Publicidade:

Os 3 maiores truques de quem faz férias baratas

Desespera por umas férias baratas, mas só consegue propostas de fazer corar? Não se preocupe. Há truques que mudam tudo e nós vamos dizer-lhe quais são!

Os 3 maiores truques de quem faz férias baratas
Saiba como fazer férias sem estourar o orçamento

Quer fazer umas férias baratas, relaxantes, divertidas e cheias de boas experiências para aguentar o ano que se segue, mas olha para as ofertas e fica a pensar que, se as comprasse, ficava a pão e água até ao inverno. Acontece-lhe?

Não se preocupe. Fazer férias baratas não é uma missão impossível e há vários truques que ajudam a controlar o orçamento ainda antes de sair de casa. É só ler a seguir!

Como conseguir umas férias baratas


Férias baratas rimam com transporte barato

planear ferias baratas

Vamos começar pelo mais importante: chegar ao destino. Comece por pesquisar os voos num agregador de preços e encontre os mais baixos. Depois, veja que companhias aéreas mais operam naquela rota, vá ao site de cada uma delas e, com sorte, ainda encontra promoções que lhe saem mais em conta do que o valor mais baixo do agregador.

Lembre-se também que um dos segredos de quem faz férias baratas é ser flexível. Muitas vezes, a alteração da data da partida para o dia seguinte pode levar a uma poupança muito relevante, por isso, avalie várias datas e veja se não há diferença nos preços.

Comprar com antecedência também é um truque muito popular entre os mestres da poupança nas férias. Experimente marcar hoje a viagem para as férias de 2019 e espante-se com o milagre da redução de preço.

Poupe no alojamento sem perder conforto

Não passe este ponto à frente: prometemos que não vamos aconselhá-lo a dormir nas estações do metro para fazer umas férias baratas!

Fora de brincadeiras, o alojamento é das partes mais críticas do planeamento das férias e pode ser um “tudo ou nada” do ponto de vista da sustentabilidade orçamental. O primeiro passo, já sabe: é usar um agregador. Há várias plataformas disponíveis, use-as todas e descubra os preços mais em conta para as datas em que quer viajar.

Enquanto pesquisa, lembre-se que os centros históricos são sempre muito mais caros do que as periferias. Se a rede de transportes públicos for eficiente, só tem a ganhar em ficar alojado fora da cidade – chega ao centro num instante e gasta muito menos!

Outra opção que lhe garante umas férias baratas – esta para os mais corajosos – é fazer housesitting: sim, é mesmo o que está a pensar. Há milhares de pessoas em todo o mundo dispostas a ceder-lhe a própria casa em troca de cuidar do cão ou regar as plantas.

Não se distraia com o transporte diário

Parecendo que não, se no fim das férias fizer as contas ao que gastou a circular dentro da cidade vai perceber que afinal não foi tão poupadinho como achou que ia ser. A solução? Elaborar um plano.

Avalie o mapa da cidade. Aponte os lugares que quer visitar, divida-os por zonas e distribua as zonas por dias. Assim, pode viajar apenas para aquela zona da cidade de manhã e ficar por ali o resto do dia, fazendo os percursos a pé.

Antes de começar a comprar bilhetes, no entanto, informe-se sobre os passes. Em algumas cidades há passes de transportes públicos para três, cinco ou sete dias que podem compensar mais do que comprar as viagens individualmente.

fazer ferias baratas

Outras dicas para os verdadeiros forretas

Se as dicas acima não chegam, vista a pele do Tio Patinhas e vamos continuar. A primeira, com certeza, já lhe passou pela cabeça: jogar com as épocas baixas. Não precisa de fazer férias no pico do inverno, mas dependendo do local que escolher pode perfeitamente fazer umas férias baratas em abril ou em setembro e apanhar uns belos banhos de sol. Procure pelas temperaturas médias em cada mês do ano para aquela localidade. Há segredos muito bem guardados!

Outra: sabia que existem passaportes de cidades? Pois é. Vendem-se nos postos de turismo e incluem entradas em vários museus e atrações turísticas, transportes e descontos em restaurantes por um preço amigo dos poupados. Comprados online, então, saem ainda mais baratos.

Mais uma: a juventude está na cabeça, bem sabemos, mas, aqui entre nós, é uma maravilha quando nos dá descontos. Se tem até 30 anos, subscreva o cartão jovem por 10 euros e faça-o render descontos em viagens, restaurantes, museus, festivais, etc.

Ainda não acabámos: todos os anos há feiras de viagens em Portugal. Faça por visitar a próxima e leve paciência para esperar em filas: vai sair de lá com umas férias baratas e exatamente como sonhava.

Finalmente, o derradeiro truque para as férias baratas: fazer amizades. Pense que os donos das agências de viagens também têm contas para pagar e, por isso, anseiam por vê-lo no próximo ano a marcar outra viagem. Faça por estabelecer contactos e fidelize-se numa agência. Em pouco tempo vai receber descontos e ofertas especiais “para o cliente mais especial” de todos!

Veja também: