Publicidade:

Guerra dos Tronos. Visite os locais de filmagem

Quer passar umas férias no ambiente da Guerra dos Tronos? Já é possível e nós dizemos-lhe como e onde. Conheça os locais das gravações.

Guerra dos Tronos. Visite os locais de filmagem
Visite os locais das gravações

Interessado em férias com a Guerra dos Tronos? Já é possível. Só precisa rumar à Irlanda, integrar uma tour GOT ou explorar por si mesmo a costa de Antrim de que lhe vamos falar em seguida.

Com a oitava e última temporada da série quase quase a estrear, sabemos que existe uma legião de fãs ávidos para saber mais e para pisar o mesmo solo que Jon Snow ou Daenerys Targaryen. Se é o seu caso, por que não fazer umas férias na Guerra dos Tronos? Já é possível e, além de ficar a conhecer alguns dos locais de gravações, poderá aproveitar toda a beleza e atrativos naturais desta deslumbrante região irlandesa.

Férias com a Guerra dos Tronos? Saiba onde!


Guerra dos Tronos

A costa nordeste de Antrim fica na Irlanda, apenas com o mar a separá-la da vizinha Escócia. Na região, não faltam castelos, grutas e muito basalto. Esta paisagem “nasceu” a partir de erupções vulcânicas e gigantes folhas de gelo e, apesar da sua beleza natural existir antes e depois de servir de palco às filmagens de Game of Thrones, a verdade é que as visitas a este local aumentaram desde que a série foi para o ar, mantendo-se ainda assim uma zona por explorar.

Para quem visita Antrim, é possível apanhar um autocarro turístico e ficar a conhecer todos os spots relacionados com o GOT. Porém, a sugestão de quem conhece a região é para ir a esses spots, sem deixar de admirar a paisagem e as vistas de tirar o fôlego, bem como ver as flores e os cordeiros que se espalham pelos campos.

Roteiro inspirado na Guerra dos Tronos


Guerra dos Tronos

O tempo na zona é um pouco imprevisível, podendo a chuva e o vento marcar presença. Contudo, a sugestão para quem conhece a região é que não deixe que o tempo menos bom prejudique a sua visita. Na costa norte de Antrim, há muito para ver e fazer. Atravessar a ponte Carrick-a-Rede, construída há mais de 250 anos por pescadores, a qual permite aceder a uma pequena ilha, propriedade da National Trust.

Passeie pelos campos e quintas até Fair Head, uma falésia a partir de onde é possível avistar a a Escócia e pisar o mesmo solo que pisou um dos protagonistas de GOT, Jon Snow. Pela costa, é possível observar a Giant’s Causeway, património mundial pela UNESCO, composto por centenas de colunas de basalto, modeladas pelas ondas do mar. Para quem gosta de caminhar, Chimney Stacks ou Lacada Point são pontos de passagem obrigatória.

Cushendun é outra vila que merece uma visita. Nas suas proximidades, há um festival em agosto; uma praia onde é possível jogar paddle ou, simplesmente, dar um mergulho; e, claro, as Grutas de Cushendun onde, em GOT, Melisandre deu à luz uma sombra. Perto fica Carnlough, um excelente spot para relaxar. Construída em 1847, esta foi uma antiga propriedade de Winston Churchill.

No topo, fica o Templo Mussenden que oferece uma vista incrível sobre a praia de Downhill. Certamente irá reconhecer a paisagem da temporada dois de GOT, quando Stannis Baratheon e Melisandre incendeiam as efígies dos Sete Deuses de Westeros. E, por surpreendente que possa parecer, a região também é conhecida pelos seus gelados. Portanto, a sugestão é que vá até Castlerock, mais precisamente ao Ruth’s Home Bakery e ao Crusoes Coffee Shop e peça o seu cone. Vai ver que não se irá arrepender.

Turismo GOT

Guerra dos Tronos

Game of Thrones é um fenómeno televisivo com 30 milhões de seguidores nos EUA e outros quantos milhões no Reino Unido. Vencedora de 47 Emmys, esta série tem sido responsável pela criação de uma nova vaga de turismo na Irlanda.

Mas como funciona o turismo GOT?

A região recebe, atualmente, turistas da Grã-Bretanha, Alemanha, Estados Unidos da América e mais meia dúzia de países. Os guias conduzem os grupos pelos passos das personagens da série, nomeadamente até à Floresta de Tollymore, por onde Jon Snow andou. A acompanhar a visita, são mostradas imagens de GOT que ajudam a relacionar as paisagens com as cenas da série.

Às fotografias tiradas sem parar, juntam-se os castelos, as réplicas das armas e os cães em lugar dos lobos da série. Tudo para uma recriação o mais realista possível. A agência responsável por estas excursões fez um acordo com a HBO, produtora da série, reconhecendo esta última o norte da Irlanda como o território oficial de gravações de GOT. Em contrapartida, a região facilita e disponibiliza as melhores condições para as filmagens na zona.

No Museu de Ulster, mais de 150,000 pessoas viram 80 metros de imagens, captando as coroações, decapitações e esfaqueamentos da série. Durante as visitas tudo pode acontecer, já houve pedidos de casamento e diálogos em High Valyrian.

The Winter is coming?

Como vê, já é possível marcar umas férias com a marca Guerra dos Tronos. Mas até quando? A questão que se põe é o que irá acontecer a este turismo depois do próximo dia 19 de maio, ou seja, depois da última temporada da série chegar ao fim. Rob Dowling, director das GOT Tours, não se mostra preocupado, visto que a HBO está interessada em filmar um prequela da série, além de ter intenção de criar uma espécie de parque de atrações, algo semelhante ao que já aconteceu com outros sucessos como Harry Potter ou Lord of the Rings.

Veja também:

Vilarinho das Furnas: conheça o Gerês que se afundou

Roteiro pelos mais bonitos castelos da Irlanda

A cerveja Guinness não cai do céu. Faz parte da essência de Dublin