Publicidade:

10 destinos para férias de verão com 2000 euros (ou até menos!)

O desafio é simples: é possível fazer férias de verão com 2000 euros? Sim, é. Em destinos deslumbrantes e que até ficam fora da Europa.

10 destinos para férias de verão com 2000 euros (ou até menos!)
Saia da Europa com 2000€ no bolso

Se acha que quando falamos em férias de verão com 2000 euros, lhe vamos apresentar cidades portuguesas ou apenas destinos europeus, desengane-se. As nossas sugestões situam-se bem além fronteiras e aliam o seu exotismo aos melhores atrativos turísticos que possa imaginar. Aproveite os preços baixos dos bilhetes de avião e as refeições e alojamento a valores acessíveis e consiga umas férias de verão com 2000 euros, onde irá ficar a conhecer novos horizontes, culturas e vivências.

Férias de verão com 2000 euros: 10 destinos surpreendentes e acessíveis


Porto de Galinhas, Brasil

porto de galinhasFonte: Wikipedia

Faça umas férias de verão com 2000 euros, nada mais, nada menos, do que no Brasil! Vá de jangada desde a praia da vila principal até às piscinas naturais, formadas quando a maré está baixa. O percurso dura 15 minutos, durante os quais poderá observar peixes e praticar snorkelling. Na Praia de Carneiros há bancos de areia, piscinas naturais e banhos de argila que garantem dias de muito descanso e, também, diversão. Os passeios de bugue são indicados para se deslocar até às praias mais afastadas e menos turísticas.

Salvador da Baía, Brasil

salvador da baiaFonte: Wikipedia

Mais uma vez na Brasil, faça os roteiros de Salvador que podem quase ser divididos em quatro secções: história, natureza, fé e diversão. Aqui, não faltam pontos de interesse, sejam naturais ou construídos pelo homem. O pelourinho é considerado a a verdadeira alma de Salvador da Baía, considerado Património da Humanidade pela UNESCO. Ele situa-se na Cidade Alta, no bairro histórico da cidade e vale bem a pena uma visita, sobretudo a uma terça-feira dia de missa ao som de batuques!

A Igreja e Convento de São Francisco é uma das mais ricas do país, graças ao muito ouro que cobre os seus altares. É considerada um dos mais extraordinários monumentos do barroco mundial e possui, ainda, um revestimento de azulejos portugueses que reproduzem o nascimento de São Francisco e sua renúncia aos bens materiais.

De dezembro a fevereiro, são muitas as festas religiosas a ocorrer na cidade, como as Festas de Largo, onde se realizam missas, procissões e têm sempre muita animação. Delicie-se com iguarias brasileiras como o guisado de quiabo e camarão. Utilize o Elevador Lacerda para circular entre a Cidade Alta e a Cidade Baixa. Ele tem 72 metros de altura e liga a Praça Tomé de Souza (parte alta) à Praça Cairu, onde fica o Mercado Modelo. Claro que falta falar das fantásticas praias de Salvador da Baía. De areias finas e águas claras e verdes, elas formam autênticas piscinas naturais.

Ilhas Seychelles

Seychelles

As ilhas Seychelles são um verdadeiro paraíso, onde pode passar férias de verão com 2000 euros. Localizadas na parte africana do Oceano Índico, são um paraíso tropical composto por 115 ilhas de praias de areia branca, águas cristalinas e vegetação abundante. As Seychelles reúnem dois Patrimónios da Humanidade classificados pela UNESCO: o Atol de Aldabra – considerado o maior do mundo – e a Reserva Natural de Vallé de Mai, na ilha de Praslin, chamado Jardim do Éden. Aqui vai poder usufruir de praias de cortar a respiração, fazer muitas atividades de exploração das ilhas e contactar com lugares de perder o fôlego.

As 115 praias são absolutamente paradisíacas e, não é por acaso, que este é um dos destinos de sonho dos casais em lua de mel. Os extensos areais são um atrativo, aliado aos passeios de barco – uma das melhores formas de conhecer as ilhas. O passeio de barco mais famoso é feito pelo Parque Nacional Marinho de St. Anne e permite observar a fauna local. Se é fã de mergulho, saiba que este é um dos melhores locais do mundo para a prática de mergulho com cilindro.

Este é mesmo o destino de eleição dos mergulhadores, pela clareza das águas e pela diversidade de corais e vida marinha. Também é possível nadar lado a lado com um tubarão-baleia, considerada a maior espécie marinha do planeta, podendo atingir 12 metros de comprimento e pesar mais de 10 toneladas. Este bom gigante é inofensivo ao ser humano, pois alimenta-se de plâncton e de pequenos camarões de água fria. Não deixe de observar as tartarugas gigantes. A Tartaruga Gigante de Aldabra é a segunda maior espécie de tartaruga terrestre do mundo e habita as três ilhas do Atol de Aldabra. Quase 50% da área de terra das Seychelles é preservada, por isso faça belas caminhadas e contacte com espécies raríssimas que não se encontram em nenhum outro lugar o mundo.

Havana, Cuba

havana

Havana Velha é a zona mais antiga da cidade. Deambule pelas suas ruas estreitas e descubra a história local. Classificada pela UNESCO, em 1982, como Património da Humanidade, Havana ‘Vieja’ reúne 144 construções dos séculos XVI e XVII. O restaurante Floridita, a Bodeguita del Medio, Castelo da Real Força, o Castelo do Morro, Fortaleza de San Carlos de la Cabaña, Igreja e Convento de São Francisco de Assis, Palácio dos Capitães Generais, Casa do Conde de Santovenia, a Praça Velha, Palácio do Segundo Cabo, Teatro Martí, Capitólio, Palácio Presidencial, Museu Nacional de Belas Artes, Grande Teatro de Havana, a Fábrica Partagás e o edifício Bacardi são alguns dos espaços a visitar.

Nas redondezas da Área do Vedado, deve visitar o Hotel Nacional, Hotel Habana Libre, o Malecón, La Rampa, Praça da Revolução, Parque do Quixote, Universidade de Havana, Museu Napoleónico, Monumento do Maine, Avenida dos Presidentes, Fonte da Juventude, Calle Paseo, Vedado Tênis Clube, Forte de La Chorrera e Museu Montané, Museu de Artes Decorativas e Castelo do Príncipe. O Museu da Revolução, no antigo palácio presidencial, é uma aula viva sobre a história de Cuba. Fotografias – peças pessoais e documentos retratam episódios importantes como o fim da governação de Fulgêncio Baptista e a revolução de Fidel Castro, Che Guevara e companhia. O seu pátio está cravado com balas da Revolução.

Cairo, Egito

cairoFonte: PxHere

Aproveite o preço acessível das refeições no Cairo e experimente o kushari – um prato tradicional composto por arroz, massa, grão, tomate, cebola e lentilhas. Prove também a cozinha egípcia mais moderna, tudo para ganhar energia para o grande atrativo desta cidade: as pirâmides! Visite algumas delas, vá até à Grande Esfinge de Gizé e ao Museu Egípcio que alberga o tesouro do faraó Tutancámon. E não se preocupe com os preços, pois até isso é barato. Uma entrada no museu ou o acesso ao Planalto de Gizé custa, no máximo, 2,70€ por pessoa.

Joanesburgo, África do Sul

JoanesburgoFonte: Pixabay/Dominique_Racki

Ir até Joanesburgo é possível por 2000€, selecionando bem o roteiro da visita. Por exemplo, visitar o Parque Nacional Kruger custa cerca de 22€ por dia, por pessoa, e o custo aumenta, caso queira pernoitar na reserva. Porém, vale bem a pena a experiência. É possível comprar uma viagem para Joanesburgo, por pouco mais de 520€ e, a boa notícia, é que não irá gastar muito dinheiro com alimentação e alojamento. Portanto, reserve algum dinheiro sobretudo para usufruir um pouco das suas muitas atrações turísticas, sobretudo ligadas à Natureza.

Dubai, Emirados Árabes Unidos

dubai

Para ficar boquiaberto, observe bem a costa do Dubai com o edifício mais alto do mundo, o Burj Khalifa, o hotel de luxo Burj Al-Arab e o Jumeirah Beach Hotel. A queda do dirame – moeda dos Emirados Árabes Unidos – é uma oportunidade para os utilizadores do euro. Por isso, ao ir até a um restaurante no Dubai, pode gastar menos 5% do que o que gasta num restaurante equivalente em Portugal. E a poupança não se fica por aqui. Pode pernoitar num desses maravilhosos hotéis de quatro estrelas, dos mais altos do mundo como o Rose Rayhaan by Rotana, por menos de 60€, num quarto duplo! Surpreendente, não?!

Bombaim, Índia

india

É verdade, quando é verão em Portugal, não é a melhor altura para visitar a Índia, devido às monções e à chuva constante. Porém, também é verdade o preço dos bilhetes de avião descem bastante, podendo uma viagem de ida e volta ficar por pouco mais de 400€. Também as refeições e o alojamento representarão despesas de baixa monta. Na maior cidade indiana, há muito para ver, desde o bairro de Kala Ghoda –  rico em museus -, às praias de Girgaon.

Telavive, Israel

telaviveFonte: PxHere

O ambiente constante de guerra que se vive em Israel, assombram este que é um destino cheio de atrativos e locais com interesse para qualquer turista. Telavive é reconhecida pelas suas fantásticas praias mediterrânicas. A cerca de duas horas da cidade, é possível banhar-se no Mar da Galileia, de água doce ou, para os mais aventureiros, no Mar Morto, de água salgada. Se quer um destino de férias cheio de encantos e diferente de tudo o que as agências de viagens costumam propor, siga rumo a Israel.

Não desanime, só porque acha que o dinheiro que tem para as férias é pouco. Na verdade, como viu, umas férias de verão com 2000 euros já permitem atravessar fronteiras e ir praticamente até ao outro lado do globo e explorar tudo o que lá existe. Das praias aos monumentos, da história à gastronomia, não faltam razões para fazer umas férias de verão com 2000 euros em qualquer uma destas maravilhosas cidades.