Saiba tudo sobre emprego