Publicidade:

14 escapadinhas alternativas na Europa para fugir das grandes cidades

O velho continente tem algumas das cidades mais incríveis no mundo, mas hoje propomos 14 escapadinhas alternativas na Europa. Descubra-as.

14 escapadinhas alternativas na Europa para fugir das grandes cidades
Descubra cidades pouco visitadas, mas que valem a pena

Esqueça as grandes cidades e capitais e apaixone-se antes por estas 14 escapadinhas alternativas na Europa que vão mostrar locais verdadeiramente encantadores e deliciosos que o farão pensar: “por que não vim aqui antes?”

Bem sabemos que Paris, Roma, Londres, Madrid e Berlim são cidades incríveis, cheias de exemplos de moderna e elegante arquitetura, com uma história inigualável, opções de cultura incrível e muito mais. Mas também são cidades que provavelmente já conhece e que, frequentemente, estão tão cheias de multidões. Parte do charme parece perder-se no meio das pessoas que deambulam sempre em torno dos mesmo locais. Ao descobrir estas escapadinhas alternativas na Europa tudo será diferente: adeus multidões, adeus preços exorbitantes e olá sítios fantásticos.

14 escapadinhas alternativas na Europa


1. Assos, Kefalonia – Grécia

Assos

Fonte: Max Pixel

A Norte da deslumbrante praia de Myrtos, encontra a pequena e isolada vila de Assos, que é uma das aldeias mais belas e pitorescas da ilha, construída em forma de anfiteatro ao redor da península homónima. É um cenário de filme: rodeado por florestas verdejantes, pinheiros e ciprestes e as águas azuis cristalinas do Mar Jónico. Tudo isto cria uma combinação única, que fazem de Assos um cenário ideal para umas férias relaxantes, onde pode ainda apreciar os vinhos locais e os deliciosos queijos gregos.

2. Bogliasco, Itália

Localizado na região de Ligúria, Bogliasco é uma das mais incríveis jóias escondidas na Itália, uma espécie de tesourinho perdido mesmo à espera de ser descoberto. Esta típica vila de pescadores, com cerca de cinco mil habitantes, tem numerosas moradias, incluindo alguns edifícios do século XIX, situadas ao longo das colinas cobertas de oliveiras. E não faltam pequenos restaurantes que oferecem pratos típicos da Ligúria, particularmente pratos de peixe e pansoti.

3. Cidade do Luxemburgo, Luxemburgo

luxemburgo

A Cidade de Luxemburgo pode ser vista como uma mistura de arquitetura moderna, riqueza e descontração. À semelhança de outras cidades europeias, andar de bicicleta é bastante usual e a melhor forma de aproveitar a paisagem verde. A cidade velha é uma mistura encantadora de casas de pedra, igrejas e canais pequenos, todos construídos em vários níveis, com edifícios históricos e castelo convertido em restaurantes, bares da moda e pequenas cervejarias.

4. Gotemburgo, Suécia

Esta é a grande cidade universitária da Suécia – um pouco à semelhança de Coimbra, em Portugal, e o lar de inúmeros festivais de artes que atraem milhares de pessoas, como o Festival Internacional de Cinema de Gotemburgo e os festivais de música Way Out West e Metaltown.

5. Heidelberg, Alemanha

Heidelberg

Fonte: Max Pixel

Localizada no vale das Montanhas Odenwald e nas margens do rio Neckar, Heidelberg apresenta o lado pitoresco e romântico que os alemães também conseguem ter. Um bom exemplo disso é o Castelo de Heidelberg, considerado o marco mais notável da cidade. Além disso, a cidade também é conhecida pelas montanhas próximas, principalmente quando se enchem de neve no inverno, pelas muitas igrejas históricas e pela Universidade de Heidelberg.

6. Lago Komani, Albânia

No norte da Albânia, encontra o paraíso para amantes da natureza e um dos mais secretos locais da Europa para o efeito. O Lago Komani está localizado entre os Alpes Dináricos, especificamente entre as montanhas Prokletije. É artificialmente formado como um reservatório de uma barragem hidroelétrica, mas tem um encanto natural muito especial.

7. Morar e Arisaig, Escócia

Morar

Fonte: Max Pixel

Quando pensa na Escócia, provavelmente não se lembra de praias. Porém, com o Oceano Atlântico mesmo ali ao lado, este país está pautado de algumas das melhores vistas e de águas azuis que batem contra areias prateadas. Morar e Arisaig é uma verdadeira jóia escondida na Europa, sendo o palco da série “Highlander”.

8. Piran, Eslovénia

Piran é um dos melhores pontos da Europa e considerado como a Veneza da Eslovénia, devido à sua posição invejável na costa do Adriático. A cidade apresenta uma mistura de telhados vermelhos e casas brancas e revela-se como uma alternativa mais relaxada para outros destinos do Adriático, com praias populares e uma paisagem ao redor da cidade, onde não faltam vinhas, olivais e a sensação de velha Europa de que tanto se fala.

9. Polperro, Cornualha – Inglaterra

Polperro

Fonte: Visual Hunt / ukgardenphotos

Polperro é o destino ideal para quem quer respirar o ar fresco do mar, voltar atrás tempo e descobrir uma vila de pescadores tradicional da Cornualha. Se for amante de fotografia ou pintura, este é o local para se inspirar em paisagens deslumbrantes e levar o seu tempo para tentar perpetuar toda aquela beleza noutro local que não apenas a sua mente.

10. Ramsko Jezero, Bósnia e Herzegovina

Muitas vezes incompreendido e quase sempre subestimado, a Bósnia e Herzegovina é um dos países mais bonitos da Europa e facilmente rouba o coração a qualquer pessoa. Aconselha-se alugar um carro para poder explorar a região à vontade e descobrir locais que parecem ter sido escolhidos de propósito pela mãe Natureza para ser o palco de tal beleza.

11. Riquewihr, Alsácia – França

Riquewihr

Riquewihr é considerada uma das mais bonitas aldeias da França. É uma zona de aspeto medieval, cuja arquitetura se tem mantido praticamente intacta, século após século. Esta cidade medieval localizada na Alsácia é mundialmente conhecida por sua arquitetura que permaneceu intacta ao longo dos séculos. Os viajantes gostam da beleza e autenticidade das ruas, mas também dos deliciosos vinhos. Há muito a explorar na região. Por exemplo, faça um passeio pelas aldeias da Alsácia e sua rota do vinho para parar ao longo de grandes fotos do interior da França.

12. Undredal, Noruega

Undredal é uma pequena aldeia com pouco mais de 100 habitantes, mas mais de 500 cabras! É aliás deste animal que provém uma das principais fontes de rendimento da região: o queijo de cabra, denominado “geitost” e que ainda é feito de forma artesanal. Esta aldeia Undredal está localizada ao longo do fiorde Aurlandsfjorden, que é uma ramificação do maciço Sognefjorden da Noruega.

13. Valência, Espanha

valência

Valência é a terceira maior cidade da Espanha, localizada nas proximidades de Palma de Maiorca e Ibiza, usufruindo de um clima fabuloso e praias incríveis. As históricas ruas ondulantes da cidade, os famosos e variados museus e galerias de arte, a incrível arquitetura e as imponentes catedrais fazem deste um excelente destino a descobrir na nossa vizinha Espanha.

14. Zaandam, Holanda

Para terminar a lista de escapadinhas alternativas na Europa, vamos aos Países Baixos. Zaandam é a imagem de um sonho, onde belas aldeias aparecem no meio dos canais e os moinhos rodam como que perpetuando a tradição. Apesar de haver muitas e interessantes aldeias a descobrir na região, as mais autênticas são, sem dúvida, Zaandijk e Zaandam.

Veja também: