Publicidade:

Como escolher entre duas ofertas de emprego? 5 coisas a considerar

Escolher entre duas ofertas de emprego nunca é uma tarefa fácil. É importante que avalie bem cada uma delas, para que consiga tomar a decisão mais acertada.

Como escolher entre duas ofertas de emprego? 5 coisas a considerar
Saiba o que deve ter em consideração antes de decidir

Não sabe como escolher entre duas ofertas de emprego? Existem alguns aspetos que deve considerar antes de tomar a sua decisão final.

Assim como a procura de emprego pode ser exigente do ponto de vista emocional, também o processo de demissão  é algo que causa alguma pressão e angústia no profissional. Por outro lado, quando tem de decidir entre duas ofertas de emprego pode também sentir-se confuso e bastante ansioso. É por isso crucial a adoção de algumas estratégias.

Escolher entre duas ofertas de emprego, é uma situação que exige ao profissional fazer uma reflexão e avaliação aprofundada de cada uma delas.

É muito importante que pense bem nas opções que tem em cima da mesa e que as compare com a sua situação de emprego atual – falamos de responsabilidades, salário, funções, benefícios e ainda do importante equilíbrio entre a sua vida profissional e pessoal.

Certamente que tem ambições e objetivos de carreira estabelecidos para si próprio e, no momento em que recebe duas ofertas de emprego distintas, deve identificar qual delas lhe permitirá atingi-los a longo prazo.

Escolher entre duas ofertas de emprega: 5 aspetos a ter em conta


escolher

Sabemos que quando ambas as ofertas que tem à sua frente são atraentes, a decisão torna-se particularmente difícil. No entanto, quando aceita uma nova oportunidade a nível profissional, esta decisão pode trazer também alguns riscos.

Para facilitar o processo de escolha entre duas ofertas de emprego e minimizar os riscos que lhe possam estar associados, listamos 5 aspetos que poderão ser úteis para a sua decisão. Tome nota.

1. Pense a longo prazo

Uma das principais razões que levam à mudança de emprego, é precisamente a possibilidade de progressão de carreira. Desta forma, no momento em que estiver a decidir qual vai ser o seu próximo passo, deve ter em consideração as suas ambições e objetivos de carreira a longo prazo.

É extremamente importante que faça a escolha certa, afinal cada uma das mudanças profissionais por que tenha que passar terá impacto nas suas ambições futuras.

Deve olhar para as suas ambições a longo prazo como objetivo final, ou seja, independentemente da escolha que fizer agora, deve manter o seu foco de maneira a ficar cada vez mais perto de atingir o objetivo que delineou.

2. Não se precipite nem aja por impulso

Quando se trata d escolher entre duas ofertas de emprego, deve evitar agir por impulso. Analise bem cada oferta de trabalho que tem à sua frente e verifique de que modo é que essa oportunidade poderia resolver as falhas ou os motivos que o levaram à mudança de emprego.

Qualquer profissional pode passar por altos e baixos no seu emprego, mas se a nova oportunidade não vier solucionar os problemas antigos, provavelmente irá questionar-se se a mudança de emprego terá valido a pena.

Para evitar a frustração e a dúvida que pode pairar na sua cabeça, certifique-se de que a decisão que está a tomar foi bem ponderada.

3. Analise o equilíbrio entre o trabalho e vida pessoal

Faça uma análise da conciliação entre a sua vida profissional e pessoal, isto é, trabalho e família, considerando o impacto que cada nova função terá nas suas próprias necessidades e desejos.

Se tiver filhos pequenos ou qualquer outro tipo de responsabilidades, o trabalho a partir de casa com horários flexíveis, pode mesmo ser um fator importante na hora da decisão.

Além disso, quando tiver de escolher entre duas ofertas de emprego deve também ter em conta a localização de cada uma das empresas e como fará a sua deslocação até lá. Pense no impacto que a deslocação diária entre casa e o local de trabalho, pode causar na sua vida.

4. Tenha em conta a cultura da empresa e ambiente de trabalho

Para que consiga decidir qual das ofertas deve aceitar, é de extrema importância que tenha em consideração a cultura corporativa de cada uma das empresas.

Durante a fase das entrevistas deve procurar informações e pistas sobre a cultura e o ambiente de trabalho, para que tenha a certeza de que vai gostar de lá estar todos os dias.

Muitas vezes, a partir de uma boa entrevista, consegue imaginar de forma quase imediata como seria um dia normal de trabalho e entender melhor o funcionamento da empresa. Deve também pensar no tipo de funções que gostou de desempenhar no passado e de entre as posições oferecidas quais as que parecem aproximar-se mais dessa realidade.

Procure ainda conversar com amigos ou antigos profissionais que já tenham trabalhado nas empresas em questão e faça uma pesquisa de críticas, através das redes sociais ou em sites como o Glassdoor.

5. Veja para além do salário

Todos nós sabemos que o salário é um aspeto importante a considerar em qualquer oferta de emprego. Procuramos frequentemente um emprego no qual o salário corresponda e reflita o nível de trabalho esperado, contudo este não deve ser o único fator determinante no momento de decidir rejeitar ou aceitar uma oferta.

Se quiser tomar a sua decisão de uma forma um pouco mais neutra (no que diz respeito ao salário), deve focar-se no que lhe causa mais entusiasmo em cada uma das ofertas de emprego. De entre as duas ofertas, uma função pode oferecer benefícios que vão para além da remuneração como, por exemplo, a atribuição de mais responsabilidades ou maior exposição.

Veja também:

Catarina Milheiro Catarina Milheiro

Finalista da licenciatura em Gestão de Marketing, entende a partilha de informação através da escrita, como uma forma nobre da comunicação.

Saiba tudo sobre emprego