Publicidade:

7 erros ao esticar o cabelo que tem de evitar a todo o custo

Sabia que pode estar a cometer erros ao esticar o cabelo? Se não fazia ideia, não entre em pânico pois estamos mesmo aqui para a ajudar. Saiba mais.

7 erros ao esticar o cabelo que tem de evitar a todo o custo
Conheça-os e consiga um cabelo bonito e saudável

Antes que cometa erros ao esticar o cabelo que poderiam muito bem ser evitados, saiba tudo o que temos para lhe dizer sobre este assunto. Afinal, os penteados elegantes e lisos são intemporais e dão-lhe um ar muito cuidado. Para além disso, se é uma daquelas mulheres que viveu com cabelos encaracolados, crespos e selvagens a vida toda e que quer conseguir um look liso e super cuidado, sabemos bem que pode ser difícil e até, de certa forma, um pouco perigoso para o seu cabelo, se não tiver os cuidados certos.

É muito importante que reconheça que há erros ao esticar o cabelo que podem arruinar a saúde dos seus fios capilares, pelo que deve conhecê-los o quanto antes. Deixamos-lhe aqui os maiores erros ao esticar o cabelo e algumas formas para evitar mais danos.

7 erros ao esticar o cabelo que pode estar a cometer


esticar o cabelo

1. Cabelos molhados

Todas já ouvimos falar sobre aquele chiado que a prancha faz sobre o cabelo molhado. Se decidiu não usar o secador de cabelo antes ou, então, não esperou tempo suficiente para que o seu cabelo secasse completamente, esse barulhinho é um sinal de que seu cabelo está pronto para a prancha e vai sofrer com isso.

Se não tem tempo para esperar que o seu cabelo fique totalmente seco com o secador antes de utilizar a prancha, o melhor é usar mais o secador e passar a prancha, só para dar um ar mais cuidado, mas sem pensar em perfeição. Mesmo só por uns instantes, de forma a causar o mínimo de danos possível.

2. Usar a prancha diariamente

Usar a prancha todos os dias deixa-a com um penteado perfeito, mas a longo prazo o seu cabelo vai sofrer um frizz incontrolável, fios secos e quebradiços, tornando-se um cabelo sem vida. Se conseguir saltar algumas lavagens, optando por um champô seco, e dando um jeito com o secador sem usar temperaturas muito elevadas, pode manter o seu ar cuidado, sem estragar o cabelo.

3. Esticar cabelo muito fraco e desgastado

Insistir em usar a prancha para em cabelos fracos e quebradiços é um dos erros ao esticar o cabelo que pode estar a cometer. Cabelos fracos, com muitos trabalhos técnicos que o foram enfraquecendo ainda mais ao longo do tempo, precisam mesmo de se manter longe das pranchas de esticar o cabelo.

Se este é o seu caso, o nosso conselho é que coloque de lado a prancha e se dedique a restaurar o cabelo antes de fazer qualquer outro tipo de tratamento.

4. Usar a prancha a altas temperaturas

Usar a sua prancha na temperatura máxima pode até parecer que faz algum sentido; afinal, quanto mais quente, mais rápido ela fará o seu trabalho… certo? Errado. É, de facto, tentador fazer com que tudo seja mais rápido, mas isso causará mais danos aos seus fios capilares.

5. Usar o alisador correto

A oferta de alisadores de cabelo é tanta que não é fácil saber qual é o mais adequado para si, certo? Deixamos aqui algumas dicas.
Os alisadores mais comuns são de turmalina, cerâmica ou titânio. Os de turmalina são ótimas para a maioria dos tipos de cabelo e normalmente são as que provocam menos danos. Quem tem cabelos mais grossos, pode optar por um alisador de titânio.

O titânio permite transferir calor de forma mais rápida, o que significa resultados mais imediatos e superiores, independentemente da condição do cabelo. E, finalmente, os alisadores de cerâmica deslizam facilmente através do cabelo e fornecem calor rápido e uniforme. São, por isso, ótimos para a maioria dos tipos de cabelo, mas se o seu cabelo já estiver danificado, então não são a melhor opção.

6. Não usar um protetor térmico

Tal como usa protetor solar para proteger a sua pele dos raios UV, também precisa de usar um protetor término no cabelo antes de o sujeitar ao calor. Neste caso, o protetor térmico é seu melhor amigo. Se não usar, corre o risco de ouvir aquele barulhinho, o mesmo que ouve se usar o alisador sobre o cabelo molhado.

7. Usar os produtos errados

O champô e o condicionador certos, são o ponto de partida do penteado perfeito. Pode ter a melhor prancha para alisar o cabelo, o melhor protetor térmico, mas se não estiver a usar o champô, o condicionador e até a máscara certos, o seu penteado nunca irá ficar perfeito. O nosso conselho é que opte por champôs e condicionadores sem sulfatos, de forma a manter os seus fios capilares bem saudáveis. Se o champô mencionar que têm na composição ingredientes suavizantes e que dão um efeito anti-frizz, melhor ainda.

Veja também: