Publicidade:

Fique a saber como é simples fazer compostagem

Gostava de saber todos os segredos de como fazer compostagem? É bem mais fácil do que imagina e nós vamos contar-lhe tudo o que precisa de saber.

Fique a saber como é simples fazer compostagem
Um guia prático para guardar

Se está a pensar criar uma horta biológica no seu jardim, saiba que é absolutamente essencial saber como fazer compostagem. Este processo natural não é nada mais nada menos do que a decomposição da matéria orgânica (restos de folhas, comida, madeira triturada, entre outros) que, passado um determinado período de tempo, acaba por originar um produto: o composto.

Este produto é muito rico em nutrientes e em matéria orgânica e pode (e deve) ser utilizado como substrato e fertilizante orgânico, contribuindo para uma maior qualidade dos seus produtos hortícolas sem necessidade de recorrer a químicos.

Por que deve fazer compostagem?


Antes de mais, vamos perceber a importância da compostagem. Na verdade, não há uma mas várias razões que o vão convencer à primeira!

  1. Estimulação do crescimento mais rápido das raízes;
  2. Promoção da capacidade de infiltração de água no solo;
  3. Equilíbrio da temperatura e pH do solo;
  4. Estimulação dos bons microorganismos do solo;
  5. Redução de pragas;
  6. É muito amigo do ambiente, uma vez que evita a utilização de herbicidas e recicla resíduos orgânicos.

O ABC para fazer compostagem de forma simples e rápida


fazer compostagem

1. Produzir o composto

Em primeiro lugar, é preciso que produza a matéria-prima da compostagem – o tal composto. Para isso, vai precisar de um recipiente próprio onde colocar o material orgânico a decompor.

Este recipiente pode ser adquirido em lojas de jardinagem ou construído por si – o chamado compostor. No caso de querer algo feito por si, não se esqueça que é importante que o seu tamanho seja de, pelo menos, 500 litros, pois deve ser um recipiente grande o suficiente para acumular composto de um longo período de tempo.

A partir desse momento, há que começar a “encher” o depósito. E o que pode entrar neste contentor? Existem dois tipos de material:

  • Material apelidado de castanho, que consiste em tudo que seja ramos, folhas, flores e plantas secas, madeira triturada, palha, entre outros. No fundo, tudo o que acaba por adquirir uma cor castanha com o tempo;
  • Material verde, que se refere a restos de comida, vegetais, fruta fresca e restos de plantas verdes.

No processo de compostagem deve ter em atenção uma questão muito importante: as exceções. Carne, peixe, ovos e dejetos de animais não podem ser utilizados para criar composto.

Dica extra: para acelerar o processo de compostagem deve colocar no contentor os materiais em dimensão o mais triturada possível para que o processo de decomposição das matérias seja mais rápido. Para isso pode adquirir um triturador doméstico.

2. Como fazer compostagem: passo a passo

Agora que já sabe todo o material que precisa para fazer compostagem vamos ao passo a passo:

  1. Comece por colocar o material biodegradável no compostor, sendo que deve ter o cuidado de o fazer em camadas de resíduos verdes alternadas com camadas de resíduos castanhos. A última camada de todas deve ser de resíduos castanhos – unicamente para disfarçar eventuais odores do material verde;
  2. Sempre que colocar uma nova camada no compostor, deve regar e revirar o material. Aliás, quanto mais revirar, maior será a oxigenação e mais rápida a formação do composto;
  3. Depois disto, quando pode, afinal, começar a utilizar o produto? Normalmente, o composto fica pronto a ser utilizado num prazo entre 6 a 12 meses. Se precisar de acelerar o processo, pode sempre recorrer à utilização de minhocas (minhocultura) e, caso o faça, o seu composto vai adquirir um aspeto de terra escura;
  4. Depois de pronto, segue-se ainda uma última etapa: deve deixar o composto em repouso cerca de 2 a 3 semanas antes de ser utilizado.

Nota importante: uma pilha de composto nunca deve ter menos do que 1 metro nem mais de 3 metros de altura.

E agora, acha que já está pronto para começar a fazer compostagem?

Veja também:

Helena Peixoto Helena Peixoto

‘If you can dream it, you can do it’: é assim que gosta de pensar e viver a vida. Casada, com um filho e com um cão, vê na família e amigos os seus bens mais preciosos, mas não passa sem um bom desafio profissional. Comunicar é a ‘sua praia’, seja em canais mais institucionais ou meios mais informais. Adora um bom filme, uma viagem dentro ou fora do país, é apaixonada por animais e anda sempre ‘à caça’ das últimas promoções.

Limpeza e Arrumação