Publicidade:

Entrevista de emprego por telefone: 9 dicas para se sair bem

Muitas empresas, antes de conhecerem os candidatos pessoalmente, submetem-nos a uma entrevista de emprego por telefone. Saiba tudo.

Entrevista de emprego por telefone: 9 dicas para se sair bem
Tudo o que precisa de saber

Embora a maior parte das entrevistas de emprego se realizem de forma tradicional – cara a cara – já existem inúmeras empresas a entrevistarem os seus candidatos à distância. Recrutar por telefone já é prática recorrente, por isso, esteja preparado para uma entrevista de emprego por telefone e siga as nossas 9 dicas para ser bem sucedido.

Entrevista de emprego por telefone


Muitas vezes, a entrevista de emprego por telefone serve como um processo de pré-seleção, ou seja, é uma forma de selecionar, ou excluir, os candidatos que aparentam, ou não, cumprir os requisitos mínimos obrigatórios para vir a preencher a vaga de emprego que a empresa possui.

entrevista de emprego por telefone

A primeira impressão

Como em qualquer entrevista de emprego presencial, o impacto da primeira impressão será fundamental nas entrevistas de emprego por telefone, sendo que a única diferença reside no facto de não haver índices visuais sobre o candidato. O aspeto principal é a voz, a forma como o candidato fala, a sua entoação, a “voz de sorriso”, e, como é evidente, o conteúdo das suas palavras.

Mas atenção: apesar de não estar a ser visto, não deve descurar a sua imagem. A explicação deste ponto segue mais à frente.

Entrevista anunciada X entrevista surpresa

As entrevistas de emprego por telefone podem acontecer a qualquer momento, desde que o candidato envie o seu primeiro currículo. Assim, muitas destas provas acontecem – para o terror de muitos candidatos – de surpresa! Estas entrevistas não planeadas servem para o recrutador fazer um primeiro check-up de referências antes de o convocar para uma entrevista mais prolongada – presencial ou não.

9 dicas para ter sucesso numa entrevista de emprego por telefone


  1. Esteja sempre preparado para atender o telefone de forma profissional, especialmente se o número não lhe for familiar.
  2. Grave uma mensagem de voicemail em tom profissional a pensar em possíveis contactos por parte dos empregadores que pretendam realizar entrevista de emprego por telefone. Assegure-se de que a mensagem de voicemail está a funcionar corretamente, e, como é evidente, evite toques de espera telefónica.
  3. “Vista a personagem”. Se a entrevista tiver sido agendada previamente, dirija-se para um lugar público e sossegado, onde possa falar ao telefone à vontade, sem sofrer interrupções. Vista-se de forma “profissional”, como se fosse para uma entrevista presencial. Ao encontrar-se num espaço público, e ao sentir-se na “pele” de quem age de forma profissional, será mais fácil para si comportar-se como tal. Logo, isso irá refletir-se no seu modo de falar.
  4. Faça testes. Peça a alguém para lhe fazer uma entrevista usando as questões típicas das entrevistas de emprego e grave. Depois, ouça o resultado e veja em que pode melhorar.
  5. Escreva uma lista das suas qualificações que encaixam melhor no perfil da empresa. Provavelmente irá precisar delas a meio da entrevista e, desta forma, assegura-se de que não deixa escapar alguma por esquecimento.
  6. Tenha consigo uma cópia do seu currículo, bem à vista, para poder consultar enquanto fala.
  7. Tenha à mão papel em branco e caneta, para poder fazer apontamentos
  8. Se tiver acesso a um telefone de linha, use-o, em vez do seu telemóvel. Assim assegura-se que corre menos riscos da chamada sofrer quebras e interferências.
  9. Evite realizar qualquer outra atividade enquanto decorre a entrevista. Não fume, não masque pastilhas elásticas, não coma e nem beba. Isso pode ser muito desagradável para quem está do outro lado da linha.

Veja também: