Publicidade:

15 erros a evitar ao lavar a loiça: conheça-os para não os cometer!

Lavar a loiça parece tão simples, mas ainda assim existem 15 erros a evitar ao lavar a loiça para que possa executar esta tarefa na perfeição.

15 erros a evitar ao lavar a loiça: conheça-os para não os cometer!
Lavar a loiça não é fácil quanto parece...

Seja colocando a loiça na máquina ou lavando-a manualmente, existem alguns erros a evitar ao lavar a loiça e que vão deixá-lo surpreendido. E é muito importante que, após ler este artigo, mude a sua forma de atuação, pois muitos destes erros colocam em causa a durabilidade das peças de loiça e da própria máquina, em alguns casos.

Acompanhe-nos neste guia que lhe diz precisamente o que não deve fazer.

Conhece os 15 erros a evitar ao lavar a loiça?


1. Esfregão do lado errado

Sabe aquelas esponjas com dois lados, um mais macio e outro mais abrasivo? Geralmente, temos a tendência de usar só a parte abrasiva pois é a “mais rápida”, mas um dos erros a evitar ao lavar a loiça é mesmo a utilização deste lado em peças mais sensíveis. Facas boas, copos de cristal e faiança devem ser lavados com uma escova suave ou mesmo com um pano húmido.

2. Usar água fria

Se é uma pessoa que se queima com facilidade, comece a usar luvas de borracha. Mas, sim, a utilização de água quente na lavagem da loiça é obrigatória. Só assim consegue remover a gordura mais impregnada das peças.

3. Não lavar a máquina da loiça

Como assim lavar a máquina de lavar loiça? Pois é, todas as semanas deve lavar as borrachas e paredes interiores e exteriores. E, pelo menos uma vez por mês, deve programar uma lavagem sem loiça lá dentro para a higienizar devidamente.

4. Colocar facas boas na máquina

Outro dos crassos erros a evitar ao lavar a loiça na máquina é a colocação de facas profissionais (ou quase) neste equipamento. Prefira lavá-las manualmente, caso contrário vai diminuir o seu tempo de vida (e estas facas boas não são baratas)!

5. Colocar loiça na máquina com muitos resíduos

máquina de lavar loiça

Sim, já acabou o mito de que precisa passar por muita água e fazer uma pré lavagem a todas as peças antes de colocar na máquina. Mas, também não exageremos. Aqueles restos maiores de comida e resíduos devem ser removidos com um pano ou escova suave, pelo bem da sua máquina e loiça.

6. Não substituir com frequência a esponja

Sabia que uma esponja da loiça pode ter mais bactérias do que o interior de uma sanita? Pois bem, agora imagine esfregar a loiça onde come com este acessório… Garanta que substitui a esponja pelo menos quinzenalmente para uma utilização recorrente e mensal para quem utiliza poucas vezes.

7. Separar os talheres por categoria

Este é um dos erros a evitar ao lavar a loiça que ninguém imagina… Por uma questão de lógica e organização tendemos a colocar os talheres na máquina agrupados por categoria: os garfos numa divisória, colheres noutra e assim sucessivamente. Mas o ideal será misturar! Caso contrário as colheres podem colar umas às outras e dificultar a tarefa de limpeza, assim como os garfos.

8. Detergente a mais

Detergente a menos ou a mais é igualmente nocivo para a sua loiça. Se for na máquina, siga sempre as instruções do produto e se for manualmente, a quantidade de uma moeda de 1 cêntimo é suficiente – depois vai adicionando, caso seja necessário.

9. Máquina sobrelotada

Não encha a máquina até não poder mais. Caso contrário o resultado vai ficar gravemente comprometido por não ser possível chegar a todos os cantos.

Todos sabemos que esta não é uma boa prática mas… Quem nunca sobrecarregou a máquina de lavar loiça que atire a primeira pedra! Quer maximizar a máquina, diminuir o número de loiça para lavar à mão, porém, quando termina o programa, a loiça está cheia de restos de comida e sujidade, verdade? Não faça isto, porque perde tempo, gasta mais água, prejudica o funcionamento da máquina e vai acabar por entupir hélices e filtros.

10. Colocar peças de madeira na máquina

Finalmente, outro dos erros a evitar ao lavar a loiça tem a ver com um pormenor importante: não coloque utensílios de madeira na máquina de lavar loiça. Isto porque a água quente e a humidade vão fazer a madeira dilatar muito e danificam as peças. Prefira lavá-las manualmente com água quente q.b., corrente, mas não a ferver.

11. Pré-lavagem

Um engenheiro especialista em máquinas de lavar loiça explicou, ao The New York Times, que a maioria dos detergentes são desenvolvidos para procurar vestígios de comida. Ora, se as enzimas presentes no detergente não encontram sujidade, elas vão atacar a loiça e acabam por estragar pratos e copos de forma permanente.

Não é nada boa ideia colocar, na máquina de lavar loiça, uma travessa com restos de comida incrustados, que precisa de uma pré-lavagem à mão, no entanto, na maioria das vezes, basta – e é mesmo recomendado – limpar os vestígios de comida com um guardanapo ou uma escova.

12. Lavar pela ordem errada

lavar loiça

Primeiro, deve livrar-se dos maiores vestígios com a ajuda de uma escova ou guardanapo (nunca com os talheres). Depois, se lava a loiça à mão, comece primeiro por lavar as loiças mais delicadas ou mais limpas, como caixas de plástico, os copos, depois os talheres, as assadeiras ou os tachos. Se, por exemplo, lavar os copos no final, depois de já ter esfregado tachos e panelas, é natural que parte da gordura e vestígios de comida transfiram para os copos.

13. Querer poupar no detergente que compra

Se é verdade que já diz o ditado que “no poupar é que está o ganho”, também é verdade que por vezes “o barato sai caro”. E o caso do detergente de lavar a loiça é um deles! Não poupe neste produto e procure aqueles comprovadamente de qualidade.

Caso contrário pode até sair-lhe mais caro porque alguns dos detergentes mais baratos têm uma grande quantidade de água em relação à concentração de detergente e acabam muito mais rapidamente. Já para não falar que são muito menos eficazes.

14. Não lavar a banca e a máquina

Fazendo uma analogia, lavar a loiça com a banca e a máquina sujas é a mesma coisa do que comer uma nova refeição em pratos de um almoço anterior por lavar. Não faz muito sentido pois não?

Este é um dos erros a evitar ao lavar a loiça e que muitas vezes nem nos apercebemos. Garanta uma banca e uma máquina limpas para um resultado final eficaz.

15. Lavar a loiça com água corrente

Imagine o cenário: se diariamente, 10 milhões de habitantes lavarem a loiça com água corrente, onde desperdiçam, em média, 30 litros de água por lavagem, estamos a falar de 300 milhões de litros de água desperdiçados apenas pelos habitantes de Portugal! Não podemos fazer esta maldade ao nosso Planeta e foi por isto mesmo que deixamos para o fim este erro a evitar ao lavar a loiça.

Dicas para não errar ao lavar a loiça


Agora que já conhece os principais erros a evitar ao lavar a loiça, vamos deixar-lhe dicas preciosas no processo de lavagem que valem muito na hora de poupar tempo e dinheiro!

  1. Elimine sempre os restos de comida dos pratos e taças antes de colocar na banca ou máquina;
  2. Organize a loiça por tipologia – vai ser bem mais fácil para depois lavar;
  3. Comece por lavar as peças menos sujas e só no final vá às mais teimosas;
  4. Não deixe acumular loiça na banca – caso contrário está a criar um verdadeiro oásis de bactérias;
  5. Deixe que as peças sequem ao natural. O habitual procedimento de secar com um pano pode deixar um odor desagradável na loiça.

Veja também:

Helena Peixoto Helena Peixoto

‘If you can dream it, you can do it’: é assim que gosta de pensar e viver a vida. Casada, com um filho e com um cão, vê na família e amigos os seus bens mais preciosos, mas não passa sem um bom desafio profissional. Comunicar é a ‘sua praia’, seja em canais mais institucionais ou meios mais informais. Adora um bom filme, uma viagem dentro ou fora do país, é apaixonada por animais e anda sempre ‘à caça’ das últimas promoções.

Limpeza e Arrumação