Publicidade:

Os 8 erros de condução mais perigosos

Quando conduzimos somos responsáveis pela nossa segurança e pela de outras pessoas. Saiba quais são os 8 erros de condução mais perigosos.

Os 8 erros de condução mais perigosos
Situações a evitar

É mais do que normal que, no decorrer da sua vida enquanto condutor, já tenha sido responsável por alguns destes erros. Os erros de condução mais perigosos podem colocar em risco a sua vida, dos outros passageiros que pode transportar, de outros condutores e de peões.

Sem mencionar a condução sob efeito de álcool ou outras substâncias, há comportamentos de risco levados a cabo por condutores, que podem ser perfeitamente evitáveis.

Os 8 erros de condução mais perigosos e potencialmente fatais


1. Conduzir com a mão na alavanca da caixa de velocidades

É um hábito ou vício que muitos condutores ganham. E, de facto, pode parecer útil ter a mão na alavanca das mudanças para mais rapidamente passar de uma para outra. Contudo é um dos erros de condução mais perigosos, especialmente para iniciantes, porque tira uma mão do volante e perturba o equilíbrio do automóvel, e é também prejudicial para o carro, pelo esforço aplicado no seletor da alavanca, que pode resultar em desgaste prematuro.

2. Conduzir com o depósito na reserva

Infelizmente nem sempre podemos controlar este aspeto, mas andar com o depósito na reserva até à última prejudica o motor. Com a falta de combustível, o motor pode sorver detritos que possam estar no fundo do depósito, para o seu interior. Ficar sem combustível a meio de uma viagem pode ter também consequências muito negativas a nível de acidentes rodoviários.

abastecer

3. Mudanças constantes de faixa de rodagem

Um carro que esteja constantemente a mudar de faixa de rodagem para circular na que se move mais rapidamente é um erro que pode ter consequências gravíssimas. Além do risco de acidente ser maior, os níveis de stress nos outros condutores aumentam.

4. Não utilização dos piscas

Não sinalizar uma passagem ou manobra é outra tendência dos condutores portugueses. Esperamos que os outros nos estejam a ver bem e que antecipem o que fazemos. Tenha muito cuidado e não deixe de sinalizar as passagens, é um comportamento preventivo e importante. É importante que os condutores façam o pisca ou deem sinal.

5. Não respeitar distâncias de segurança

Este pode ser um dos erros de condução mais perigosos, porque as reações dos condutores em engarrafamentos, no meio da cidade, ou nas autoestradas a alta velocidade, pode ser imprevisíveis. Podem ocorrer travagens bruscas e toques ou acidentes que poderiam ser evitáveis.

driving

6. Entrar nas curvas com demasiada velocidade

Quantos despistes não ocorrem quando os condutores entram nas curvas a velocidades loucas? Um erro que pode ser mortal. Recomenda-se uma velocidade baixa ao entrar nas curvas, sobretudo nas que são mais sinuosas e apertadas.

7. Ultrapassagens muito arriscadas

A vida real nas estradas não é um filme do género “Velocidade Furiosa”. É preciso ter muito cuidado com as ultrapassagens arriscadas, e aqui a prevenção é também muito importante. Quando observa um comportamento de risco noutros condutores, tenha cuidado e adote comportamentos preventivos. Ultrapassagens mal medidas, feitas de forma irresponsável, são a causa de acidentes muito graves.

8. Acelerar e travar bruscamente

Uma condução agressiva é muito perigosa. Movimentos e manobras bruscas e apressadas podem gerar acidentes graves. Uma condução “suave” é mais recomendada.

Veja também: